Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5679
Tipo do documento: Tese
Título: Hemostasia e reação tecidual ao implante de esponja de quitosana‏ em lesão hepática de camundongos
Título(s) alternativo(s): Hemostasis and tissue reaction to chitosan sponge implant in liver injury in mice
Autor: Costa, Flávia Resende Martins da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4657757126862462
Primeiro orientador: Araújo, Eugênio Gonçalves de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3919777570059928
Primeiro coorientador: Filice, Letícia de Souza Castro
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/9213076488588229
Segundo Coorientador: Fioravanti, Maria Clorinda Soares
Currículo Lattes do segundo coorientador: http://lattes.cnpq.br/8772502020076257
Primeiro membro da banca: Araújo, Eugênio Gonçalves
Segundo membro da banca: Carneiro, Jussara de Souza
Terceiro membro da banca: Jacomini, José Octavio
Quarto membro da banca: Martins, Danieli Brolo
Quinto membro da banca: Santin, Ana Paula Iglesias
Resumo: A quitosana é um polissacarídeo amino derivado da quitina. Constitui a maior parte dos exoesqueletos dos insetos, crustáceos e parede celular de fungos, sendo um produto natural, de baixo custo, renovável e biodegradável. Características como biocompatibilidade e biodegradabilidade possibilitam diversas utilizações deste biomaterial na área da saúde. Com o presente estudo objetivou-se avaliar o efeito hemostático ao contato e a reação tecidual ao implante de esponja de quitosana-alginato em lesão hepática em camundongos (linhagem Swiss) saudáveis, comparando-os aos de esponjas de colágeno hidrolisado liofilizadas. As lesões foram induzidas cirurgicamente. O acesso à cavidade abdominal foi feito por meio de incisão longitudinal mediana pré-retro-umbilical, seguida de localização e exposição do lobo hepático esquerdo. O defeito hepático foi realizado por incisão circular através da cápsula hepática com punch dermatológico de 5,0mm, centralizado na região exposta do lobo esquerdo. Os efeitos hemostáticos de contato das esponjas de quitosana e colágeno hidrolisado foram avaliados por meio de sua compressão sobre as lesões hemorrágicas, enquanto os efeitos de seu implante foram observados a partir da incorporação de fragmentos das referidas esponjas nos defeitos hepáticos produzidos. Esponjas de gaze foram usadas como controle para o estudo de contato. Para a avaliação dos implantes, os segmentos hepáticos retirados para a produção da falha hepática foram utilizados como controles. Os tempos médios para hemostasia nos tratamentos com quitosana e colágeno foram de 49 segundos e, nos tratamentos com gaze, um minuto e 28 segundos. À macroscopia observaram-se aderências omentais sobre os implantes e integração mais rápida da esponja de colágeno ao tecido receptor. A avaliação microscópica evidenciou reação inflamatória aos dois materiais implantados e estímulo à síntese de colágeno. A percentagem média de colágeno dos segmentos hepáticos receptores dos implantes de esponja de quitosana-alginato e de esponja de colágeno hidrolisado apresentou elevação significativa entre 7 e 14 dias pós-operatórios, permitindo inferir efeito estimulante exercido pelas esponjas de quitosana sobre a reparação tissular. Concluiu-se que esponjas de quitosana apresentam ação hemostática e efeito estimulante sobre a síntese de fibras colágenas hepáticas.
Abstract: Chitosan is a polysaccharide amino derivative of chitin, and constitutes most of the insects and crustaceans exoskeletons and fungal cell wall, thus being a low-cost, renewable and abundant, biodegradable natural product. Biological characteristics, biocompatibility and biodegradability allows various uses of this biomaterial in healthcare. The present study aimed to evaluate the hemostatic contact effect and tissue response to the implant of chitosan-alginate sponge in hepatic lesion in Swiss mice, comparing to freeze-dried hydrolyzed collagen sponges. The lesions were surgically induced. The hemostatic contact effects of chitosan and hydrolyzed collagen sponges were evaluated through its mechanical compression on hemorrhagic lesions, while the effects of his implants were observed from the incorporation of fragments of those sponges in liver failures. Gauze sponges were used as control for contact study. For the implants evaluation, liver segments removed to produce hepatic injury were used as controls. Average hemostasis times for chitosan and collagen treatments were 49 seconds, and one minute and 28 seconds for gauze treatments. Grossly, omental adhesions were observed on the implants and faster integration of collagen sponge at receiver tissue. Microscopic evaluation showed inflammatory reaction to both implanted materials and collagen synthesis stimulation. Average percentage of collagen from hepatic recipients segments of the chitosan-alginate sponge implant, and collagen hydrolyzate sponge implant increased significantly between 7 and 14 days postoperatively, pointing to a stimulating effect exerted by chitosan sponges for tissue repair. In conclusion, chitosan sponges have hemostatic action and stimulating effect on the synthesis of hepatic collagen fibers.
Palavras-chave: Biomateriais
Hemostáticos
Fígado
Quitosana-alginato
Roedores
Biomaterials
Chitosan-alginate
Hemostatic
Liver
Rodents
Área(s) do CNPq: MEDICINA VETERINARIA::PATOLOGIA ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: COSTA, F. R. M. Hemostasia e reação tecidual ao implante de esponja de quitosana‏ em lesão hepática de camundongos. 2015. 64 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5679
Data de defesa: 30-Jun-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Flávia Resende Martins da Costa - 2015.pdf3,35 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons