Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6305
Tipo do documento: Dissertação
Título: O direito ambiental constitucional brasileiro: perspectiva da análise do discurso ecológica
Título(s) alternativo(s): Brazilian constitutional environmental law: prospects of ecological discourse analysis
Autor: Brandão, Heloanny de Freitas
Currículo Lattes do Autor: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4333983P1
Primeiro orientador: Couto, Elza Kioko Nakayama Nenoki do
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4771681E9
Resumo: As questões sobre o meio ambiente e sua preservação têm sido amplamente discutidas atualmente, motivando diversas pesquisas. Neste estudo se propõe uma análise linguística dos princípios do Direito Ambiental brasileiro, do artigo 225 da Constituição da República Fderativa do Brasil e de suas leis complementares. A partir desse corpus e dos questionamentos que dele emergem temos o objetivo geral de averiguar as consonâncias e dissonâncias entre Direito Ambiental brasileiro e os valores da Ecologia Profunda, incluída no arcabouço teórico da Analise do Discurso ecológica. Essa área sugere novos paradigmas a serem seguidos, em que o homem estabeleça uma relação mais próxima e respeitosa com todos os seres do ecossistema, inclusive por meio da compreensão de que faz parte do ecossistema, ou seja, ela possui e sugere uma visão holística e integralizadora de mundo. Nesse sentido, recorremos à vertente da Ecolinguística intitulada Análise do Discurso Ecológica como base teórica, cuja finalidade é o estudo da formação de discursos por uma perspectiva ecológica, incluindo em seus estudos aspectos do meio ambiente físico, mental e social, diferente de outras vertentes que se restringem apenas ao meio ambiente social. Essa vertente de estudos propõe, ainda, estudos linguísticos baseados em uma ideologia de vida e em uma ética ecológica, além de ter a Ecologia Profunda como uma de suas fontes de inspiração e, portanto, fazer parte da ADE. Pela análise, foi possível compreender que as leis e os princípios que compõem o corpus apresentam uma tendência embrionária que seguem os valores da Ecologia Profunda. No entanto, a forma como as leis e os princípios são escritos demonstram que há uma forte subordinação das leis e dos princípios ambientais à ideologia capitalista e antropocêntrica, sem que sejam priorizada uma ética ambiental, o que compromete a garantia de um meio ambiente ecologicamente equilibrado
Abstract: The environment matters and its preservation have been large discussed nowadays fostering a variety of academic researches. In this term paper, a linguistic analysis of the contents of the of the Brazilian Environmental Law is proposed, regarding the art. 225 of Brazilian Constitution and its complementary legislation. From this corpus and its emerging demands it is targeted as a general scope to research the harmony between Brazilian Environmental Law and the values of the Deep Ecology included in the theoretical framework of the Ecological Discourse Analysis – EDA. This area suggests new paradigms to be pursued in which mankind establishes a closer and respectful relation with all living beings, including the comprehension of what makes part of the ecosystem. This new area possesses and suggests a holistic and integrated view of the world. In this direction, it is appealed the Econliguistic strand entitled Ecological Discourse Analysis (EDA) as the theoretical basis, which scope is the speech construction study from an ecological perspective considering a range of environment aspects, such as physical, mental and social ones, and not only the social environment reckoned in other strands. Furthermore, this aspect of analysis proposes linguistic studies based on an ideological and eco-ethic lifestyle, also having the Deep Ecology as one of its inspiration sources, thus making part of the EDA. Taking into account the analysis, it was possible comprehend that laws and principles, which assemble the corpus, reveal an embryonal tendency that follows the Deep Ecology values. Nevertheless, the manner in which laws and principles are written demonstrate a strong subordination of laws environment and environment principles to the capitalist and anthropocentric ideologies with priority over environmental ethics, which can harm the assurance of a balanced environment.
Palavras-chave: Antropocentrismo
Direito ambiental
Ecolinguística
Ecologia profunda
Meio ambiente
Anthropocentrism
Environmental law
Ecolinguistics
Deep ecology
Environment
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: BRANDÃO, H. F. O direito ambiental constitucional brasileiro: perspectiva da análise do discurso ecológica. 2016. 168 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6305
Data de defesa: 29-Fev-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Heloanny de Freitas Brandão - 2016.pdf1,39 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons