Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7046
Tipo do documento: Tese
Título: A gestão integrada da escola no estado do Rio de Janeiro (2011-2014): consensos e disputas
Título(s) alternativo(s): Integratede management of school in the state of Rio de Janeiro (2011-2014): consensus and disputes
Autor: Oliveira, Sheila Santos de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8472465784313262
Primeiro orientador: Alves, Miriam Fábia
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4002600044640352
Primeiro membro da banca: Alves, Miriam Fábia
Segundo membro da banca: Najjar, Jorge Nassim Vieira
Terceiro membro da banca: Tochi, Mirza Seabra
Quarto membro da banca: Oliveira, João Ferreira
Quinto membro da banca: Assis, Lúcia Maria de
Resumo: O presente estudo insere-se na linha de pesquisa Estado, Políticas e História da Educação do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás. O objeto de estudo consta nas discussões acerca do tema gestão educacional e das perspectivas gerencialistas da educação que vêm se consolidando no Brasil, nas últimas décadas. O objetivo do trabalho é analisar a Gestão Integrada da Escola (GIDE), uma metodologia de gestão implantada pelo governo do estado do Rio de Janeiro, no ano de 2011. Ainda, de avaliar a materialização dessa política, identificar, através da perspectiva dos gestores escolares, os processos de resistência, acomodações e conflitos que possam delimitar a distância entre a política como texto e sua implementação como prática. A pesquisa tem como recorte temporal de análise os anos de 2011 a 2014. Fundamenta-se o estudo do objeto considerando processos de transformação social, política e econômica que apresentam uma estreita relação com a reestruturação do sistema capitalista, sob o modo de regulação neoliberal evidenciado no Brasil, especialmente a partir década de 1990. No campo educacional, esses processos mais amplos têm indicado uma concepção de gestão pública, pautados nos princípios e práticas da Nova Gestão Pública, que, pela crítica à administração clássica e burocrática, propõem a reorientação das instituições, fundamentando-se em conceitos gerencialistas com foco na eficiência, controle e resultados quantificáveis. Nessa perspectiva, o governo do estado do Rio de Janeiro insere no cotidiano escolar a GIDE, um sistema de gerenciamento estratégico com foco nos resultados cuja principal finalidade é elevar a qualidade do ensino para que o estado alcance os primeiros lugares no ranking da avaliação nacional. Ainda como fundamentos da análise, foram mobilizados, considerando os diversos contextos e a historicidade, os conceitos de administração, gestão educacional, qualidade e avaliação. A fim de alcançar os objetivos propostos, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com gestores escolares da rede pública estadual de ensino. Em uma perspectiva qualitativa da pesquisa buscou-se compreender a política como texto e suas implicações no contexto da prática. Acredita-se, por fim, que a GIDE altera a lógica escolar, a função do gestor escolar e a forma como esse sujeito atua. Observa-se que pela cooptação, pelos questionamentos na resistência ao modelo ou pelos silêncios e omissões, conceitos caros a educação e as práticas no cotidiano são ressignificados, o que corrobora a distância entre a política como texto e a prática da política. A GIDE é mais um instrumento de gestão voltado para os resultados quantificáveis do processo educativo, distanciando-se da concepção de educação como processo de formação humana e integral dos sujeitos.
Abstract: This study is part of the research line State, Policy and Education History of the Federal University of Goiás Pós Graduate Program of Education. The object of study appears in discussions about educational management the meant managerial perspectives of education that has been consolidated, in Brazil, in recent decades. The objective is to analyze the Management Integrated of School (GIDE), a methodology implemented by the state government of Rio de Janeiro in 2011. Still, in an attempt to assess the realization of this policy, to identify, from the perspective of school management, the processes of resistance, accommodation and conflicts that may define the distance between politics as text and this practical implementation. The research has the time frame analysis the years 2011-2014. It is based on the object of study considering processes of social, political and economic that have a close relationship with there structuring of the capitalist system, under the guise of neoliberal regulation, evidenced in Brazil, especially from the 1990s. In the education alfield, these broader processes have indicated a public management design, guided by the principles and practices of the New Public Management that the criticism of classical and bureaucratic administration proposes a reorientation of institutions basing on managerial concepts with a focus on efficiency, control and measurable results. In this perspective the state government of Rio de Janeiro inserts in school life the GIDE, a strategic management system focused on results, whose main purpose is to raise the quality of education for the state to reach the first places in the ranking of national assessment. Even as analysis of the fundamentals were mobilized, considering the different contexts and historicity, the concepts of management, educational management, quality and evaluation. In order to achieve the proposed objectives were carried out semi-structured interviews with school managers. In a qualitative research perspective, it was used as a methodological theoretical support of the approach of the policy cycle is to understand the context of influence, the production and political practice. It is believed, finally, that GIDE changes the school logic, the role of the school manager and the way in which this subject acts. It is observed that by cooptation, by questioning in resistance to the model or by silences and omissions, concepts that are expensive to education and practices in everyday life are re-signified, which corroborates the distance between politics as a text and the practice of politics. GIDE is a management tool aimed at the quantifiable results of the educational process, distancing itself from the conception of education as a process of human and integral formation of the subjects.
Palavras-chave: Gestão educacional
Gestão integrada da escola
Qualidade, avaliação e educação pública estadual do Rio de Janeiro
Education management
Integrated management school
Quality, evaluation and public educacion Rio de Janeiro state
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação (FE)
Citação: OLIVEIRA, S. S. A gestão integrada da escola no estado do Rio de Janeiro (2011-2014): consensos e disputas. 2016. 205 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7046
Data de defesa: 10-Out-2016
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Sheila Santos de Oliveira - 2016.pdf4,92 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons