Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7036
Tipo do documento: Dissertação
Título: Família scenedesmaceae (chlorophyceae, sphaeropleales) no estado de Goiás: biodiversidade e distribuição geográfica
Autor: Oliveira, Renato Silva
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5526612424429985
Primeiro orientador: Nogueira, Ina de Souza
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3877834258990173
Primeiro membro da banca: Nogueira, Ina de Souza
Segundo membro da banca: Tucci, Andrea
Terceiro membro da banca: Correa, Débora Machado
Resumo: Scenedesmaceae Oltmans são Chlorophyta cenobiais cocoides dulciaquícolas pertencentes à ordem Sphaeropleales (Luerssen) emend Deason. Esta família de algas durante algumas décadas foi classificada em Chlorococcales sensu latu com base apenas em critérios citomorfológicos. Posteriormente dados ultraestruturais e moleculares confirmaram a necessidade do reposicionamento de algumas famílias e gêneros. Foram considerados 15 gêneros para a família Scenedesmaceae de acordo com trabalhos publicados até a vigência deste trabalho. Scenedesmaceae compreende 3 subfamílias: Scenedesmoidea, Desmodesmoidea e Coelastroidea, esta última não contemplada neste estudo. O número de trabalhos para o Brasil é representativo, no entanto em Goiás ainda é escasso, fato que motivou o presente estudo. O objetivo deste trabalho foi realizar um inventário de morfoespécies de Scenedesmaceae planctônicas no Estado de Goiás abrangendo as principais regiões hidrográficas do estado. Entre março de 2013 e dezembro de 2014 foi realizado um inventário florístico das Scenedesmaceae do Estado de Goiás. Este estudo foi realizado com coletas de diferentes localidades contemplando as três regiões hidrográficas e diferentes ambientes (lênticos e lóticos). As amostras foram fixadas em solução de Transeau e posteriormente depositadas no Herbário UFG. O estudo foi fundamentado em coletas de água bruta ou rede de 25 µm para material fitoplanctônico. Efetuou-se a análise em microscopia óptica e eletrônica de varredura. O sistema de classificação adotado foi o de Krienitz e Bock publicado em 2012, com algumas adaptações de Hegewald e colaboradores nos trabalhos de 2010 e 2013. No total 220 amostras oriundas de 18 municípios do Estado de Goiás foram analisadas. Utilizou-se as algas provenientes de populações naturais sendo estas descritas, comentadas e microfotografadas, e quando necessário relatado a plasticidade fenotípica juntamente com considerações taxonômicas. Foram registrados 33 táxons para o Estado, o gênero Desmodesmus foi o mais representativo com 20 táxons, Desmodesmus communis, Desmodesmus maximus e Scenedesmus ellipticus foram as espécies comuns, 13 táxons foram registrados com a ultraestrutura e oito espécies foram citadas pela primeira vez para o Estado.
Abstract: Scenedesmaceae Oltmans are Chlorophyta cenobial fresh water cocoides belonging to the order Sphaeropleales (Luerssen) emend Deason. This family of algae for some decades was classified in Chlorococcales sensu latu based only on cytomorphological criteria. Subsequently, ultrastructural and molecular data confirmed the need to reposition some families and genders. Fifteen genera were considered for the family Scenedesmaceae according to published works until the validity of this work. Scenedesmaceae comprises 3 subfamilies: Scenedesmoidea, Desmodesmoidea and Coelastroidea, the latter not contemplated in this study. The number of papers for Brazil is representative, but in Goiás it is still scarce, a fact that motivated the present study. The objective of this work was to perform an inventory of planktonic Scenedesmaceae morphospecies in the State of Goiás covering the main hydrographic regions of the state. A floristic inventory of Scenedesmaceae from the State of Goiás was carried out between March 2013 and December 2014. This study was carried out with collections from different localities, covering the three hydrographic regions and different environments (lentic and lotic). The samples were fixed in Transeau solution and later deposited in the UFG Herbarium. The study was based on collections of raw water or 25 μm network for phytoplankton material. Scanning electron microscopy and scanning electron microscopy were performed. The classification system adopted was that of Krienitz and Bock published in 2012, with some adaptations of Hegewald and collaborators in the works of 2010 and 2013. A total of 220 samples from 18 municipalities in the State of Goiás were analyzed. The algae obtained from natural populations were described, commented and microphotographed, and when necessary the phenotypic plasticity was reported together with taxonomic considerations. Desmodesmus communis, Desmodesmus maximus and Scenedesmus ellipticus were the common species, 13 taxa were registered with the ultrastructure and eight species were first mentioned for the State.
Palavras-chave: Desmodesmus
Florística
Scenedesmus
Ultraestrutura
Desmodesmus
Floristic
Scenedesmus
Ultrastructure
Área(s) do CNPq: BOTANICA::TAXONOMIA VEGETAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Biodiversidade Vegetal (ICB)
Citação: OLIVEIRA, R. S. Família scenedesmaceae (chlorophyceae, sphaeropleales) no estado de Goiás: biodiversidade e distribuição geográfica. 2015. 105 f. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Vegetal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7036
Data de defesa: 4-Mar-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Biodiversidade Vegetal (ICB)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Renato Silva Oliveira - 2015.pdf8,29 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons