Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5830
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMelo, Letticia Vieira de-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4483831J4por
dc.contributor.advisor1Figueredo, Carla Janaína-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4770258D1por
dc.date.accessioned2016-08-05T12:24:41Z-
dc.date.issued2016-03-04-
dc.identifier.citationMELO, L. V. Professor também tem sentimentos:a afetividade de uma professora de inglês como língua estrangeira. 2016. 167 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5830-
dc.description.resumoEsta dissertação discute elementos da afetividade de uma professora de inglês como LE da rede municipal de ensino de Goiânia, mais precisamente do ciclo II de uma escola da região noroeste da cidade. Além disso, este estudo também investiga como essa professora percebe sua própria afetividade e a influência dela em sua prática pedagógica. O trabalho também apresenta minha percepção de pesquisadora e de professora atuante na mesma rede de ensino, mesmo ciclo e mesma região que a da professora participante. Para a concretização de todas as etapas desta pesquisa foram utilizados critérios advindos da abordagem qualitativa de pesquisa. Assim, os pressupostos norteadores da presente investigação fundamentam-se no estudo de caso e em alguns aspectos da pesquisa interpretativa. A análise dos dados coletados baseia-se nos princípios teóricos advindos do pensamento de Vygotsky (2004, 2007, 2008), Bakhtin (1993, 1997, 2006) e dos estudos de Voli (2002), Arnold e Brown (2005), os quais tratam da construção do sujeito, considerando acima de tudo o papel da lingua(gem), a participação do outro, do social e da unicidade de cada um, bem como da importância de considerarmos a afetividade como um aspecto relevante do sujeito. A análise realizada a partir dos dados e de sua relação com o suporte teórico adotado mostra que a participação da afetividade de uma professora de inglês é tão evidente que a própria participante consegue perceber a influência dessa afetividade na metodologia que adota, nos tipos de atividades elaboradas, na maneira de explicar e de chamar a atenção dos alunos, na maneira de se relacionar com cada um deles e com a turma. Os resultados provenientes da discussão dos dados também permitem afirmar que a afetividade do professor de inglês não somente tem influências no meio, mas também surge dele por intermédio das interações com os sujeitos únicos presentes nele, as quais ocorrem por meio da língua(gem). Tais conclusões nos levam a perceber a unicidade do professor de inglês como LE e de sua afetividade, bem como a necessidade de admitirmos que as emoções perpassam o trabalho pedagógico, pois, ao reconhecermos a influência significativa da afetividade na construção do sujeito e de suas ações, estaremos aptos a pesquisar mais e melhor o assunto, o que, consequentemente, nos ajudará a lidar melhor com a afetividade docente, trazendo, assim, resultados positivos para a sala de aula de inglês como LE.por
dc.description.abstractThis dissertation discusses affective elements of an EFL teacher from Goiania’s municipal education system, specifically the cycle II of a school in the northwestern part of the city. In addition, this study also investigates how this teacher perceives her own affectivity and its influence on her pedagogical practice. The paper also presents my perception as a researcher and as a teacher who works in the same school system, same cycle and same region as the participating teacher. In order to complete all the phases of this research, criteria from qualitative research were used. Thus, the guiding assumptions of the present study are grounded in the case study and some aspects of interpretative research. The data analysis is based on theoretical principles arising from Vygotsky’s (2004, 2007, 2008), Bakhtin’s (1993, 1997, 2006), Voli’s (2002) and Arnold and Brown’s (2005) thoughts. The authors address the construction of the subject, considering above all the role of language, the participation of the Other, of the social aspects and of each individual’s uniqueness, as well as the importance of considering affectivity as a relevant aspect of the subject. The analysis carried out from the data and from the relationship among them, along with the theoretical framework used, shows that the participation of an English teacher’s affectivity is so obvious that the participant herself can perceive the influence of this affectivity in the methodology adopted by her, in the kind of activities used, in her way to explain the content and to call students’ attention, in the way she interacts with each of them and with the group. The results from the data discussion also make it possible to affirm that the English teacher’s affectivity not only has influence over the environment, but also arises from oneself through the interactions with the unique individuals present in it, which occur through language. These findings lead to the perception of the uniqueness of the EFL teacher and of one’s affectivity, as well as the need to admit that emotions permeate the pedagogical work. By recognizing the significant influence of affectivity on the construction of the subject and of one’s actions, we will be able to research more and better about the matter at issue, which in turn will help us to cope better with teachers’ affectivity, thus bringing about positive results for the EFL classroom.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Marlene Santos (marlene.bc.ufg@gmail.com) on 2016-08-04T20:35:52Z No. of bitstreams: 2 Dissertação - Letticia Vieira de Melo - 2016.pdf: 1503822 bytes, checksum: c9ec18feae179a40c267407fd20491f4 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5)eng
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2016-08-05T12:24:41Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertação - Letticia Vieira de Melo - 2016.pdf: 1503822 bytes, checksum: c9ec18feae179a40c267407fd20491f4 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-08-05T12:24:41Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação - Letticia Vieira de Melo - 2016.pdf: 1503822 bytes, checksum: c9ec18feae179a40c267407fd20491f4 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2016-03-04eng
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás - FAPEGpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Goiáspor
dc.publisher.departmentFaculdade de Letras - FL (RG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFGpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/-
dc.subjectAfetividadepor
dc.subjectSujeitopor
dc.subjectLingua(gem)por
dc.subjectO outropor
dc.subjectAffectivityeng
dc.subjectSubjecteng
dc.subjectLanguageeng
dc.subjectThe othereng
dc.subject.cnpqLINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApor
dc.titleProfessor também tem sentimentos:a afetividade de uma professora de inglês como língua estrangeirapor
dc.title.alternativeTeacher also has feelings: the affectivity of a teacher of english as a foreigneng
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Letticia Vieira de Melo - 2016.pdf1,47 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons