Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6907
Tipo do documento: Dissertação
Título: O espaço da fruição literária na constituição do discurso pedagógico da leitura
Título(s) alternativo(s): The space of literary fruition in the constitution of the pedagogical discourse of reading
Autor: Gonçalves , Sarah Suzane Amâncio Bertolli Venâncio
Currículo Lattes do Autor: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4330104H9
Primeiro orientador: Costa , Alexandre Ferreira da
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4763101P8
Primeiro membro da banca: Costa , Alexandre Ferreira da
Segundo membro da banca: Potenciano , Agostinho
Terceiro membro da banca: Carvalho , Nilson Pereira de
Resumo: Este trabalho tem como objeto a fruição literária na formação do discurso pedagógico e do sujeitoleitor nos anos iniciais da Educação Básica. Seu objetivo principal é analisar qual seria o espaço destinado à fruição nos documentos oficiais que norteiam o currículo e a prática docente. Para realizar este estudo, consideramos a leitura na perspectiva discursiva (Orlandi, 2006; Bakhtin, 2011) e histórica (Chartier, 2011; Manguel, 1997). A estratégia metodológica empregada foi a análise do discurso, expressa por meio da problematização de enunciados e da observação das relações entre documentos e pesquisas teóricas da leitura. Nossa análise questiona se as práticas de leitura vigentes na escola estão contribuindo com a formação do leitor e, para tanto, observamos como as habilidades de compreensão leitora, as estratégias de leitura e a fruição literária estão presentes nos documentos do MEC. Constatamos que a formação de leitores no Ensino Fundamental deve contemplar o letramento literário e a leitura-fruição, potencial agente de constituição de leitores, reafirmados com mais intensidade nessa fase, também porque se adquire o hábito da leitura ainda na infância. Concluímos que, nessa faixa etária, é possível que o sujeito se desenvolva como leitor ativo (Bakhtin), crítico (Orlandi), competente (PCN), modelo (Eco) e perito (Wolf e Barzillai) - e outras tantas nomenclaturas usadas por teóricos estudiosos desse objeto, ou seja, aquele capaz de construir os sentidos do texto.
Abstract: This work has as its object the literary enjoyment in the formation of the pedagogical discourse and the subject-reader in the initial years of Basic Education. Its main objective is to analyze what would be the space destined to enjoyment in the official documents that guide the curriculum and the teaching practice. To carry out this study, we consider reading in the discursive perspective (Orlandi, 2006; Bakhtin, 2011) and historical (Chartier, 2011; Manguel, 1997). The methodological strategy employed was the discourse analysis, expressed through the problematization of statements and the observation of the relations between documents and theoretical researches of reading. Our analysis questions whether the current reading practices in the school are contributing to the formation of the reader and, for that, we observe how reading comprehension skills, reading strategies and literary enjoyment are present in the MEC documents. We found that the formation of readers in Elementary School should include literacy literacy and reading-fruition, a potential agent for the constitution of readers, reaffirmed with more intensity in this phase, also because it acquires the habit of reading even in childhood. We conclude that in this age group it is possible for the subject to develop as an active reader (Bakhtin), critic (Orlandi), competent (PCN), model (Echo) and expert (Wolf and Barzillai) - and other nomenclatures used by theoreticians Scholars of this object, that is, the one capable of constructing the meanings of the text.
Palavras-chave: Fruição
Leitura
Discurso
Literatura
Ensino
Fruition
Reading
Speech
Literature
Teaching
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: BERTOLLI, Sarah Suzane. O espaço da fruição literária na constituição do discurso pedagógico da leitura. 2017. 135 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6907
Data de defesa: 24-Fev-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Sarah Suzane Amâncio Bertolli Venâncio Gonçalves - 2017.pdf1,94 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons