Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5198
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mortalidade materna em adolescentes no municipio de Goiânia no periodo de 2002 a 2011
Título(s) alternativo(s): Maternal mortality in adolescents in Goiânia from 2002 to 2011
Autor: Borges, Celma Dias
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5052946097434572
Primeiro orientador: Souza, Marta Rovery de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1155042579123151
Primeiro membro da banca: Souza, Marta Rovery de
Segundo membro da banca: Martins, Cleusa Alves
Terceiro membro da banca: Almeida, Alves Marques
Quarto membro da banca: Minamisava, Ruth
Quinto membro da banca: Palos, Marinésia Aparecida P.
Resumo: As causas de morte comuns a ambos os sexos, no entanto, as mulheres são vítimas de graves problemas ligados à sexualidade e à reprodução. Esses problemas se tornam mais graves para adolescentes, visto terem maior probabilidade de morrer do que uma mulher maior de 20 anos de idade por uma causa relacionada à gravidez. A maior vulnerabilidade das adolescentes para estas mortes está articulada às condições materiais de vida e os direitos preconizados para essa faixa etária ao longo das últimas décadas depende de políticas públicas efetivas. O objetivo deste estudo foi analisar a mortalidade materna em adolescentes, no município de Goiânia. Estudo observacional, descritivo. A população constitui-se pelos óbitos maternos de mulheres com idade entre 10 e 49 anos, ocorridos no município de Goiânia no período de 2002 a 2011, os dados coletados de fichas de Declaração de Óbito e fichas de Investigação de Óbito Feminino e Materno na Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia e estruturados no programa Microsoft Excel. Os resultados não demonstraram diferenças entre o perfil de mortalidade de adolescentes e mulheres de todas as faixas etárias. Identificou-se grande proporção de dados ignorados para quase todas as variáveis, entretanto, entre os dados registrados foi prevalente a faixa etária de 18 anos, cor negra, baixa escolaridade e causas obstétricas diretas para os óbitos maternos. Concluiu-se que a faixa etária em si não difere o perfil de mortalidade materna entre adolescentes e mulheres de todas as idades, porém independente da faixa etária em que ocorram, essas mortes constituem uma grave violação dos direitos humanos das mulheres por serem evitáveis em 92% dos casos; e que a situação de vulnerabilidade das adolescentes precisa ser reconhecida na prática, como condição para que nenhuma adolescente seja vítima desse tipo de morte.
Abstract: In addition to the common causes of death for both sexes, women are victimized by problems related to sexuality and reproduction. These problems become more severe for teenagers, as they are more likely to die than women greater than 20 years of age by a pregnancy-related, preventable death in most cases. The greater vulnerability of adolescents to these deaths is hinged to the material conditions of life and the rights recommended for this age group over the past decades depends one effective public politics. The aim of this study was to analyze maternal mortality in adolescents, in Goiânia, in the period 2002-2011. It is an observational, descriptive study conducted in the city of Goiânia, Brazil. The population included all maternal deaths of women aged between 10 and 49 years old in the city of Goiânia in the period 2002-2011, data collected from records of the death certificate and tokens Research Women and Maternal Death in the Municipal Health of Goiânia and structured in Microsoft Excel. The results showed no differences between the mortality profile of adolescents and women of all ages. Noteworthy is the proportion of unknown data for almost all variables, however, between the recorded data was prevalent age of 18, black color, low education and direct obstetric causes of maternal deaths. The conclusion from these findings is that age itself does not differ from the profile of maternal mortality among adolescents and women of all ages, but regardless of age where they occur, these deaths are a serious violation of human rights of women to be preventable in 92% of cases, and that the situation of vulnerability of adolescents to be recognized in practice as a condition for any teen is a victim of this type of death.
Palavras-chave: Adolescentes
Mortalidade materna
Morte feminina
Direitos reprodutivos
Adolescents
Maternal mortality
Female death
Reproductive rights
Área(s) do CNPq: SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PRPG)
Citação: BORGES, C. D. Mortalidade materna em adolescentes no municipio de Goiânia no periodo de 2002 a 2011. 2013. 86 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde Coletiva) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5198
Data de defesa: 20-Dez-2013
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Saúde Coletiva (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Celma Dias Borges - 2013.pdf8,14 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons