Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6609
Tipo do documento: Dissertação
Título: Impactos ambientais da modernização agropecuária em Goiás
Título(s) alternativo(s): Environmental impacts of agricultural modernization in Goiás
Autor: Villela, Pollyana de Macêdo
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1428411829307680
Primeiro orientador: Miziara, Fausto
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3275079358565458
Primeiro membro da banca: Miziara , Fausto
Segundo membro da banca: Oliveira, Leandro Gonçalves
Terceiro membro da banca: Campos, Ricardo Luiz Sapia de
Resumo: O processo de modernização da agropecuária em Goiás intensificou-se a partir da década de 1970 com a forte intervenção do Estado e a adoção de um pacote tecnológico altamente disseminado pelo mundo. Com os créditos rurais altamente subsidiados, incentivos econômicos e investimentos em estrutura e transportes, a região passou a ganhar notoriedade em razão do desenvolvimento agrícola. Ao longo desse processo, perceberam-se diversos impactos ambientais relacionados à perda da biodiversidade, à degradação e à contaminação do solo, dos recursos hídricos e do ar. Também se observaram impactos socioeconômicos, tais como o êxodo rural, a diminuição da oferta de emprego no campo, o aprofundamento das desigualdades sociais, o crescimento descontrolado das cidades, o desenvolvimento da economia e dos municípios, dentre outros. Nesse contexto, o presente trabalho procura entender quais são os impactos ambientais e socioeconômicos mais significativamente relacionados com a expansão da Fronteira Agrícola em Goiás. Para tanto, em um primeiro momento, foram selecionadas doze variáveis, assim como criados dois índices que refletem os impactos ambientais, por meio da Análise Fatorial. O primeiro índice foi denominado Índice de Impacto da Pecuária e Degradação do Solo. O segundo, por sua vez, foi definido como Índice de Impacto da Agricultura e Uso do Solo. Os municípios com maiores scores fatoriais para ambos os índices foram: Nova Crixás, São Miguel do Araguaia, Caiapônia, Mineiros, Jataí e Rio Verde. A partir desses dados, realizaram-se as análises de correlação linear simples. Assim, constatou-se a inexistência de correlação entre o Índice de Impacto da Pecuária e Degradação do Solo e o Índice de Modernização, ou seja, não se identificou nenhuma correlação linear entre esses dois índices. Verificou-se, portanto, que o impacto ambiental ocorre independentemente do fato de a região ser bem modernizada ou não. Ao correlacionar o mesmo índice de impacto ambiental com o Índice de Desempenho dos municípios, que refletem a dimensão socioeconômica, percebeu-se que existia uma correlação, porém baixa (r = 0,293). Assim, regiões com bom desempenho municipal impactavam mais o meio ambiente. Por fim, ao correlacionar o Índice de Modernização com o Índice de Desempenho, constatou-se também uma baixa correlação (r = 0,262). Dessa forma, os municípios que mais receberam investimentos tecnológicos, desenvolveram sua economia agrícola e se destacaram economicamente foram os que apresentaram maiores impactos socioeconômicos. Nessa perspectiva, percebe-se um trade off em que, por um lado, a Modernização agrícola que gera crescimento econômico, renda, melhorias estruturais e desenvolvimento não impede, por outro, a geração de impactos ambientais significativos para o cerrado.
Abstract: The process of modernisation in Goiás has intensified since the 1970 with the State’s strong intervention and the adoption of a highly technological package spread around the world. With the highly subsidized rural credits, economic incentives and investments in infrastructure and transport, the region began to gain notoriety due to agricultural development. Thus, in the course of agricultural modernization process, realized several environmental impacts related to loss of biodiversity, degradation and contamination of soil, water and air resources. Also socioeconomic impacts were observed, such as the rural exodus, the decrease of the job offer in the country, deepening social inequalities, the uncontrolled growth of cities, the development of the economy and of the municipalities, among others. In this context, the present study seeks to understand what are the environmental and socioeconomic impacts more significantly related to the expansion of the agricultural frontier in Goiás and at what level these impacts can be correlated. Therefore, at first, were selected twelve variables, as well as created two indexes that reflect the environmental impacts by using the factor analysis. The first index was called the Index of Livestock and Soil Degradation Impact. The second, in turn, was set to Index of Agriculture and Land Use Impact. The cities with the highest factorials scores for both indexes were: Nova Crixás, São Miguel do Araguaia, Caiapônia, Mineiros, Jataí and Rio Verde. From these data,it was possible to calculate the simple linear correlation analysis. So, the lack of correlation between the Index of Livestock and Soil Degradation Impact and Modernisation Index, i.e. not identified any linear correlation between these two indices. It appeared, therefore, that the environmental impact occurs regardless of whether the region is well upgraded or not. By correlating the same environmental impact index with the Index of Performance of Municipalities, which reflect the socio-economic dimension, it was noticed that there was a correlation, but with low intensity (r = 0.293). Thus, regions with good municipal performance impacted more the environment. Finally, by correlating the Modernization Index with the Index of Performance, also found a low correlation (r = 0.262). In this way, the counties that received more investments in technology, they developed their agricultural economy and stood out economically were those who showed greater socioeconomic
Palavras-chave: Impactos ambientais
Modernização agrícola
Fronteira agrícola
Correlações
Environmental impacts
Agricultural modernization
Agricultural frontier
Correlations
Área(s) do CNPq: ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG)
Citação: VILLELA, Pollyana. Impactos ambientais da modernização agropecuária em Goiás. 2016. 99 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6609
Data de defesa: 31-Out-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Ambientais (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Pollyana de Macedo Villela - 2016.pdf1,97 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons