Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5744
Tipo do documento: Tese
Título: Desnudando a masculinidade: representações de nudez e seminudez na estatuária funerária paulistana (1920-1950)
Título(s) alternativo(s): Baring masculinity: representations of nudity and seminudity in the funeral statuary of São Paulo (1920-1950)
Autor: Carneiro, Maristela
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8461204091007488
Primeiro orientador: Borges, Maria Elizia
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0672444382021221
Primeiro membro da banca: Borges, Maria Elizia
Segundo membro da banca: Chiarelli, Domingos Tadeu
Terceiro membro da banca: Leandro, José Augusto
Quarto membro da banca: Jesus , Samuel José Gilbert de
Quinto membro da banca: Noronha, Márcio Pizarro
Resumo: A presente tese investiga o uso da nudez e da seminudez e as múltiplas representações de masculinidade na arte funerária modernista da cidade de São Paulo, a partir do acervo escultórico dos Cemitérios da Consolação, Araçá e São Paulo, instalados na capital paulista, no período de 1920 a 1950. Resulta do doutoramento junto ao Programa de Pós-Graduação em História, da Universidade Federal de Goiás (PPGH/UFG), sob a orientação da Profª Dra. Maria Elizia Borges, outrossim dos subsídios obtidos quando da realização de período sanduíche na Facoltà di Architettura dell'Università degli Studi di Napoli “Federico II”, sob a tutela do Profº Dr. Fábio Mangone. Questiona-se que aspectos sociais e culturais tais imagens masculinas simbolizam, atentando para as funções próprias do espaço cemiterial, enquanto objeto arquitetônico por definição. As mesmas são tomadas a partir do prisma da história da arte, que permite que os vocábulos em questão – arte e história – possam se criticar e transformar reciprocamente, abrindo as fronteiras disciplinares, conceituais e linguísticas, bem como possibilitando que os domínios do historiador sejam modificados pelas clivagens da arte. A partir do inventário das ocorrências de imagens masculinas, parcial ou completamente despidas, observou-se que os pressupostos estéticos italianos, sobretudo do Novecento, influenciam de modo singular a tessitura da arte funerária paulistana. As esculturas em questão se utilizam de representações que ora destacam a sensibilidade perante a morte, ora deixam em relevo a virilidade em associação ao mundo do trabalho – em outras palavras, não constituem um discurso único e imutável sobre o ser masculino no período investigado. A análise da composição das esculturas permite recuperar parte dos devaneios dos escultores e sua expressividade estética e os significados do uso da nudez e da seminudez corporal na arte funerária. Ademais, evidencia-se que os cemitérios a céu aberto permitem a exposição de representações de uma masculinidade sensível e/ou viril com maior liberdade expressiva. Em síntese, as esculturas em questão, enquanto imagens, são historicamente localizadas e ao mesmo tempo, portadoras de diferentes temporalidades e espacialidades em seus fundamentos, sempre permeadas por um processo contínuo de reconfiguração, tanto do passado quanto do presente. “Desnudálas” permite que se encontrem vestígios da expressão italiana nas terras tropicais.
Abstract: This thesis investigates the use of nudity and seminudity and the multiple representations of masculinity in the modern funerary art at the city of São Paulo, looking at the collection of sculptures of the Consolação, Araçá and São Paulo cemeteries, situated in São Paulo State Capital, between 1920 and 1950. This work is a result of the doctorate research done for in the post-graduation program in History, at Universidade Federal de Goiás PPGH/UFG, supervised by Professor Dr. Maria Elizia Borges, furthermore by other resources obtained during the Sandwich Doctorate at Facoltà di Architettura dell'Università degli Studi di Napoli “Federico II”, under supervision of Professor Dr. Fábio Mangone. It is questioned which social and cultural aspects symbolize such male images, paying attention to the proper functions of the space of the cemetery, as an architectural object by definition. These are seen through the prism of Art History, allowing the terms – Art and History – to criticize and transform each other, opening disciplinary borders, as well as conceptual and linguistic ones, enabling for the domain of the historian to be modified by interventions of Art. Through the tabulation of male image occurrences, partially or completely naked, is observed that Italian aesthetic premises, especially those of the Novecento, have significant influence over the elaboration of São Paulo funerary art. This sculptures utilize often depictions that highlight sensibility in face of death, as well as the virility associated with work, on the other hand – in other words, there is no single, unchanging discourse on masculinity in the time period investigated. The analysis of the composition of the sculptures allow reconstructing partially the musings of the sculptors and their aesthetic expressivity as well as the meanings of their use of nudity and seminudity in the funerary art of the period. Furthermore, it is poited out that open air cemeteries allow for the exhibition of depictions of a masculinity sensitive and/or virile with greater expressive liberty. In short, these sculptures, as images, are historically localized and at the same time, bearers of a variety of temporalities and spatialities in the foundations, ever permeated by a continuous process of reconfiguration, from both, Past and Present. “Baring” them allows to find vestiges of Italian expression in the Tropical lands.
Palavras-chave: Escultura funerária
Masculinidade
Nudez e seminudez
Cemitérios paulistanos
Novecento taliano
Funerary sculpture
Masculinity
Nudity and seminudity
São Paulo cemeteries
Italian Novecento
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Historia (FH)
Citação: CARNEIRO, M. Desnudando a masculinidade: representações de nudez e seminudez na estatuária funerária paulistana (1920-1950). 2016. 346 f. Tese (Doutorado em Historia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5744
Data de defesa: 23-Jun-2016
Aparece nas coleções:Doutorado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Maristela Carneiro - 2016.pdf16,02 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons