Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6856
Tipo do documento: Dissertação
Título: Identificação e análise de proteínas ligantes de plasminogênio de Paracoccidioides
Título(s) alternativo(s): Identification and analysis of plasminogen binding proteins of Paracoccidioides
Autor: Chaves, Edilânia Gomes Araújo
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1438544283655466
Primeiro orientador: Soares, Célia Maria de Almeida
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8539946335852637
Primeiro membro da banca: Bailão, Alexandre Melo
Segundo membro da banca: Amaral, André Corrêa
Resumo: Paracoccicoidioides é o agente etiológico da paracoccidioidomicose (PCM), uma doença considerada como primeira causa de mortalidade entre as micoses sistêmicas no Brasil. O sucesso no estabelecimento da infeção está relacionado com a capacidade do fungo de aderir e degradar componentes da matriz extracelular (MEC). O plasminogênio humano (hPlg) é uma proteína presente no plasma, a qual possui atividade fibrinolítica quando é ativado em plasmina. Muitos micro-organismos patogênicos são capazes de subverter o sistema plasminogênio/plasmina através de moléculas ligantes e promovem a degradação de barreiras teciduais. Neste trabalho foram identificadas, através de Far-Western e análise proteômica, um total de 15 proteínas secretadas por Paracoccidioides com habilidade de ligação ao plasminogênio. Essas proteínas são prováveis alvos da interação do patógeno com o hospedeiro, que contribui para o potencial invasivo do fungo. A frutose 1,6-bifosfato aldolase (FBA) foi descrita em outros organismos como ligante de plasminogênio e possui participação na adesão de Paracoccidioides às células do hospedeiro. Selecionamos esta proteína para ensaios de validação e foi observada sua presença na superfície e em vesículas secretoras do fungo. Confirmamos a capacidade da FBA de converter plasminogênio em plasmina na presença do ativador tecidual de plasminogênio (tPA) e essa interação promoveu a degradação de fibrina. Em ensaios de infecção, a adição de anticorpos que bloqueiam o sítio de ligação da FBA reduziu a interação do fungo com macrófagos e a interação de FBA com Plg aumentou o índice de invasão celular. Esses dados sugerem que a FBA pode contribuir no processo de adesão, invasão e disseminação do fungo.
Abstract: Paracoccicoidioides is the etiological agent of paracoccidioidomycosis (PCM), a disease considered one of the main causes of mortality among systemic mycoses in Brazil. The success in establishing of the infection is related with the ability of fungus to adhere and degrade components of the extracellular matrix (ECM). Human plasminogen (hPlg) is a protein of blood plasma of the host that presents fibrinolytic activity when activated into plasmin. Many pathogens are able to subvert the plasminogen/plasmin system using linker molecules and promote the degradation of tissue barriers. In this work, we identified through Far Western and proteomic analysis, a total of 15 proteins secreted of Paracoccidioides that are plasminogen binding proteins. Those proteins are probable targets of the interaction of the fungus with the host and could contribute to the invasiveness of the fungus. The fructose 1,6-biphosphate aldolase was described in other organisms such as plasminogen binder and presentes participation in the adherence of Paracoccidioides to host cells. This protein selected for validation tests and their presence was observed on the surface and secretory vesicles of the fungus. FBA confirm the ability to convert plasminogen to plasmin in the presence of tissue plasminogen activator (tPA) and this interaction promoted the degradation of fibrin. In infection assays, the addition of antibodies blocking the FBA binding site reduced the interaction of the fungus with macrophages and the interaction of FBA with Plg increased the rate of cell invasion. These data suggest that the FBA can contribute to adhesion, invasion and spread process of the fungus.
Palavras-chave: Paracoccidioides
Proteoma
Secretoma
Plasminogênio
Proteome
Secretome
Plasminogen
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical e Saúde Publica (IPTSP)
Citação: CHAVES, E. G. A. Identificação e análise de proteínas ligantes de plasminogênio de Paracoccidioides. 2013. 59 f. Dissertação (mestrado em Medicina Tropical e Saúde Pública) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6856
Data de defesa: 20-Mar-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Medicina Tropical e Saúde Pública (IPTSP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Edilânia Gomes Araújo Chaves - 2013.pdf3,21 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons