Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4951
Tipo do documento: Dissertação
Título: Festival enquanto festa e dispositivo nos processos de visibilidade do cinema documentário brasileiro pós-retomada: o estudo do caso “É tudo verdade” (Brasil, 1996-2010)
Título(s) alternativo(s): Festival como fiesta y dispositivo em los procesos de visibilidad del cine documental brasileño después de la recuperación del cine nacional:el estudio delcaso “É tudo verdade”(Brasil, 1996-2010)
Autor: Maia, Kamyla Faria
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9443918582024595
Primeiro orientador: Noronha, Márcio Pizarro
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2875707762585409
Primeiro membro da banca: Noronha, Márcio Pizarro
Resumo: Esta pesquisa tem como principal foco analisar o festival de cinema por meio dos conceitos de festa e dispositivo e assim mostrar como esse tipo de evento se torna uma instância autorizadora do cinema brasileiro, principalmente do gênero não ficcional. Para tanto, a primeira linha de análise traça uma abordagem histórico-antropológica que mostra a evolução da festa para o festival. A segunda, por sua vezhistórico-filosófica, elucida a forma como esse tipo de evento se constitui um dispositivo,segundo os conceitos trazidos por Foucault, Deleuzee Agamben. Como dispositivo o festival é capaz decriarsubjetivações nos sujeitos envolvidos e garantira continuidade de produção e distribuiçãode filmes. Otrabalho toma o Festival Internacional de Cinema Documentário É Tudo Verdade como caso exemplar e faz uma análise da estrutura das 15primeiras ediçõesdo evento, realizadas de 1996 a2010. Entendido como dispositivo,essefestival ocupa um lugar social determinante para a evolução ética e estética do gênero e para o aumento da visibilidade dos documentários. Mediante tal abordagem,é possível identificar no festival e nos filmes premiados vestígios dos discursos, capazes de reconstituir a memória social do documentário no Brasil no período de retomada do cinema nacionale de apontar uma noção expandida de verdade contida no cinema documentário.
Abstract: Esta investigación se centra principalmente em analizar el festival de cine a través de los conceptos de fiesta y dispositivo y así mostrar como este tipo de eventose convierte em unórgano autorizadordel cine brasileño, especialmente el género documental. Para tanto, la primera línea de análisis traza um enfoque histórico-antropológico que muestra la evolución de la fiesta para el festival. El segundo, en el tiempo histórico y filosófico, aclara cómo este tipo de evento constituye un dispositivo, de acuerdo con los conceptos presentados por Foucault, Deleuze y Agamben. Un dispositivo como el festival es capaz de crear subjetividades en los sujetos involucrados en el proceso y asegurar la continuidad de la producción y distribución de películas. El trabajo toma el Festival Internacional de Cine Documental É Tudo Verdade como un caso ejemplar y analiza la estructura de las primeras 15 ediciones del evento, llevadas a cabo entre 1996 y 2010. Entendido como un dispositivo, el festival ocupa un lugar social determinante en la evolución ética y estética del género y para aumentar la visibilidad de los documentales. A través de este enfoque, podemos identificar en el festival y en las películas ganadoras huellas de discursos, capaces de reconstituir la memoria social del documental brasileño en el período de recuperación del cine nacional y señalar una noción expandida de realidad contenida en el cine documental.
Palavras-chave: Festival de cinema
Dispositivo
Festa
Festival É tudo verdade
Cinema documentário
Lugar social
Memória social
Festival de cine
Dispositivo
Fiesta
Festival É tudo verdade
Cine documental
Lugar social
Memória social
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Historia (FH)
Citação: MAIA, K. F. Festival enquanto festa e dispositivo nos processos de visibilidade do cinema documentário brasileiro pós-retomada: o estudo do caso “É tudo verdade” (Brasil, 1996-2010). 2015. 182 f. Dissertação (Mestrado em Historia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4951
Data de defesa: 21-Ago-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Kamyla Faria Maia - 2015.pdf2,72 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons