Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6886
Tipo do documento: Tese
Título: Uso de aditivos e adaptação para dietas com alta inclusão de grão de milho inteiro de bovinos confinados
Título(s) alternativo(s): Use of additives and adaptation of feedlot beef cattle to whole-corn diet
Autor: Mobiglia, Andrea de Mello
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7705345722468057
Primeiro orientador: Fernandes, Juliano José de Resende
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/7949776443064259
Primeiro coorientador: Couto, Victor Rezende Moreira
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/4329309889502866
Primeiro membro da banca: Fernandes, Juliano José de Resende
Segundo membro da banca: Silva, Rodrigo Medeiros da
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Marinaldo Divino
Quarto membro da banca: Oliveira Júnior, Reinaldo Cunha de
Quinto membro da banca: Pádua, João Teodoro
Resumo: Objetivou-se avaliar os efeitos de aditivos antimicrobianos e a inclusão de volumoso durante a adaptação em dietas contendo alto teor de grão de milho inteiro (85% milho + 15% concentrado peletizado) sobre o desempenho de touros zebuínos (Experimento 1). O Exp. 1 foi conduzido em delineamento de blocos casualizados em esquema fatorial 2x2 e cinco repetições. Foram utilizados 100 touros alimentados durante 105 d com dieta contendo monensina (MON, 30 mg/kg MS) ou virginiamicina (VM, 25 mg/kg MS) e com a inclusão ou não de bagaço de cana-deaçúcar como volumoso (ROU ou NO-ROU) no período de adaptação. Paralelamente foi conduzindo o Experimento 2 com o objetivo de avaliar os efeitos dos aditivos antimicrobianos sobre a fermentação ruminal e digestibilidade dos nutrientes. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado com dois tratamentos (MON, 30 mg/kg MS ou VM, 25 mg/kg MS) e cinco repetições. Dez bois fistulados no rúmen foram utilizados e alimentados com a mesma dieta do Exp. 1 sem a inclusão de volumoso. Experimento laboratorial (Experimento 3) foi conduzido na Kansas State University com o objetivo de avaliar a capacidade da cepa 41125 de Megasphaera elsdenii (ME) em metabolizar uma variedade de substratos como fonte de carbono. O experimento foi delineado em blocos casualizados com seis repetições. Número de células viáveis, pH e densidade ótica foram mensuradas em meios de cultura contendo glicose, frutose, galactose, arabinose, xilose, maltose, sucrose, lactose, lactato, trehalose, rafinose, frutooligossacarídeos, amido de batata, proteína de soja e succinato. No Exp. 1 e Exp. 2 os aditivos antimicrobianos, MON e VM, adicionados a dieta contendo 85% de grão de milho inteiro e 15% de concentrado peletizado tiveram resultados iguais para desempenho, fermentação ruminal, e digestibilidade aparente no trato total dos nutrientes (P≥0,05). Porém foi observado redução no consumo em animais alimentados com dieta contendo monensina (P≤ 0,027). Embora o aditivo utilizado não tenha tido efeito no desempenho no Exp. 1, a inclusão de volumoso na fase de adaptação apresentou tendencialmente um aumento no peso corporal final, ganho de peso diário e eficiência alimentar (P≤ 0,10), tanto na fase de adaptação (1 a 20 d) como para o período total de confinamento (1 a 105 d). Não houve efeito dos tratamentos ou interações entre os fatores para características de carcaça como peso de carcaça quente, rendimento e ganho de carcaça diário (P≥0,05). No Exp. 3 Megasphaera elsdenii foi capaz de metabolizar diferentes substratos, como glicose, maltose, lactato, fruto-oligossacarídeo e frutose. Entretanto, no meio de cultura contendo frutose a ME apresentou melhor curva de crescimento, mas o número de células viáveis não apresentou resultados consistentes com a densidade ótica. Investigações devem ser feitas para esclarecer o metabolismo da ME quando frutose é utilizada como fonte de carbono. Com os resultados obtidos nesta pesquisa, conclui-se que uma fonte de volumoso de baixa qualidade deve ser incluída no período de adaptação à dieta contendo 85% grão de milho inteiro e 15% de pelete proteica concentrado a fim de se obter melhores resultados no desempenho. Ainda, Megasphaera elsdenii é capaz de utilizar diferentes substratos além do lactato como glicose, frutose e maltose, garantindo sua população no rúmen.
Abstract: The objective was to evaluate the effects of antimicrobial additives and the inclusion of roughage during adaptation period in diet containing whole shelled corn (WSC, 85% WSC + 15% pelleted concentrate) on performance of Zebu bulls (Exp. 1). The Exp. 1 was realized in randomized complete block design with 2x2 factorial and five replicates. A hundred bulls were fed for 105 d with diet containing monensin (MON, 30 mg/kg DM) ou virginiamycin (VM, 25 mg/kg DM) and with or without inclusion of sugarcane bagasse as roughage (ROU or NO-ROU) in adaptation period. The Exp. 2 was parallel conducted in randomized design with two treatments (MON, 30 mg/kg DM or VM, 25 mg/kg DM) and five replicates. Ten fistulated steers were used and fed with the same diet than Exp. 1 without inclusion of roughage. A laboratorial experiment (Exp. 3) was realized at Kansas State University and its objective was to evaluate the capacity of Megasphaera elsdenii (ME) strain 41125 metabolizes a range of alternative substrates as carbon source. The experiment was designed in randomized complete blocks with six replicates. Viable cell counting, pH, and optical density were measured in media containing glucose, fructose, galactose, arabinose, xylose, maltose, sucrose, lactose, lactate, trehalose, raffinose, Fructooligosaccharide, potato starch, soy protein, succinate. In Exp. 1 and Exp. 2, antimicrobial additives, MON and VM, added to diet containing 85% WSC and 15% pellet concentrate had equal results for performance, ruminal fermentation, and apparent total tract digestibility of nutrients (P≥0.05). However, lower intake was observed in animals fed with monensin includes on diet (P≤ 0.027). Although the additive used had no effect on performance on Exp. 1, the inclusion of roughage in adaptation period showed tendentiously greater final body weight, average daily gain, and efficiency (P≤ 0.088; P≤ 0.075 e P≤ 0.094, respectively) for adaptation period (1 to 20 d) and entire feedlot period (1 to 105 d). There were no treatment effects and interactions for carcass characteristics as hot carcass weight, dressing percentage, carcass daily gain (P≥0.05). In Exp. 3, Megasphaera elsdenii was able to metabolize alternative substrates as glucose, maltose, lactate, Fructo-oligosaccharide, and fructose. However, ME had greater growth in media containing fructose, but the viable cell counting did not show consistent results with optical density. Investigations must be done to clarify the ME metabolism when fructose is used as carbon source. Accord to results obtained in this study, a roughage sorce might be included on adaptation period in diet contenting 85% whole flint corn plus 15% concentrate pellete to obtain greater animal performance. Thus, Megasphaera elsdenii is able to use alternative substrates as lactate, glucose, fructose, and maltose, maintaining their population in rumen.
Palavras-chave: Antimicrobiano
Fermentação ruminal
Desempenho
Milho vítreo
Probiótico
Antimicrobials
Flint corn
Performance
Ruminal fermentation
Probiotic
Área(s) do CNPq: MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Zootecnia (EVZ)
Citação: MOBIGLIA, A. M. Uso de aditivos e adaptação para dietas com alta inclusão de grão de milho inteiro de bovinos confinados. 2017. 72 f. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6886
Data de defesa: 17-Fev-2017
Aparece nas coleções:Doutorado em Zootecnia (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Andrea de Mello Mobiglia - 2017.pdf1,2 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons