Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6889
Tipo do documento: Tese
Título: Aditivos antimicrobianos e processamento de grão na terminação bovinos de corte confinados
Título(s) alternativo(s): Antimicrobial additives and grain processing for finishing of feedlot beef cattle
Autor: Camilo, Fernando Rossi
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1967373337931884
Primeiro orientador: Fernandes, Juliano José de Resende
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/7949776443064259
Primeiro coorientador: Siqueira, Gustavo Rezende
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/9873354467031857
Primeiro membro da banca: Fernandes, Juliano José de Resende
Segundo membro da banca: Silva, Rodrigo Medeiros da
Terceiro membro da banca: Oliveira Júnior, Reinaldo Cunha de
Quarto membro da banca: Pádua, João Teodoro
Quinto membro da banca: Ribeiro, Marinaldo Divino
Resumo: No Exp. 1, o objetivou-se avaliar os efeitos isolados e combinados de virginiamicina (VM) e monensina sódica (MON) no desempenho, consumo, eficiência alimentar e características de carcaça e composição corporal de bovinos cruzados alimentados com dieta de alto teor de concentrado, enquanto o Exp. 2 o objetivou-se avaliar os parâmetros ruminais de bovinos Nelore confinados com o uso isolado e combinado de virginiamicina (VM) e monensina sódica (MON). Um terceiro experimento (Exp. 3) foi conduzido a fim de determinar o teor de umidade ideal para umidade. No Exp. 1 foram utilizados 330 animais mestiço nelore x guzerá que foram blocados peso corporal e randomizados em baias coletivas em um delineamento de blocos casualizados, com cinco tratamentos e sete repetições. O experimento teve duração 103 dias, sendo 28 dias de adaptação. Os tratamentos foram compostos por doses de VM e MON em mg/kg de matéria seca e suas associações, sendo: 30MON; 15VM+30MON; 25VM+30MON; 34VM+30MON e 34VM. Na fase da adaptação, não foi observado diferenças (P>0,05) no peso inicial, peso final e ganho médio diário. Já para ingestão de matéria seca houve diferença (P<0,05), quando comparado 30 MON vs 34 MON e 34VM vs 34VM+30MON, na fase de adaptação a dose associada 34VM+30MON teve menor ingesta de matéria seca. No Exp. 2 foram utilizados 15 animais da raça Nelore canulados no rúmen, que foram alocados em baias individuais randomizados e blocados pelo peso corporal, com cinco tratamentos e três repetições. Os animais foram mantidos em confinamento por 35 dias recebendo a mesma dieta descrita no Exp. 1. Amostras de líquido ruminal foram coletadas nos dias 0, 7, 14, 21 e 28 para avaliar pH, AGV, nitrogênio amoniacal (N-NH3) e protozoários. Após esse período foi realizado um ensaio de digestibilidade para mensurar a utilização de nutrientes. Os valores de pH, N-NH3 e AGV não foram encontrados diferenças (P>0,05) para os contrastes e regressão linear e quadrática, exceto para a concentração de ácido acético (P<0,05). A concentração total de protozoários foi maior para 34VM quando comparada com 34VM vs 34VM + 30 MON (P<0,05). No Exp. 3, sessenta bovinos (Bos taurus) foram blocados e randomizado pelo peso corporal, com seis tratamentos e dez repetições. Os tratamentos foram grãos de milho seco e laminados reconstituídos com água até atingirem o teor de umidade de 27 (HMC27%), 30 (HMC30%), 33 (HMC33%), 36% (HMC36%) e em seguida foram ensilados por 101 dias previamente ao início do experimento. Milho floculado e milho laminado seco também foram utilizados como tratamento. Não foi observada diferenças no desempenho (P<0,05) dos animais confinados por 89 dias. Paralelamente foi conduzido um experimento in vitro para avaliar a produção de gás dos milhos processados. O uso de HMC na dieta de bovinos confinados não melhorou o desempenho dos animais. Já quando os milhos processados foram avaliados in vitro, maior teor de umidade resultou em maior fermentação e consequentemente maior produção de gás.
Abstract: The experiment 1 objectives were to evaluate the isolated and combined effects of the virginiamycin (VM) and monensin sodium (MON) on performance, feed intake, feed efficiency, ruminal fermentation, and carcass characteristics of beef cattle fed with high concentrate diet, the experiment 2 had the objective evaluate ruminal parameter the bulls Nelore with use the isolated and combined effects of the virginiamycin (VM) and monensin sodium (MON) and the experiment 3 had the objective to determine the optimal moisture content for reconstituted ensiled corn grain, evaluating final moisture concentrations of 27%, 30%, 33%, and 36%. In Exp. 1, 339 crossbred bulls Nellore x Guzera; were used in a randomized complete block design with five treatments and seven replicates. The blocks were defined by initial body weight. The animals were allocated in group pens for 103d, including 28d adaptation period. Treatments were defined by levels of VM and MON (mg/kg of DM) as follows: 30MON; 15VM+30MON; 25VM+30MON; 34VM+ 30MON e 34VM. In the phase of adaptation was no statistical (P>0.05) in body weight initial, body weight final, and average daily gain. Already to dry matter intake have the statistical difference (P<0.05) to compare 30MON vs 34MON e 34VM vs 34VM+30MON, in the phase adaptation the dose association 34VM+30MON have the smaller dry matter intake. In Exp. 2, 15 Nellore bulls with ruminal cannula were used in a randomized complete block design with 5 treatments and 3 replicates. Animals were blocked by initial body weight. The animals were kept in individual pens for 35 days has received the same diet to Exp.1. The sample liquid ruminal was collected in days 0, 7, 14, 21, and 28 for evaluation pH, VFA, N-NH3, and protozoan. After this period was realized the digestibility. The values of pH, NH3-N, and VFA were no differences (P>0.05) for contrast and linear and quadratic regression, except for acetic acid concentration that was difference (P<0.05). The protozoa concentration total had effect in contrast 34VM vs 34VM+30MON (P<0.05), being that the dose 34VM provide more concentration. In the Exp.3 sixty cattle (Bos taurus) were randomized complete block design with 6 treatments and 10 replicates was used. The treatments were corn grain reconstituted with water until they reach to final moisture concentrations of 27 (HMC27%), 30 (HMC30%), 33 (HMC33%), and 36% (HMC36%) and grains were allowed to ensile for 101 days. The steam-flaker corn and dry-rolled corn also were usually with treatment. Were no statistical difference (P<0.05) in performance the cattle confined for 89 days. Already in experiment in vitro the gas production the high moisture corn. To usually the high moisture corn in diet the cattle no increased the performance. Already the processing corn were availed in vitro, high moisture result in high fermentation and gas production.
Palavras-chave: Ionophoros
Não-ionophoros
Desempenho
Fermentação ruminal
Ionophores
Non-ionophores
Performance
Ruminal fermentation
Área(s) do CNPq: ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Zootecnia (EVZ)
Citação: CAMILO, F. R. Aditivos antimicrobianos e processamento de grão na terminação bovinos de corte confinados. 2017. 89 f. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6889
Data de defesa: 17-Fev-2017
Aparece nas coleções:Doutorado em Zootecnia (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Fernando Rossi Camilo - 2017.pdf10,24 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons