Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7070
Tipo do documento: Dissertação
Título: A representação da subjetividade do indivíduo usuário de drogas na linguagem jornalística
Título(s) alternativo(s): The representation of the subjectivity of the individual who uses drugs in the journalistic language
Autor: Barbosa, Jacquelline Rodrigues
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7257934349181050
Primeiro orientador: Resende, Maria do Rosário Silva
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9438831227539163
Primeiro membro da banca: Resende , Maria do Rosário Silva
Segundo membro da banca: Sass , Odair
Terceiro membro da banca: Roure , Susie Amâncio Gonçalves de
Quarto membro da banca: Tavares , Naraiana de Oliveira
Quinto membro da banca: Lacerda Júnior , Fernando
Resumo: Com o estudo do discurso midiático em relação ao indivíduo usuário de drogas, investigou-se o papel da mídia na disseminação das práticas discursivas atribuídas a esse público. Para isso, procurou-se, inicialmente, compreender o processo histórico das drogas na humanidade, o mecanismo de criminalização e a linguagem jornalística sobre a temática da drogadição. Entende-se que existe um discurso de “guerra às drogas”, vinculado pelo Estado e pela indústria cultural, que rotula o usuário de substâncias psicoativas depreciativamente. Com isso, o discurso midiático muitas vezes se volta para fins concretos de venda, tornando-se um instrumento de dominação, em que o foco é a mercantilização da cultura. Contudo, a hipótese apontada neste estudo é a de que os modos de representação dos discursos midiáticos perpassam pelo preconceito e pela estigmatização, colocando os usuários de drogas em uma realidade fragmentada e atrás dos muros da sociedade. Esta pesquisa é de cunho bibliográfico e documental e consiste em uma avaliação qualitativa, tendo sido realizada de 2010 a julho de 2016, em dois jornais de grande circulação no estado de Goiás – O Popular e Diário da Manhã –, à procura de identificar as marcas que sobrepujam os indivíduos usuários de drogas. Destaca-se, ainda, que o trabalho apropria-se da Teoria Crítica da Sociedade para fundamentar uma reflexão crítica sobre a linguagem jornalística com relação ao usuário de drogas e como isso pode influenciar na sua constituição como indivíduo e na forma como a sociedade e a cultura o veem. Buscou-se investigar, no primeiro capítulo, o percurso histórico das drogas e a Política Nacional de Drogas; o segundo capítulo perpassa por uma discussão sobre os fundamentos da indústria cultural e como a mídia compreende os indivíduos usuários de drogas; o terceiro capítulo discute os dados coletados nos jornais O popular e Diário da Manhã; e, à guisa da conclusão, mostrar-se-á que a sociedade ainda compreende e vê o usuário com as marcas da estigmatização e do preconceito. Em suma, espera-se que este estudo descortine subsídios de um olhar para além de um ser nefasto e estigmatizado no imaginário social, na tentativa de propiciar uma ação preventiva e desenvolver um registro ético com esses indivíduos usuários de drogas, sem deturpá-los ou reduzi-los.
Abstract: Envisioning to study the mediatic discourse related to the individual / drug user, the role of the media in disseminating the discursive practices attributed to this public was investigated. In order to achieve this, the first step was to comprehend the historical process of drugs in humanity, its mechanism of criminalization and the journalistic language referring to drug addiction. It is understood that there is a discourse involving the "drug war", disseminated by the state and by the cultural industry, which depreciatingly labels the users of psychoactive substances. Therewith, mediatic discourse often directs itself to concrete ends of sale, turning into a domination instrument, focusing in culture commercialization. However, in this study, the hypothesis pointed out is that the way media discourses are represented run through the bias of prejudice and stigmatization, leading drug users to a fragmented reality behind the walls of society. This is a bibliographical and documentary research, that consists of a qualitative evaluation, ranging from 2010 to July of 2016, of two great circulation newspapers in the state of Goiás - O Popular and Diário da Manhã -, aiming to identify signals that surpass the individuals / drug users. It is also worth to mention that this study uses the Critical Theory of the Society to substantiate a critical reflection on journalistic language associated to drug users and how this can influence its individual constitution and how they are seen by society and culture. In the first chapter, the history of drugs and the National Drug Policy was investigated; the second chapter presents a discussion of the fundamentals of cultural industry and how media perceives the individuals / drug users; data collected in the newspapers O popular and Diário da Manhã are discussed in the third chapter. As a conclusion, it is possible to highlight that society still understands and sees drug users with stigmatization and prejudice. In sum, this study pretends to reveal the benefits of a look beyond in the social imaginary, when related to the stigmatized drug users, in order to provide preventive actions and develop an ethical record with these individuals / drug users, without detracting or depreciating them.
Palavras-chave: Indivíduos
Usuários de drogas
Indústria cultural
Linguagem jornalística
Estigmas
Preconceito
Individuals
Drug users
Cultural industry
Journalistic language
Stigmata
Prejudice
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: BARBOSA, J. R. A representação da subjetividade do indivíduo usuário de drogas na linguagem jornalística. 2017. 99 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7070
Data de defesa: 2-Mar-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Jacquelline Rodrigues Barbosa - 2017.pdf1,79 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons