Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5227
Tipo do documento: Tese
Título: Olhos brancos sobre o sagrado nego : a construção da africanidade nas imagens de Pierre Verger
Autor: Torres, Marcos Antonio Cunha
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9530550332249923
Primeiro orientador: Capel, Heloisa Selma Fernandes
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0202627724737454
Primeiro membro da banca: Capel, Heloisa Selma Fernandes
Segundo membro da banca: Conduru, Roberto Luís Torres
Terceiro membro da banca: Possamai, Zita Rosane
Quarto membro da banca: Oliveira, Eliézer Cardoso de
Quinto membro da banca: Noronha, Márcio Pizarro
Resumo: O diálogo sobre as religiões de matriz africana tem mobilizado importantes setores da academia brasileira a partir da segunda metade do século XX e se intensificado no atual século. A pesquisa busca compreender a afirmação de um olhar, de Pierre Verger (1902-1996), que contribui significativamente com a consolidação de uma matriz religiosa africana como o candomblé, capaz de se nacionalizar e se articular como referência identitária para os seus fiéis como referência na construção de uma África mítica, traduzida em discurso político para os movimentos sociais da população negra no Brasil. Ao analisar as imagens de Pierre Verger a partir do conceito de deslocamento cultural do mundo ocidental, afirmando novos valores e novos olhares, que se desvelam na abertura das imagens. Tal processo identifica, por meio da construção imagética e apropriação dos intelectuais em torno do artista, um olhar que afirma a africanidade como definidora da experiência cultural e religiosa dos negros no Brasil. Assim, estabelece-se um padrão de intenção no qual, o negro ganha autonomia e valorização a partir de seu corpo e de sua sacralidade e onde a miscigenação e a pluralidade da sua cultura perde a importância.
Abstract: The dialogue on religions of African origin has mobilized important sectors of the Brazilian Academy since the second half of the twentieth century and intensified in the current century. The research seeks to understand the statement of a look, Pierre Verger (1902-1996), which contributes significantly to the consolidation of an African religious matrix as Candomblé, able to nationalize and articulate how identity reference to the faithful as a reference the construction of a mythical Africa, translated into political discourse to the social movement of black people in Brazil. By analyzing the Pierre Verger's images from the cultural shift concept of the Western world, claiming new values and new looks, which are unveiled at the opening of the images. This process identifies, through the imagery construction and ownership of intellectuals around the artist, a look that says Africanity as defining the cultural and religious experience of blacks in Brazil. So intent establishes a pattern in which the black gains autonomy and appreciation from your body and its sacredness and where miscegenation and the diversity of its culture loses importance.
Palavras-chave: Candomblé
Pierre Verger
Relações étnico-raciais
Candomblé
Pierre Verger
Etnicorraciais relations
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Historia (FH)
Citação: TORRES, M. A. C. Olhos brancos sobre o sagrado nego : a construção da africanidade nas imagens de Pierre Verger. 2015. 204 f. Tese (Doutorado em Historia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5227
Data de defesa: 15-Set-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Marcos Antonio Cunha Torres - 2015.pdf4,3 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons