Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4762
Tipo do documento: Dissertação
Título: Atitudes sociolinguísticas de estudantes do ensino fundamental em relação à disciplina escolar língua portuguesa
Autor: Silva, Frederiko Luz
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0713858428026778
Primeiro orientador: Rezende, Tânia Ferreira
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9438105037411040
Primeiro membro da banca: Rezende, Tânia Ferreira
Segundo membro da banca: Sousa Filho, Sinval Martins de
Terceiro membro da banca: Oliveira, Hélvio Frank de
Quarto membro da banca: Fernandes, Eliane Marquez da Fonseca
Resumo: O objetivo principal do presente trabalho é descrever as atitudes linguísticas dos alunos da Escola Municipal Francisco Rafael Campos, situada em Aparecida de Goiânia – Goiás, em relação à disciplina escolar Língua Portuguesa. O ponto de partida para o desenvolvimento do trabalho foi, principalmente, a reflexão sobre as práticas de letramento escolar vigentes atualmente no Brasil, no que diz respeito ao ensino e à aprendizagem de Língua Portuguesa, língua ensinada e disciplina escolar, por meio do português brasileiro, língua de ensino e língua materna de grande parte dos brasileiros. Esta dissertação se apoia em alguns dos pressupostos da Sociolinguística Educacional, visto que nossa discussão está em torno dos conflitos acerca da aprendizagem da norma culta da Língua Portuguesa, em contexto escolar, e nos pressupostos e princípios de análise da Sociolinguística Interacional, que contribuíram fundamentalmente para a interpretação dos fatos e dos eventos socioculturais durante a pesquisa. Também as reflexões acerca de políticas linguísticas e políticas de letramento, propostas pela Sociolinguística nas últimas décadas, associadas à Teoria da Prática de Bourdieu, forneceram um adequado fundamento teórico para a compreensão da configuração das práticas de letramento escolar vigentes em nosso campo de estudo. Nossas principais conclusões são que as práticas de letramento escolar, articuladas a políticas linguísticas e de ensino de línguas, que visam a ensinar uma única variedade linguística em sala de aula, geram atitudes linguísticas negativas nos alunos em relação ao aprender a norma prestigiada da Língua Portuguesa, eleita como padrão e que, as atitudes linguísticas, tanto de professores quanto de alunos, em relação à Língua Portuguesa e à aprendizagem da disciplina Língua Portuguesa, foram historicamente construídas, a serviço do projeto colonial brasileiro.
Abstract: This work aims at describing which are the linguistic attitudes of the students from Municipal Francisco Rafael Campos school located in Aparecida de Goiânia – Goiás in relation to the subject Portuguese Language. To develop this work, we have taken as starting point the reflection on the school literacy practices presently in vigor in Brazil as far as the taught and the teaching languages of the participants are concerned. The former concerns with the teaching and learning of Portuguese language as a school subject; the latter refers to Brazilian Portuguese, the mother tongue of the majority of Brazilians. This thesis could be taken in the approach of the Education Sociolinguistic, as our discussion matters the conflicts about the standard form learning of Portuguese in the context of school. Nevertheless, the Interactional Sociolinguistic conjectures and principles and the reflections upon the language and literacy policies proposed by Interactional Sociolinguistics have fundamentally contributed to the interpretation of facts and sociocultural events during the research. Also, the reflections on the linguistic and literacy policies, lately proposed in Sociolinguistics by the Bourdie‟s theory of practice, have supplied us with an adequate theoretical fundament to the understanding of the practices configuration of school literacy. In the account of linguistics policies of language teaching, which seek to teach one and only linguistic variety in the classroom, we have firstly concluded that the practices of school literacy has produced negative linguistic attitudes on the students in the account of learning the privileged norm of Portuguese language, that is considered the standard and the teacher and students‟ attitudes in relation to teaching and learning Portuguese as a subject in school have been historically built via the Brazilian colonial project.
Palavras-chave: Atitude sociolinguística
Língua portuguesa
Teoria da prática
Linguistic attitudes
Portuguese language
Theory of practice
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: LUZ SILVA, Frederiko. Atitudes sociolinguísticas de estudantes do ensino fundamental em relação à disciplina escolar língua portuguesa. 2014. 80 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4762
Data de defesa: 6-Out-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Frederiko Luz Silva - 2014.pdf4,27 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons