Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5714
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ultrassonografia em modo b e doppler pulsado para a avaliação da injúria renal aguda induzida em cães adultos
Título(s) alternativo(s): Bi-dimensional and pulsed doppler ultrasonography in acute renal injury
Autor: Bragato, Nathália
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2369263267891291
Primeiro orientador: Borges, Naida Cristina
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9181279951885005
Primeiro coorientador: Fioravanti, Maria Clorinda Soares
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/8772502020076257
Primeiro membro da banca: Borges, Naida Cristina
Segundo membro da banca: Veado, Júlio César Cambraia
Terceiro membro da banca: Carvalho, Rosângela de Oliveira Alves
Resumo: A lesão renal aguda resulta principalmente da ação de agentes nefotóicos e de isquemia renal que geralmente afetam a porção tubular do néfron, sendo o uso de medicamentos potencialmente nefrotóxicos, como a gentamicina, umas das principais causas. A detecção precoce da lesão renal aguda permite a intervenção apropriada podendo prevenir ou atenuar o dano à célula tubular e o desenvolvimento da insuficiência renal aguda (IRA). O diagnóstico requer a associação de técnicas, sendo eficaz o emprego do exame ultrassonográfico associado aos exames laboratoriais. A ultrassonografia permite a avaliação da morfologia e da ecogenicidade renal por meio do exame em modo bidimensional (modo B) e da hemodinâmica renal por meio da avaliação com o Doppler pulsado pelo cálculo dos índices de resistividade e pulsabilidade. No presente estudo a lesão renal aguda foi induzida em seis cães, com o uso de 30mg/kg de gentamicina uma vez ao dia, durante dez dias, com o objetivo de confirmar a importância da ultrassonografia em modo B e Doppler pulsado para o diagnóstico, acompanhamento e determinação do prognóstico. Os cães foram acompanhados durante 45 dias por meio de exame clínico, exame de urina, dosagem sérica de ureia e creatinina, dosagem de GGT urinária e exame ultrassonográfico. Seis cães saudáveis foram utilizados como grupo controle e acompanhados nos mesmos momentos. Os resultados deste estudo demonstraram que a ultrassonografia foi capaz de diagnosticar a lesão renal aguda mais precocemente que as alterações laboratoriais, além de ser útil para o acompanhamento e determinação do prognóstico, uma vez que o aspecto ultrassonográfico voltou à normalidade na maioria dos cães após a recuperação e, os cães que desenvolveram IRA apresentaram valores mais elevados do volume, dos índices Doppler e do grau de ecogenicidade.
Abstract: Acute kidney injury (AKI) resulting from toxic or ischemic insults and usually affect the tubular portion of the nephron, the use of potentially nephrotoxic drugs such as gentamycin one of the main causes. Early detection allows the AKI appropriate intervention may prevent or mitigate damage to the tubular cell and the development of acute renal failure (ARF). Diagnosis requires a combination of techniques, and be effective employment ultrasonography associated with laboratory tests. Ultrasound allows assessment of morphology and renal echogenicity by taking on bi-dimensional mode (B-mode) and renal hemodynamics through the assessment with pulsed Doppler with resistivity and pulsatility indices calculation. In this study, AKI was induced in six dogs with 30mg/kg of gentamicin once a day, for 10 days, in order to confirm the importance of B-mode and pulsed Doppler ultrasound for the diagnosis, monitoring and prognosis determination. Dogs were followed for 45 days by clinical examination, urinalysis, serum urea and creatinine, urinary GGT dosing and ultrasound. Six healthy dogs were used as control group and followed the same moments. The results of this study demonstrated that ultrasound is earlier than changes in laboratory diagnosis of ARI, and is useful for monitoring and prognosis determination, since the ultrasound aspect returned to normal in most dogs after recovery and dogs with ARF had higher values of the volume, of the Doppler indices and the degree of echogenicity.
Palavras-chave: Lesão renal aguda
Ecogenicidade
Ecografia
Indice de pulsabilidade
Indice de resistividade
Acute renal lesion
Echogenicity
Echography
Pulsatility index
Resistivity index
Área(s) do CNPq: PATOLOGIA ANIMAL::PATOLOGIA CLINICA ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: BRAGATO, Nathália. Ultrassonografia em modo b e doppler pulsado para a avaliação da injúria renal aguda induzida em cães adultos. 2015. 81 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5714
Data de defesa: 24-Ago-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Nathalia Bragato - 2015.pdf2,75 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons