Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5333
Tipo do documento: Tese
Título: Análise imunogênica da proteína recombinante aspartil aminopeptidase (Rv0800) de Mycobacterium tuberculosis
Título(s) alternativo(s): Immunogenic analysis of the recombinant protein aspartil aminopeptidase (Rv0800) from Mycobacterium tuberculosis
Autor: Silva, Duanne Alves da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4222984095723212
Primeiro orientador: Junqueira-Kipnis, Ana Paula
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1252262903952987
Primeiro coorientador: Kipnis, André
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/4434965360286741
Segundo Coorientador: Leite, Liliana Borges de Menezes
Primeiro membro da banca: Junqueira-Kipnis, Ana Paula
Segundo membro da banca: Sousa, Eduardo Martins de
Terceiro membro da banca: Oelemann, Walter Martin Roland
Quarto membro da banca: Souza, Guilherme Rocha Lino de
Quinto membro da banca: Santin, Ana Paula Iglesias
Resumo: Este trabalho teve como objetivo avaliar a capacidade da enzima Rv0800 (DAP) do Mycobacterium tuberculosis como componente de vacina de subunidade proteica em dois sistemas de adjuvantes derivados de plantas. Para tanto, foi feita a produção heteróloga da enzima Rv0800 em E. coli e sua expressão pelo Mtb foi confirmada. A proteína recombinante obtida (rDAP) foi avaliada como vacina primeiramente associada ao Cn-AMP1, um peptídeo antimicrobiano proveniente da água de coco, e em outro experimento, associada ao ADVAXTM, um adjuvante polissacarídico derivado da delta inulina e foram usadas para vacinar camundongos BALB/c. As vacinas DAPC e DAPVAX induziram anticorpos IgG1 e IgG2a específicos. A vacina DAPC gerou resposta imune celular de linfócitos TCD4+ e TCD8+ produtores de IFN-γ+ antes e depois do desafio com Mtb, e quando combinada com a vacina BCG melhorou a resposta induzida por esta. Contudo, apesar de as vacinas terem induzido resposta imune específica no modelo estudado, após a infecção foram geradas extensas lesões pulmonares e não houve diminuição da carga bacilar nos pulmões. Neste projeto foram desenvolvidas novas vacinas de subunidade proteica compostas por uma enzima do Mycobacterium tuberculosis associada a adjuvantes derivados de plantas, nunca testados no modelo murino de infecção e que se mostraram imunogênicas, mas não conferiram proteção.
Abstract: sem resumo em língua estrangeira.
Palavras-chave: Tuberculose
Protease
Bacilo de Koch
Imunogenicidade
Vacina
Adjuvante
Tuberculosis
Protease
Kock bacillus
Immunogenicty
Vaccine
Adjuvant
Área(s) do CNPq: MEDICINA VETERINARIA PREVENTIVA::SAUDE ANIMAL (PROGRAMAS SANITARIOS)
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: SILVA, D. A. Análise imunogênica da proteína recombinante aspartil aminopeptidase (Rv0800) de Mycobacterium tuberculosis. 2014. 129 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5333
Data de defesa: 5-Dez-2014
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Duanne Alves da Silva - 2014.pdf5,39 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons