Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6465
Tipo do documento: Dissertação
Título: A configuração das formações imaginárias na representação do ethos discursivo indígena Tapuia
Título(s) alternativo(s): The configuration of the imaginary‟s formations in the discursive representation on the ethos indigenous Tapuia
Autor: Nascimento, Elizabeth Morena
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1177508436075008
Primeiro orientador: Fenandes, Eliane Marquez da Fonseca
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/6909779518031618
Primeiro coorientador: Rezende, Tânia Ferreira
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/9438105037411040
Primeiro membro da banca: Eliane Marquez da Fonseca
Segundo membro da banca: Bentes, Anna Chistina
Terceiro membro da banca: Rezende, Tânia Ferreira
Resumo: Esta dissertação apresenta a compreensão de um fenômeno que coaduna sujeito, história e linguagem cujo título é “A configuração das formações imaginárias na representação do ethos discursivo indígena Tapuia”. O objetivo é examinar como se legitimam os discursos que difundem as formações imaginárias sobre os remanescentes Tapuia das terras indígenas do Carretão (GO). Isso porque os significados das práticas discursivas de alguns sujeitos dos municípios de Rubiataba (GO) e de Nova América (GO), territórios próximos da comunidade Carretão, incidem em formas de representações ambíguas da imagem dos habitantes dessa comunidade no espaço-tempo desses territórios. Para tanto, os objetivos específicos focalizam a visibilidade positiva da diversidade de forma-sujeito, pela qual os indígenas vêm se apresentando nos espaços sociais brasileiros. Ao notar que, em prol de discursos que emergem de uma defesa idealista da imagem essencialista dos indígenas, os atos de fala de alguns membros da sociedade civil têm difundido imaginários socioculturais que manifestam estereótipos e negação da identidade indígena. Então este estudo não se restringe somente ao campo teórico-acadêmico, apesar de não desconsiderar a importância deste campo, mas visa denunciar as monopolizações das classificações étnico-raciais que são operadas no plano discursivo, responsáveis pela difusão de polissemias e reducionismo da autoimagem identitária da coletividade indígena na atualidade. Embora saibamos que os dizeres são acionados pelas estratégias de saber/poder dos sujeitos cujos sentidos revelam as suas formações discursivas e as suas respectivas filiações ideológicas neocoloniais, ao denunciar as produções discursivas que difundem a invisibilidade dos indígenas nas camadas sociais, acionamos a necessidade de propagação que resulte em mudanças nas esferas civis, sobretudo quando as mudanças cumprem o propósito de lutar pela legibilidade de legislações que defendam os direitos dos remanescentes indígenas brasileiros, tal como: o grupo Tapuia de Goiás. Por conseguinte, o corpus analítico desta dissertação diz respeito à análise das configurações discursivas que alguns sujeitos dos municípios supracitados realizam sobre a imagem dessa população, base de dados primários, em sintonia com os dados colhidos por Almeida (2003), base de dados secundários. A metodologia de pesquisa utilizada consistiu na abordagem qualitativo-interpretativista, proposta por Bortoni-Ricardo (2008), com o método estudo de caso, utilizando-se das entrevistas estruturadas, semiestruturadas e diário de campo para a apreensão analítica dos dados. Para atingir os resultados, a fundamentação teórica se pauta nos arcabouços da Análise do Discurso, nos postulados de Bakhtin (2003, 2006), Pêcheux (1995, 1997), Maingueneau (2005, 2008), entre outros teóricos, num constante diálogo com autores das ciências das formações sociais. Os resultados principais deste estudo e os significados do que foi feito mostram que a manifestação do ethos discursivo indígena Tapuia, nas formações imaginárias socioculturais de alguns membros de ambos os municípios goianos supramencionados, se dá nas relações de dialogia, desde que se apresentem as condições de produção discursiva no contexto sócio-histórico-cultural. Por fim, as configurações ambivalentes que recaem sobre a forma-sujeito Tapuia, ora são representadas por uma busca de autenticidade étnico-racial que impingem, nas coletividades indígenas, a regulação da imagem de si, a exemplo das situações vividas pelos povos do Carretão, isto é, com maior ênfase para o regresso aos dispositivos de saber/poder coloniais, ora são representadas por estratégias discursivas que focalizam na valorização da forma-sujeito desse grupo em suas formas de apresentação de si nas instâncias enunciativas dos municípios goianos citados, com vista a vê-los como protagonistas de suas histórias nos espaços sociais atuais.
Abstract: This dissertation presents the understanding of a phenomenon that connect the man, the history and the language. The theme "The configuration of the imaginary‟s formations in the discursive representation on the ethos indigenous Tapuia". The objective is to examine how to legitimizes the speeches that disseminate the contradictory imaginary formations about Tapuia remnants of Carretão-GO village. As well as it the meanings of the discursive practices of some people of the municipalities of Rubiataba (GO) and Nova America (GO) result in forms of ambiguous representations of the Tapuia image in space-time of these territories. The specific objectives are focused on the positive visibility of the diversity of forms what the Indian people have been presented in Brazilian social spaces. Noting that, for the sake of discourses emerging from an idealistic defense of essentialist image of the natives, the speech acts of some members of civil society have widespread sociocultural imaginary manifesting stereotypes and denial of indigenous identity. Therefore, this study is not restricted only to the theoretical and academic field, although not disregarding the importance of this field, but aims to denounce the monopolization of ethnic racial classifications that are operated in the discursive level, responsible for the spread of polysemies and reductionism the identity self-image of the indigenous community. Although we know that the words are triggered by the strategies of knowledge and power of the people, whose senses reveal their discursive formations and their respective official ideological filiations. In denouncing the discursive productions that disseminate the invisibility of indigenous societies in the surrounding, affirm the need to spread speeches that will result in changes in the civil spheres, especially when the changes comply with the purpose of fighting for readability laws that protect the rights of Brazilian indigenous remnants, such as: the Tapuia group of Goiás. Since the analytical corpus of this thesis concerns the analysis of the discursive settings that some individuals in the municipalities of Rubiataba (GO) and Nova America (GO) do on the image of this population. The research methodology consisted of qualitative-interpretative approach proposed by Bortoni-Ricardo (2008) with the study case method, using the structured interviews, semi-structured and field diary, for analytical seizure of data. To achieve the results, the theoretical foundation is guided in the discourse analysis, the postulates of Bakhtin (2003; 2006), Pêcheux (1995; 1997), Maingueneau (2005; 2008), among other theorists, in a constant dialogue with social science authors. The main results of this study and the meaning of what has been done show that the manifestation of the indigenous discursive ethos Tapuia in the sociocultural imaginary formations of some members of both the goianos municipalities above occurs in dialogical relations, since that the production conditions are presented in the socio-historical-cultural context. Finally, the ambivalent settings that are imagined about the form-subject Tapuia, at certain times represented by a search for ethnic racial authenticity foisted on indigenous communities regulating the image of themselves. That is, with greater emphasis on the return to the devices of knowledge and power of domination. In another moments in the discursive strategies which focus in the valorization of the subject forms of this group at their ways of presenting themselves in the spaces of the aforementioned municipalities of Goiás, in order to see them as protagonists of theirs stories in today's social spaces.
Palavras-chave: Ethos discursivo
Enunciado(s)
Indígena(s)
Produção discursiva
Tapuia
Ethos discursive
Utterances
Indigenous
Discursive production
Tapuia
Área(s) do CNPq: LETRAS::LINGUAS INDIGENAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: NASCIMENTO, E. M. A configuração das formações imaginárias na representação do ethos discursivo indígena Tapuia. 2016. 175 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6465
Data de defesa: 1-Set-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Elizabeth Morena do Nascimento - 2016.pdf3,06 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons