Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5182
Tipo do documento: Tese
Título: Implante auricular de progesterona em características de carcaça, carne e comportamento de fêmeas nelore confinadas
Título(s) alternativo(s): Implant auricular progesterone in housing characteristics, meat and behavior of female nellore confined
Autor: Ferro, Rafael Alves da Costa
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4205656482180504
Primeiro orientador: França, Aldi Fernandes de Souza
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0724478254270327
Primeiro coorientador: Arnhold, Emmanuel
Segundo Coorientador: Bueno, Cláudia Peixoto
Primeiro membro da banca: França, Aldi Fernandes de Souza
Segundo membro da banca: Miyagi, Eliane Sayuri
Terceiro membro da banca: Gonçalves, Klayto José
Quarto membro da banca: Taveira, Rodrigo Zaiden
Quinto membro da banca: Basto, Débora de Carvalho
Resumo: Um grande número de novilhas e vacas são utilizadas no Brasil para a produção de carne, principalmente em decorrência do descarte desses animais nas propriedades rurais, no momento da substituição do rebanho. Objetivou-se avaliar a influência do implante auricular de progesterona sintética, no peso, qualidade de carne, respostas fisiológicas e comportamento de novilhas Nelore criados em sistema intensivo. Foram utilizadas 28 novilhas Nelore com peso inicial médio de 240,89 kg. Todos os animais receberam o mesmo manejo alimentar, em sistema intensivo de criação, com sal mineral e água ad libitum. Foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com dois tratamentos (com e sem implante auricular de progesterona) e sete repetições, em 14 baias. Os parâmetros referentes às características quantitativas e qualitativas da carcaça e da carne, representados pelo peso e rendimento da carcaça, conformação, marmoreio, coloração, textura da carne, medidas métricas da carcaça, área do músculo Longissimus dorsi e espessura de gordura subcutânea, não foram afetados pelo hormônio progesterona, disponibilizado por meio do implante auricular. Na avaliação dos comportamentos de alimentação, ruminação, descanso e sono, social e cuidados corporais, não foram observados diferenças significativas. Já para o comportamento anormal, com maior predominância de sodomia, houve diferença significativa (p<0,05) para os grupos com e sem implante, com frequências de 1,3 e 2,3, respectivamente. Para os indicadores fisiológicos, temperatura retal, temperatura de superfície e frequência respiratória, apenas a frequência apresentou diferença significativa entre os tratamentos, com valores médios de 35 e 32 movimentos por minuto, respectivamente, para novilhas com e sem implante. Considerando as respostas obtidas com o experimento, o implante auricular de progesterona não influencia o desempenho, a qualidade da carne, as respostas fisiológicas e o comportamento normal dos animais.
Abstract: A large number of heifers and cows are used in Brazil for the production of meat, mainly due to the disposal of these animals on farms at the time of the herd replacement. The aim of this study was to evaluate the influence of a synthetic-progesterone ear implant in weight, meat quality, physiological responses, and behavior of Nellore heifers raised in an intensive system. Twenty-eight Nellore heifers with an average initial weight of 240.89 kg were used in the experiment. All animals received the same feeding management, in an intensive raising system, with mineral salt and water available ad libitum. Heifers were distributed in a randomized complete design with two treatments (with and without a progesterone ear implant) and seven replicates, in 14 stalls. The parameters relative to carcass and meat quantitative and qualitative characteristics, represented by carcass weight and carcass dressing, conformation, marbling, color, meat texture, carcass measurements, longissimus dorsi area, and fat thickness were not affected by the progesterone hormone, provided by the ear implant. In the evaluation of the feeding, rumination, rest, sleeping, social, and body-care behaviors, no significant differences were observed. For the abnormal behavior, however, in which sodomy predominated, a significant difference was observed between the groups with and without the implant (p<0,05), whose frequencies were 1.3 and 2.3, respectively. For the physiological indicators rectal temperature, surface temperature, and respiratory frequency, only the frequency showed a significant difference between the treatments, with mean values of 35 and 32 movements per minute, respectively, for the heifers with and without the implant. Based on the responses obtained in this experiment, the progesterone ear implant does not influence the performance, meat quality, physiological responses, or the normal behavior of animals.
Palavras-chave: Gordura
Músculo
Progestágenos
Resposta fisiológica
Zebuínos
Fat
Muscle
Progestogens
Physiological response
Zebuines
Área(s) do CNPq: ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Zootecnia (EVZ)
Citação: FERRO, Rafael Alves da Costa. Implante auricular de progesterona em características de carcaça, carne e comportamento de fêmeas nelore confinadas. 2015. 53 f. Tese (Doutorado em Zootecnia (EVZ) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5182
Data de defesa: 8-Dez-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Zootecnia (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Rafael Alves da Costa Ferro - 2015.pdf1,23 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons