Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5019
Tipo do documento: Dissertação
Título: A região noroeste de Goiânia: de grande bolsão de pobreza à nova classe trabalhadora
Título(s) alternativo(s): Northwest region of Goiânia: large pocket of poverty to the new working class
Autor: Cruz, Renatha Cândida da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2305750793354748
Primeiro orientador: Deus, Joao Batista de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9234464036124624
Primeiro membro da banca: Deus, João Batista de
Segundo membro da banca: Moysés, Aristides
Terceiro membro da banca: Chaveiro, Eguimar Felício
Resumo: As mudanças socioeconômicas observadas no país nas últimas década vêm sendo tema de estudos e pesquisas nos últimos anos e fizeram surgir diferentes nomenclaturas. A nova classe média é uma delas. De acordo com os estudos, com o aumento da renda das famílias brasileiras, muitas delas se ingressaram na classe média, em uma faixa entre R$ 291 e R$ 1.054 per capita. Outros estudos dão conta de que, muito além da renda, a relação de outros fatores necessita ser levada em consideração, como o trabalho e a escolaridade, por exemplo, e assim se mostra mais adequado atribuir ao grupo o nome de nova classe trabalhadora. Nesse sentido, a presente dissertação teve por objetivo entender a dinâmica socioespacial da Região Noroeste de Goiânia no ano de 2010, para identificar se os elementos definidores da nova classe média e da nova classe trabalhadora se aplicavam ao recorte espacial. Adotamos como metodologia o levantamento bibliográfico e estatístico acerca da Região Noroeste e das temáticas norteadoras do trabalho, seguimos com a elaboração de gráficos, tabelas e mapas que subsidiaram nossas considerações e discussões. Nesta pesquisa, evidenciamos que a Região Noroeste de Goiânia apresenta, em 2010, uma dinâmica bastante diferente de sua gênese ocorrida em 1979, com a luta coletiva pelo solo urbano. Para compreender esse processo, elaboramos uma cronologia e a cada etapa foi atribuído o nome de um bairro da região a saber: Esperança (de 1979 a 1981), Finsocial (de 1982 a 1987), Vitória (de 1988 a 2001) e Triunfo (de 2002 a 2010), além da fase intermediária, que chamamos de Tremendão (de 1979 a 2010). Com base nas análises, constatamos que a população da Região Noroeste é uma representação da nova classe trabalhadora, justificada pela baixa escolaridade, as longas jornadas de trabalho, embora com intensas modificações na renda e no padrão de consumo.
Abstract: The socioeconomic changes observed in the country in the past decades have been studied and researched in recent years and have given different classifications. The "New Middle Class" is a new therm. According to the studies, with the increase of income of the Brazilian families, many of them got into the middle class, in a range between R$ 291,00 and R$ 1054,00 per capita. Other studies realize that, far beyond the income, the connexion of other factors need to be considered , such as work and education, for example, and so it appears more appropriate to give to the group the name of the "New Working Class". In this sense, this dissertation aimed to understand the socio-spatial dynamics of Goiania's Northwest Region in 2010, to identify whether the defining elements of the "New Middle Class" and the "New Working Class" could be applied to the delimited area. We adopted the methodology bibliographical and statistical on the NorthWest Region and the guiding themes of work, followed by the preparation of charts, tables and maps that supported our considerations and discussions. In this study, we showed that the Northwest Region of Goiânia has, in 2010, a dynamic quite different from its genesis occurred in 1979 with the collective struggle for urban land. To understand this process, we developed a timeline and each step was assigned the name of a neighborhood in the region namely: Esperança (1979-1981), Finsocial (1982-1987), Vitória (1988-2001) and Triunfo ( 2002-2010), besides of the intermediate phase, which we call Tremendão (1979-2010). Based on the analysis, we found that the population of the Northwest Region is a representation of the "New Working Class", justified by the low education, long work hours, although with enormous changes in income and consumption pattern.
Palavras-chave: Dinâmica socioespacial
Nova classe média
Nova classe trabalhadora
Região noroeste de Goiânia
Socio-spatial dynamics
New middle class
New working class
Goiania's northwest region
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA)
Citação: CRUZ, R. C. A região noroeste de Goiânia: de grande bolsão de pobreza à nova classe trabalhadora. 2015. 166 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5019
Data de defesa: 18-Set-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Renatha Cândida Cruz - 2015.pdf7,46 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons