Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5666
Tipo do documento: Dissertação
Título: Utilização de misturas de coprodutos em rações de vacas leiteiras
Título(s) alternativo(s): Use of byproducts of mixtures in diets of fairy cows
Autor: Ferreira, Lorrany Bento
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0876584148893489
Primeiro orientador: Zacaroni, Ozana de Fátima
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4582215859105753
Primeiro coorientador: Lima, Milton Luiz Moreira
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/7562710128026687
Segundo Coorientador: Fernandes, Juliano José de Resende
Currículo Lattes do segundo coorientador: http://lattes.cnpq.br/7949776443064259
Primeiro membro da banca: Zacaroni, Ozana de Fátima
Segundo membro da banca: Amaral, Alliny das Graças
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Marinaldo Divino
Resumo: O objetivo foi avaliar a substituição parcial de silagem de milho e concentrado por misturas de coprodutos sobre o consumo de matéria seca, produção e composição do leite, refeição condicionada, digestibilidade aparente total no trato digestivo e comportamento ingestivo de vacas leiteiras. Nove vacas multíparas em lactação, oriundas do cruzamento Holandês x Jersey, foram confinadas em baias tie stall e utilizadas em quadrado latino replicados 3x3, com períodos de 18 dias. Os tratamentos foram (% da MS): Controle - 53,5% de silagem de milho e 46,5% de concentrado; Mistura 1 - 43% de silagem de milho, 30% de concentrado e 27% de mistura de coprodutos 1 e Mistura 2 - 18% de silagem de milho, 31% de concentrado e 51% de mistura de coprodutos 2. A alimentação foi fornecida individualmente, duas vezes ao dia em dieta completa. Em cada período, a alimentação oferecida, sobras e fezes foram coletadas, quantificadas e analisadas para os teores de matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE), fibra em detergente neutro (FDN) e matéria mineral (MM) para determinar o consumo e digestibilidade. A produção de leite foi registrada no final de cada período experimental, em que as amostras de leite foram coletadas e compostas de 2 ordenhas diárias e analisadas quanto ao teor de gordura, proteína e lactose. A refeição condicionada foi avaliada nos dias um, sete e 14 dos períodos experimentais, em que a ração foi pesada duas horas após seu fornecimento no período da manhã. A atividade mastigatória foi avaliada visualmente a cada 5 minutos durante 24 horas. A análise estatística foi realizada com PROC MIXED do SAS e as médias comparadas pelo teste de Tukey com nível de significância de 5%. O consumo de matéria seca, a produção e composição do leite não diferiram (P >0,05) entre os tratamentos Controle e Mistura 1. O tratamento Mistura 2 diminuiu (P<0,05) o consumo de matéria seca (13,2 vs. 15,9 kg/d), produção de leite corrigido para gordura (22,7 vs. 25,3 kg/d), os teores de gordura (3,63 vs. 4,06%), proteína (2,87 vs. 3,07%) e o rendimento de lactose do leite (1,11 vs. 1,17 kg/dia) comparado ao tratamento Controle. Não houve efeito (P>0,05) sobre a digestibilidade da MS, MO e FDN entre os tratamentos Controle e Mistura 1, entretanto no tratamento Mistura 2 a digestibilidade da MS (65,8 vs. 58,4%) e MO (68,6 vs. 60,6%) foram maiores (P<0,05) em relação ao Controle. O consumo de MS na refeição condicionada foi menor (P<0,05) no dia sete e 14 para o tratamento Mistura 2 comparada ao Controle. As variáveis de ingestão, ruminação e mastigação não diferiram (P>0,05) entre o Controle e Mistura 1. E no tratamento Mistura 2 os tempos de ruminação (425 min/dia) e mastigação (640 min/dia) foram menores (P<0,05) comparado ao tratamento Controle. O tratamento Mistura 1 pode ser utilizado sem perda na produtividade animal, entretanto o tratamento Mistura 2 deprimiu o consumo de matéria seca, produção e teor de sólidos do leite.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the partial replacement of corn silage and concentrate mixtures of by-products on the dry matter intake, milk yield and composition, conditioned meal, apparent digestibility in the digestive tract and feeding behavior of dairy cows. Nine multiparous lactating cows, coming from Holstein x Jersey cross, were confined in tie stall stalls and used Latin square 3x3 replicated, with periods of 18 days. The treatments were (% DM): Control - 53.5% corn silage and 46.5% concentrate; Mixture 1-43% corn silage, 30% concentrate and 27% of by-products of mixture 1 and Mixture 2-18% corn silage, 31% concentrate and 51% of by-products mixture 2. The feed was provided individually twice a day in complete diet. In each period, the offered food, leftovers and feces were collected, quantified and analyzed for dry matter (DM), organic matter (OM), crude protein (CP), ether extract (EE), neutral detergent fiber ( NDF) and mineral matter (MM) to determine the intake and digestibility. The production of milk was recorded at the end of each experimental period, wherein the milk samples were collected and composed of two daily milkings and analyzed for fat, protein and lactose. The conditioned meal was assessed on days one, seven, and 14 of the experimental period, in which the feed was weighed two hours after its supply in the morning. The masticatory activity was visually assessed every 5 minutes for 24 hours. Statistical analysis was performed with PROC MIXED SAS and the means compared by Tukey test at 5% significance level. The dry matter intake, production and composition of milk did not differ (P>0.05) between treatments Control and Mixture 1. Mixture 2 treatment decreased (P<0.05) dry matter intake (13.2 vs. 15.9 kg /d) producing corrected milk fat (22.7 vs. 25.3 kg / d), fat content (3.63 vs. 4.06%), protein (2.87 vs. 3.07 %) and lactose milk yield (1.11 vs. 1.17 kg / day) compared to the Control treatment. There was no effect (P>0.05) on the digestibility of DM, OM and NDF between Control and Mixture 1 treatments, however the Mixture 2 treatment DM digestibility (65.8 vs. 58.4%) and MO (68.6 vs. 60.6%) were higher (P<0.05) compared to Control. MS consumption in the conditioned meal was lower (P<0.05) on day seven and 14 for Mixture the 2 treatment compared to the Control. The intake variables, rumination and chewing did not differ (P> 0.05) between the Control and Mixture 1. Mixture 2 and the treatment rumination times (425 min/d) and chewing (640 min/d) were lower (P<0.05) compared to Control. The Mixture 1 treatment can be used without loss in animal productivity, however treatment Mixture 2 depressed the dry matter intake, milk production and solid content.
Palavras-chave: Agroindústrias
Bovino
Desempenho
Leite
Agribusiness
Cattle
Performance
Milk
Área(s) do CNPq: ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Zootecnia (EVZ)
Citação: FERREIRA, L. B. Utilização de misturas de coprodutos em rações de vacas leiteiras. 2016. 42 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5666
Data de defesa: 4-Mar-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Zootecnia (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Lorrany Bento Ferreira - 2016.pdf1,56 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons