Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5517
Tipo do documento: Tese
Título: Como o Oeste se perdeu: representação, nação e modernidade no Novo Western (1969-2012)
Título(s) alternativo(s): How the West was lost: representation, nation and modernity in the New Western (1969-2012)
Autor: Borges, Rafael
Primeiro orientador: Bittencourt, Libertad Borges
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0627231583730287
Primeiro membro da banca: Bittencourt, Libertad Borges
Segundo membro da banca: Ávila, Arthur Lima de
Terceiro membro da banca: Mendonça , Paulo Knauss de
Quarto membro da banca: Silva , Luiz Sérgio Duarte da
Quinto membro da banca: Abdala Junior, Roberto
Resumo: Este trabalho parte da problematização das alterações percebidas nas representações fílmicas no gênero cinematográfico do western estadunidense, intentando oferecer uma interpretação às mesmas. Partindo do pressuposto de que o faroeste lida com temas basilares para a construção da imagem da nação dos Estados Unidos – como o Destino Manifesto e a tese da fronteira – propõe-se que essas mudanças identificadas apontam para uma revisão e desconstrução da imagem de nação elaborada pelos próprios estadunidenses. Contudo, para além da discussão acerca da desconstrução dessa imagem, assume-se o western como imagem eurocêntrica, um mito que manifesta nos Estados Unidos o mesmo mito do progresso que legitima o projeto moderno ocidental. Assim sendo, defende-se a tese de que as novas representações cinematográficas que têm obtido repercussão a partir da principal premiação do cinema estadunidense ao longo dos anos apontam, em última instância, para uma crítica à própria modernidade, como discurso e processo histórico, permitindo que se vislumbre um novo momento e um novo projeto sintetizado na ideia de transmodernidade.
Abstract: This work starts from the questioning of changes perceived in filmic representations in film genre of the US Western, intending to offer an interpretation to them. Assuming that the Western deals with fundamental issues for the construction of the US nation's image - as the Manifest Destiny and the frontier thesis - it is proposed that these identified changes suggest reviewing and a desconstruction of the nation image elaborate by Americans themselves. However, in addition to the discussion about the deconstruction of this image, it is assumed the western as Eurocentric image, a myth that manifests in the United States the same myth of progress that legitimizes the Western modern project. Therefore, defends the thesis that the new cinematic representations that have gotten repercussion from the main prize of the US cinema over the years, indicate, ultimately, a critique of modernity itself, as discourse and historical process, allowing that glimpse a new time and a new project synthesized in idea of transmodernity.
Palavras-chave: Western
Representação
Nação
Modernidade
Desconstrução
Western
Representation
Nation
Modernity
Desconstruction
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Historia (FH)
Citação: BORGES, Rafael. Como o Oeste se perdeu: representação, nação e modernidade no Novo Western (1969-2012). 2015. 429 f. Tese (Doutorado em Historia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5517
Data de defesa: 27-Fev-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Rafael Borges - 2015.pdf5,6 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons