Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5668
Tipo do documento: Dissertação
Título: A romaria de Santa Luzia: contribuições da fé para a construção de uma identidade territorial na comunidade de Santa Luzia – município de Porangatu/GO
Título(s) alternativo(s): The pilgrimage of Santa Luzia : faith contributions to the construction of a territorial identity in the community of Santa Luzia - city of Porangatu / GO
Autor: Moura, Marcos Roberto Pereira
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6766958441661476
Primeiro orientador: Almeida, Maria Geralda de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4465452999284335
Primeiro membro da banca: Almeida, Maria Geralda de
Segundo membro da banca: Araújo Sobrinho, Fernando Luiz
Terceiro membro da banca: D’Abadia, Maria Idelma Vieira
Quarto membro da banca: Chaveiro, Eguimar Felício
Resumo: A romaria de Santa Luzia é uma manifestação católica realizada no município de Porangatu desde 2002. A comunidade de Santa Luzia, responsável por organizar a festa em louvor a sua santa padroeira, é uma das comunidades rurais pertencentes ao território religioso da Igreja Católica local. Esse estudo tem como principal objetivo, compreender como a romaria de Santa Luzia, em seus rituais e simbolismos, contribui para a formação de uma identidade territorial na comunidade que a concretiza. Os territórios religiosos da Igreja Católica são delimitações territoriais nas quais o clero gerencia os serviços religiosos da fé católica além de promover uma identidade religiosa nesse território. Em termos de procedimentos metodológicos, inicialmente, dedicou-se a revisão bibliográfica, a utilizar-se de artigos de periódicos, textos publicados em anais de eventos, livros, além de textos de finalização de curso. A pesquisa documental também se mostrou de profunda necessidade na ordenação lógica de elementos e fatos. Os trabalhos de campo foram efetuados por meio de uma etnogeografia associada à pesquisa participante, com entrevistas e questionários semi-estruturados, contando também com a história oral. A romaria de Santa Luzia apesar de ter sido idealizada por um agente externo à comunidade, sempre foi realizada pelos moradores da comunidade. Como uma tradição inventada, essa romaria já é considerada um patrimônio da comunidade local, responsável por gerar sentimentos de pertencimento tanto pela festa, como pelo território da comunidade, onde celebram a festividade. Foi possível apreender que nas disputas simbólicas pelo território festivo da romaria, a comunidade de Santa Luzia procura impor seu sentido de festa, tentando resguardá-la de práticas profanas, como danças e bebedeiras. Ainda destacamos o fato de que as identidades territoriais na comunidade, construídas em um território simbólico que condensa a memória coletiva do grupo, encontram nos territórios católicos sua conformação. Evidenciou-se que as rezas devotadas aos santos de cada família da comunidade são importantes formas de sociabilidade na comunidade, além de contribuírem para a formação da identidade territorial na localidade. A romaria de Santa Luzia é responsável por articular um conjunto de elementos simbólicos que participaram da construção social da comunidade. Ao realizar-se todos os anos, a festa religiosa revigora o passado da comunidade e o conecta ao presente, além de tornar a comunidade mais conhecida. Assim, foram identificados três elementos a contribuírem de forma significativa com a identidade territorial na comunidade de Santa Luzia: os territórios católicos institucionalizados, as rezas e a romaria
Abstract: The pilgrimage of Santa Lucia is a Catholic manifestation held in the city of Porangatu since 2002. The community of Santa Luzia, responsible for organizing the party in honor of its patron saint, is one of the rural communities belonging to religious territory of the local Catholic Church. This study aims to understand how the pilgrimage of Santa Luzia, in their rituals and symbolism, contribute with formation of a territorial identity in the community that materializes. Religious territories of the Catholic Church are territorial delineations in which the clergy manages the religious services of the Catholic faith and to promote a religious identity in that territory. In terms of methodological procedures initially was devoted to literature review, to be used for journal articles, beyond texts published in conference proceedings, books, and Graduation texts. The documentary research also showed the deep need in the logical ordering of elements and facts. The field work was carried out through an ethnogeography associated with participatory research, with semi-structured interviews and questionnaires, also relying on oral history. Even though, the pilgrimage of Santa Luzia it was designed by an outsider to the community, has always been held by farmers in the community. As an invented tradition, this festival is already considered a heritage of the local community, responsible for generating feelings of belonging both for the party, as the territory of the community, where celebrate the celebration. It was possible to apprehend that the symbolic disputes for festive territory of the pilgrimage, the community of Santa Luzia seeks to impose their sense of party, trying to protect it from unholy practices, such as dances and drunkenness. It also highlights the fact that territorial identities in the community, built on a symbolic territory that sums up the collective memory of the group, are in Catholic territories its conformation. It became clear that the devoted prayers to the saints of each community family are important forms of sociability in the community and contribute to the formation of territorial identity in the locality. The celebration of Santa Lucia is responsible for articulating a set of symbolic elements that participated in the community's social construction. To be held every year, the religious celebration revives the past of the community and connects it to the present, in addition to making the best known community. Thus, three elements have been identified to contribute significantly to territorial identity in the community of Santa Luzia: institutionalized Catholic territories, prayers and pilgrimage.
Palavras-chave: Território religioso
Catolicismo
Romaria
Identidade
Comunidade de Santa Luzia
Religious territory
Catholicism
Pilgrimage
Identity
Community of Santa Luzia
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA)
Citação: MOURA, Marcos Roberto Pereira. A romaria de Santa Luzia: contribuições da fé para a construção de uma identidade territorial na comunidade de Santa Luzia – município de Porangatu/GO. 2015. 205 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5668
Data de defesa: 17-Nov-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Marcos Roberto Pereira Moura - 2015.pdf6,31 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons