Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6954
Tipo do documento: Dissertação
Título: A medicalização da infância: um estudo com professores (as) da rede municipal de ensino de Goiânia sobre encaminhamentos de crianças à saúde
Título(s) alternativo(s): The medicalization of childhood: a study with teachers of the municipal education network of Goiânia about referrals of children to health
Autor: Santos, Geane da Silva
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7515281313384391
Primeiro orientador: Toassa, Gisele
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3606800477592959
Primeiro membro da banca: Toassa, Gisele
Segundo membro da banca: Souza, Marilene Proença Rebello de
Terceiro membro da banca: Cassoli, Tiago
Quarto membro da banca: Elias, Carime Rossi
Resumo: A temática da medicalização, especialmente de crianças em processo de escolarização, tem ganhado espaço nos últimos anos, com destaque para a “popularização” do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Grande parte das crianças em processo de escolarização diagnosticadas com esse e outros transtornos, como os Transtornos de Aprendizagem e de Leitura e Escrita, são encaminhadas por professores e pelas escolas. Desse modo, a presente pesquisa buscou investigar junto a professores de uma escola da Rede Municipal de Educação de Goiânia como se dá o processo de encaminhamento de crianças à atenção em saúde. Após executar uma revisão bibliográfica na Biblioteca Virtual em Saúde Psicologia Brasil (BVS-Psi), sobre a produção nacional a respeito do encaminhamento de crianças em processo de escolarização a profissionais de saúde, executamos uma pesquisa empírica na qual realizamos observações participantes e entrevistas com cinco professores (as). Trata-se de uma abordagem qualitativa, orientada pela Psicologia Sócio-Histórica, sendo os dados analisados de acordo com o método dos núcleos de significação. Os dados coletados e organizados em quatro núcleos de significação: a escola, o professor e as dificuldades enfrentadas no processo de ensino; dos problemas considerados para o encaminhamento e das responsabilidades; o encaminhamento à saúde como mecanismo capaz de esclarecer e orientar sobre as dificuldades das crianças; e, das contradições entre o objetivo dos encaminhamentos e a realidade, mostram-nos que os encaminhamentos ocorrem a partir de uma concepção de que as dificuldades apresentadas no processo de ensino aprendizagem são de caráter individual, centradas nos corpos das crianças e compreendidas pelos professores como passíveis de solução por meio de intervenções de profissionais de saúde.
Abstract: The topic of medicalization, especially of children in the schooling process, has raised in the recent years, with emphasis on the "popularization" of Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD). Most children in the schooling process has been diagnosed with ADHD and other disorders such as Learning Disorders, Reading or Writing, are referred by teachers and schools. Thus, the present research sought to investigate how the referral process to health care system works with teachers from a school of the Public Educational Network of Goiânia. After carrying out a bibliographic review in the Virtual Health Library of Brazil (BVS-Psi), on the national production regarding the referral of children in schooling process to health professionals, we performed an empirical research in which we made participant observations and interviews with five Teachers. It is a qualitative approach, guided by Socio-Historical Psychology, and the analyzed data was in according to the significance-centered method. The collected data organization were into four meaning topics: the school and the teacher into the difficulties faced in the teaching process; the issues and responsibilities considered for referral; the referral to health care as a mechanism to clarify and guide the children's difficulties; and, from the contradictions in between the real purpose of referrals and the reality. Then it showed us that the referrals occur from a conception that the difficulties presented in the teaching-learning process are personal, centered on the children’s bodies and understood by the teachers as possible solutions through interventional of health assistance.
Palavras-chave: Medicalização
Educação básica
Psicologia sócio- histórica
Medicalization
Basic education
Socio-historical psychology
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: SANTOS, G. S. A medicalização da infância: um estudo com professores (as) da rede municipal de ensino de Goiânia sobre encaminhamentos de crianças à saúde. 2017. 202 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6954
Data de defesa: 15-Fev-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Geane da Silva Santos - 2017.pdf2,02 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons