Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7573
Tipo do documento: Dissertação
Título: Políticas educacionais de gênero: (im) possibilidades para emancipação
Título(s) alternativo(s): Gender educational policies: (im) possibilities for emancipation
Autor: Santos, Nathalia Borges
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4527933082760121
Primeiro orientador: Roure, Susie Amância Gonçalves de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2796807492405078
Primeiro membro da banca: Resende, Maria do Rosário Silva
Segundo membro da banca: Araújo, Denise Silva
Terceiro membro da banca: Siqueira, Teresa Cristina Barbo
Resumo: A presente pesquisa teve como objetivo geral investigar as Políticas Educacionais de Gênero, refletindo acerca dos processos que podem contribuir para uma formação cultural genuína e emancipatória. Teve, ainda, como objetivos específicos: compreender como os processos psicossociais desenvolvidos a partir da educação formam a subjetividade humana no contexto contemporâneo, a partir da categoria conceitual de formação cultural(conforme a concebem Adorno e Horkheimer); discutir a emergência do conceito de gênero e realizar uma contextualização histórica do movimento feminista; analisar a relação entre Estado, políticas públicas e as reivindicações do movimento feminista; investigar, no Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero , os avanços e recuos em relação às reivindicações e demandas dos movimentos sociais das mulheres, refletindo, sobretudo, como essas políticas são assimiladas pelas escolas por meio dos projetos escolares ganhadores, buscando apreender suas contradições e questionar se de fato há possibilidades formativas que levem à emancipação. Em especial, a análise das Políticas Públicas de Gênero visa refletir sobre o potencial formativo de uma consciência crítica e sensível às questões relativas à desigualdade entre homens e mulheres. Isto posto, pretendeu-se investigar, por meio de uma pesquisa bibliográfica documental, as políticas de gênero na educação, especialmente o Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero (nas edições de 2010a, 2010b, 2012, 2013 e 2014), buscando verificar em que medida os projetos voltados para a escola, oriundos dessas políticas, contribuem para uma educação humanizante e para a superação das desigualdades entre os gêneros masculino e feminino e se elas atuam, de fato, como meio para emancipação do indivíduo. Como resultado dessa análise, evidenciou-se a importância de reivindicar a participação da Psicologia, por meio de estudos, pesquisas e discussões no debate sobre Políticas Educacionais, que efetivamente promova as bases para uma formação cultural genuína, na qual a luta por igualdade real entre homens e mulheres expresse a luta por igualdade real entre todos os indivíduos, ou seja, que busque, sobretudo, a emancipação humana.
Abstract: The general objective of this research was to investigate the Educational Policies of Gender and reflect about the processes that can contribute to a genuine and emancipatory cultural formation. Its specific objectives were to understand how psychosocial processes developed by education can form human subjectivity in the contemporary context, analyzing the conceptual category of cultural formation from Adorno and Horkheimer; to discuss the emergence of the gender concept and carry out a historical contextualization of the feminist movement; to analyze the relationship between State, public policies and the demands of the feminist movement; to investigate the advances and setbacks in relation to the demands of women's social movements in the Gender Equality Prize , reflecting about the subjects above and how these policies are assimilated by schools through winning school projects, seeking to understand their contradictions whether in fact there are formative possibilities that lead to emancipation. In particular, the analysis of the Public Policies of Gender aimed to reflect on the formative potential of a critical and sensitive conscience to the questions related to the inequality between men and women. This paper aimed to investigate, through a documental bibliographical research, the gender policies in education, especially the Building Gender Equality Prize (in the 2010a, 2010b, 2012, 2013 and 2014 editions), seeking to verify in which and how the projects directed to the school derived from these policies contribute to a humanized education and the overcoming of the inequalities between the masculine and feminine genders in fact, the contribution for the emancipation of the individual. As a result of this analysis, the importance of Psychology as a science was emphasized through studies, researches and discussions in the debate of Educational Policies that promotes effectively the bases for a genuine cultural formation, in which the struggle for real equality between men and women express the real equality among all individuals, aiming for human emancipation.
Palavras-chave: Políticas de gênero
Formação cultural
Educação
Feminismo
Gender policies
Cultural training
Education
Feminism
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: SANTOS, Nathalia Borges. Políticas educacionais de gênero: (im) possibilidades para emancipação. 2017. 129 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7573
Data de defesa: 2-Jun-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Nathalia Borges Santos - 2017.pdf1,76 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons