Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5186
Tipo do documento: Tese
Título: Níveis de sombreamento artificial sobre as respostas fisiológicas, comportamentais, desempenho animal e características de carcaça e carne de nelore em confinamento
Título(s) alternativo(s): Levels of artificial shading on the physiological, behavioral, animal performance and carcass charcateristics of males and meat Nellore cattle in an intenstive production system
Autor: Ferro, Diogo Alves da Costa
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4117234031807957
Primeiro orientador: Arnhold, Emmanuel
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/7156945506134934
Primeiro coorientador: Miyagi, Eliane Sayuri
Segundo Coorientador: Bueno, Claudia Peixoto
Primeiro membro da banca: Arnhold, Emmanuel
Segundo membro da banca: Santos, Aracele Pinheiro Pales dos
Terceiro membro da banca: Coelho, Karyne Oliveira
Quarto membro da banca: França, Aldi Fernandes de Souza
Quinto membro da banca: Hellmeister Filho, Paulo
Resumo: Objetivou-se com o desenvolvimento deste trabalho avaliar a influência dos diferentes níveis de sombreamento artificial nas respostas fisiológicas, comportamentais, desempenho animal e características de carcaça e carne de machos Nelore em sistema intensivo de produção. O experimento foi realizado no período de julho a outubro de 2014, no confinamento experimental do curso de Zootecnia da Universidade Estadual de Goiás. Utilizaram-se 24 baias duplas de 24 m², destas, seis eram mantidas a céu aberto, seis com sombrite preto com malha 30%, seis com malha 50% e seis com malha 80%, cobrindo seis m² de sombra por baia, totalizando 48 bovinos machos Nelore, com peso médio inicial de 310 kg. Foi realizado duas vezes por semana avaliação de índice de temperatura e umidade e frequência respiratória e quinzenalmente a avaliação de comportamento, com início as 6:00h e término às 18:00h, totalizando 12h de avaliação. Observou-se o comportamento alimentar, ruminação, descanso, outras atividades, social, cuidados corporais, lúdico e anormal. Diariamente era realizada a pesagem da dieta fornecida aos animais e das sobras no cocho para determinação do consumo. No inicio do experimento foi realizado a pesagem inicial dos animais e outras três pesagem até o final do experimento, seguido do abate e avaliações de desempenho e características da carcaça e da carne. Quando se avaliou o índice de temperatura e umidade e frequência respiratória, verificou-se que os menores valores encontrados foram nas baias e nos animais mantidos com sombrite de 80 e 50% de interceptação luminosa. Não se observou diferença significativa nos tempos de comportamento alimentar e de ruminação e nas frequências de micção, defecação, autolimpeza e comportamentos sociais e anormais entre os animais mantidos sem ou com acesso ao sombreamento artificial. Foi observado que o comportamento de descanso, outras atividades e lúdico não diferiram entre os animais mantidos nas baias com 30, 50 e 80% de interceptação luminosa. Não foi observado diferença significativa entre o consumo de ração, peso inicial, peso final, ganho em peso total, ganho em peso médio diário, rendimento de carcaça, marmoreio, textura, acabamento, espessura de gordura subcutânea, área de olho de lombo, coloração, comprimento e perímetro de coxa, comprimento e perímetro de braço e comprimento de carcaça dos animais nos diferentes tratamentos. A utilização de sombreamento artificial não teve efeito significativo na maioria dos comportamentos, no desempenho e na qualidade da carne de bovinos Nelore em confinamento uma vez que a temperatura ambiente manteve dentro da zona de conforto térmico.
Abstract: This study aimed to evaluate the influence of different levels of artificial shading on the physiological, behavioral, animal performance and carcass characteristics of males and meat Nellore cattle in an intensive production system. The experiment was carried out from July to October 2014, in the experimental feedlot in the Animal Science Department at the State University of Goiás. Twenty-four double 24 m² stalls were used: six in the open air, six covered with black shading net with 30% light interception, six with shading net 50%, and six with shading net 80%, covering 6 m² in shade per stall, totaling 48 male Nellore cattle with an average initial weight of 310 kg. Temperature-humidity index and respiratory frequency were evaluated twice weekly, and behavior was evaluated fortnightly, starting at 06h00 and ending at 18h00, in a total of 12 h of evaluation. Feeding, rumination, rest, other activities, social, body care, playful, and abnormal behaviors were observed. The feed supplied to the animals and the orts left in the trough were weighed daily to determine their intake. Animals were weighed at the onset of the experiment and another three times until its end, followed by slaughter and assessments of characteristics and carcass and meat quality. The lowest values for temperature-humidity index and respiratory frequency were found in the stalls and animals under shading net with 80 and 50% light interception. There was no significant difference between the feeding and rumination times and frequencies of urination, defecation, self-cleaning act, and social and abnormal behaviors between the animals kept without and with access to artificial shading. Rest, other activities, and playful behaviors did not differ between the animals kept in the stalls with 30, 50, and 80% of light interception. No significant difference was observed between feed intake, initial weight, final weight, total weight gain, average daily weight gain, carcass dressing, marbling, texture, fat cover degree, subcutaneous fat thickness, loin-eye area, meat color, length and circumference thigh and leg, or carcass length of the animals in the different treatments. The use of artificial shading had no significant effect on most behavioral variables, performance, and meat quality of feedlot Nellore cattle, as the ambient temperature remained within the thermal comfort zone.
Palavras-chave: Desempenho
Etologia
Sistema intensivo
Sombrite
Ethology
Intensive system
Performance
Shading net
Área(s) do CNPq: ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Zootecnia (EVZ)
Citação: FERRO, Diogo Alves da Costa. Níveis de sombreamento artificial sobre as respostas fisiológicas, comportamentais, desempenho animal e características de carcaça e carne de nelore em confinamento. 2015. 47 f. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5186
Data de defesa: 7-Dez-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Zootecnia (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Diogo Alves da Costa Ferro - 2015.pdf1,23 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons