Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4890
Tipo do documento: Dissertação
Título: O ensino do judô como possibilidade de minimização da violência física entre alunos
Título(s) alternativo(s): The teaching of judo as a means to minimize physical violence among students
Autor: Cordeiro Junior, Orozimbo
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6293497508355679
Primeiro orientador: Costa, Sônia Santana da
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0379279344988870
Primeiro membro da banca: Costa, Sônia Santana
Segundo membro da banca: Baptista, Tadeu João Ribeiro
Terceiro membro da banca: Silva, Alcir Horácio da
Resumo: Esta dissertação vincula-se à linha de pesquisa Concepções Teórico-Metodológicas e Práticas Docentes do Programa de Mestrado Profissional em Ensino na Educação Básica do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicado à Educação da Universidade Federal de Goiás. Por meio da prática pedagógica com ensino do judô podemos desenvolver práticas de diagnóstico, prevenção e minimização da violência entre os alunos? Essa pergunta nos instigou para a realização da pesquisa, tendo como objeto e elemento mediador, o ensino do judô nas relações conflituosas entre os alunos. O objetivo geral da pesquisa foi o de realizar um trabalho investigativo sobre as possibilidades pedagógicas que o ensino do judô possui em ações de diagnóstico, prevenção e minimização da violência física praticada entre alunos. Nos objetivos específicos nos propomos a: diagnosticar as situações de violência física no contexto escolar para compreender como se realiza essa dinâmica nas relações interpessoais entre os alunos, verificar a percepção e atuação do corpo docente e funcionários em relação à esse fenômeno; ministrar aulas com o ensino do judô, adequando seus elementos constitutivos em uma perspectiva educacional e preventiva à violência física entre colegas; avaliar a utilização da prática pedagógica com o ensino do judô na melhoria das relações interpessoais entre os alunos; elaborar um material didático que auxilie outros professores a apreenderem o judô enquanto um conteúdo na práxis educativa. A hipótese inicial é que, por meio do judô, seja possível desenvolver ações preventivas e minimizadoras da violência física. Os pressupostos teóricos- metodológicos adotados na pesquisa se fundamentam no Materialismo Histórico- Dialético, que defende uma concepção de mundo e de homem que nega a naturalização da violência física, entendendo que esse fenômeno se manifesta na medida em que há conflito entre os diferentes interesses econômicos de classes sociais e nas relações interpessoais. Essa dissertação segue uma lógica quali-quantitativa, conforme Santos Filho e Gamboa (2001), e utiliza a pesquisa-ação-crítica apoiada nos estudos de Tripp (2005), em uma perspectiva sócio-histórica, com base nas obras de Marx e Engels (1998), Vygotsky (1998), Saviani (2008, 2012) e Coletivo de Autores (2009). A pesquisa foi realizada no CEPAE, em duas turmas do 7º ano do ensino fundamental. Utilizaram-se, como instrumentos para a apreensão dessa realidade, o registro em vídeos e fotografias das aulas de judô realizadas com o grupo, o questionário identificador das violências físicas para os alunos, entrevistas em áudio com professores e funcionários. Foi possível mensurar através de gráficos os dados com relação à violência física na percepção de alunos, professores e técnicos-administrativos, procurando relacionar esses dados com a literatura sobre o tema. Elaboramos uma apostila como síntese do nosso trabalho. Ao final do trabalho avaliamos como propositivo o uso do judô como um conteúdo viável na elaboração de processos preventivos e minimizadores da violência física entre os alunos.
Abstract: This dissertation links to the research line “Theoretical-methodological conceptions and teaching practices” of the Professional Master Program in Teaching in Basic Education of the Center of Teaching and Research Applied to Education (CEPAE) of the Federal University of Goiás (UFG). By means of the pedagogical practice by the teaching of judo, can one develop practices to diagnose, prevent and reduce violence among students? This question instigated us to make the research, having the teaching of judo as mediator object and element between conflicted relations among students. The general goal of the research was to realize an investigation into the pedagogical possibilities which the teaching of judo has to diagnose, prevent and reduce the physical violence among students. In specific goals we tried to: (a) investigate physical violence situations in the school context, in order to understand how this dynamics settles in interpersonal relationships among students, and check the perception and reaction of the teachers and staff in regard to the assaults practiced by students; (b) use judo teaching in class, adapting the constitutive elements of martial arts from an educational and preventive point of view, in order to hinder aggression among peers; (c) evaluate the use of pedagogical practice of the teaching of judo to adjust interpersonal relationships among students; (d) develop teaching material that may benefit other teachers to understand the meaning and the significance that judo practice may reach in the educational process. The main hypothesis is that, by means of judo practice, it may be possible to develop preventive action, reducing physical violence among school children. The theoretical-methodological framework used in this research was based upon the method of the Historical-Dialectical Materialism, which stands by a view of the world, as well as of the human being, that overrules the naturalization of physical violence. It understands this phenomenum as a manifestation of conflict among varying economic interests within class structure, and in interpersonal relationships. This paper follows a qualitative-quantitative logics, according to Santos Filho and Gamboa (2001). It uses critical-action research, based upon the studies of Tripp (2005), in a socio-historical perspective, on the grounds of the work of Marx ang Engels (1998), Vygotsky (1998), Saviani (2008, 20120), and Collective Authorship (2009). The research was carried out in CEPAE, in two seventh-grade groups. Judo classes video recordings and pictures, as well as a questionnaire to identify physical violence among students, and interviews with teachers and staff, recorded in audio, were employed as tools to investigate the presented reality. It was possible to measure through the graphics, the data about the physical violence by understanding of the students, teachers and school staff, aiming to link this data to publications about the theme. We develop a teaching material as synthesis of our work. At the end of work we consider the use of judo as purposeful discipline to develop reducers and preventive teaching works against the physical violence among students.
Palavras-chave: Educação básica
Ensino do judô
Prevenção da violência física na escola
Basic education
Teaching of judo
Prevention of physical violence in schools
Área(s) do CNPq: EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação - CEPAE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ensino na Educação Básica (CEPAE)
Citação: CORDEIRO JUNIOR, O. O ensino do judô como possibilidade de minimização da violência física entre alunos. 2015. 156 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Educação Básica) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4890
Data de defesa: 29-Mai-2015
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Ensino na Educação Básica (CEPAE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Orozimbo Cordeiro Junior - 2015.pdf2,86 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons