Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7734
Tipo do documento: Dissertação
Título: Imunocastração em bovinos mestiços sobre o desempenho, características da carcaça e qualidade da carne
Título(s) alternativo(s): Immunocastration in crossbred cattle on performance, carcass characteristics and meat quality
Autor: Ribeiro, Renata Vaz
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0458781672263148
Primeiro orientador: Miyagi, Eliane Sayuri
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/5838290185532582
Primeiro coorientador: Ferro, Rafael Alves da Costa
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/4205656482180504
Primeiro membro da banca: Miyagi, Eliane Sayuri
Segundo membro da banca: Santos, Aracele Pinheiro Pales dos
Terceiro membro da banca: Ferro, Diogo Alves da Costa
Resumo: A cadeia produtiva da bovinocultura de corte vem crescendo a cada ano e igualmente os consumidores vem aumentando sua exigência quanto a qualidade da carne consumida. A castração dos bovinos traz como benefícios a melhoria da qualidade da carcaça, principalmente quanto a espessura de gordura subcutânea e maciez da carne. A fim de evitar o estresse e problemas relacionados a técnica de castração cirúrgica, a vacina imunocastradora vem sendo estudada a fim de determinar a influência dessa no desempenho dos animais e da qualidade da carcaça e da carne. O presente trabalho foi proposto com o intuito de avaliar o desempenho, características da carcaça e qualidade da carne de bovinos mestiços imunocastrados e inteiros terminados em confinamento O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por O experimento foi realizado em São Luís de Montes Belos, no estado Goiás, composto por trinta bovinos mestiços trinta bovinos mestiços trinta bovinos mestiços trinta bovinos mestiços trinta bovinos mestiços trinta bovinos mestiços Holandês/Gir em um delineamento inteiramente casualizado (DIC), com quinze animais por tratamento (imunocastrados e não castrados). Para cada grupo foram utilizados bovinos, clinicamente saudáveis com idade inicial média de 12 a 14 meses e peso inicial médio de 235 kg (± 20 kg). Após sete dias de adaptação foi aplicada a primeira dose de um ml do imunocastrador (Bopriva®, Zoetis Indústria de Produtos Veterinária LTDA, São Paulo, SP, Brasil) (IC - grupo imunocastrado) em cada animal e após 30 dias repetido a mesma dose (conforme recomendação do fabricante). Foi avaliado características quantitativas e qualitativas da carcaça, sendo a área de olho de lombo (AOL), espessura de gordura subcutânea (EGS), medida de gordura de acabamento da picanha (P8), marmoreio, análise sensorial de coloração e textura. Foram realizadas mensurações das características morfológicas: comprimento de carcaça, comprimento de braço, perímetro de braço, comprimento de coxa e perímetro de coxa nas meias carcaças direita. Para desempenho foi avaliado ganho de peso médio diário; GPT: ganho de peso total; PAB: peso de abate; PCQ: peso de carcaça quente; RC: rendimento de carcaça. Quanto a carne, foram realizados análises da maciez, perdas por descongelamento e perdas por cocção. Os valores GPMD, GPT, PAB e PCQ não apresentaram diferenças significativas entre os tratamentos (P>0,05), sendo as variáveis CCOX e RC as únicas que diferiram estatisticamente (P<0,05). A espessura de gordura subcutânea foi maior nos IC, já em relação ao valor de marmoreio foi maior nos NC, porém ambos não apresentaram diferenças significativas estatisticamente (P>0,05). Os valores de FC, PCOC e PD não apresentaram diferenças significativas entre os tratamentos (P>0,05). Como conclusão, obteve-se que a utilização do imunocastrador alterou apenas as características rendimento de carcaça e perímetro de coxa, as demais características de desempenho produtivo assim como as características morfométricas não foram diferentes estatisticamente, bem como nenhuma das características de carcaça avaliadas. Para a qualidade da carne, resultou-se que a vacina imunocastradora não influenciou na maciez da carne e nem na perda de agua por descongelamento e cocção, demonstrando a necessitando de mais estudos utilizando a eficiência e os valores econômicos dessa técnica em animais nessa faixa etária.
Abstract: The productive chain of beef cattle breeding has been growing every year and also consumers have been increasing their demand regarding the quality of the meat consumed. The castration of the bovine has as benefits the improvement of the quality of the carcass, mainly as for the thickness of subcutaneous fat and tenderness of the meat. In order to avoid stress and problems related to the technique of surgical castration, the immunocast vaccine has been studied in order to determine the influence of this in the performance of the animals and the quality of the carcass and meat. The present work was carried out with the purpose of evaluating the performance, carcass characteristics and meat quality of crossbred and complete immuno-confined bovine animals. The experiment was carried out in São Luís de Montes Belos, in the state of Goiás, composed of thirty crossbred cattle Dutch / Gir in a completely randomized design (DIC), with fifteen animals per treatment (immature and uncastrated). For each group, healthy, clinically healthy cattle with mean initial age of 12 to 14 months and mean initial weight of 235 kg (± 20 kg) were used. After seven days of adaptation the first dose of one ml of the immunocast (Bopriva®, Zoetis Indústria de Produtos Veterinária LTDA, São Paulo, SP, Brazil) (IC - immunocompromised group) was applied in each animal and after 30 days repeated the same dose (as recommended by the manufacturer). It was evaluated the quantitative and qualitative characteristics of the carcass, being the area of loin eye (AOL), subcutaneous fat thickness (EGS), measurement of finishing fat of the picanha (P8), marbling, sensory analysis of coloration and texture. Measurements of the morphological characteristics were performed: carcass length, arm length, arm perimeter, thigh length and thigh perimeter in the right half carcasses. For performance, mean daily weight gain was evaluated; GPT: total weight gain; PAB: slaughter weight; PCQ: warm carcass weight; RC: carcass yield. Regarding meat, analyzes of softness, thaw losses and cooking losses were performed. The GPMD, GPT, PAB and PCQ values did not present significant differences between the treatments (P> 0.05), with the CCOX and RC variables being the only ones that differed statistically (P <0.05). The thickness of the subcutaneous fat was higher in the CI, whereas the marbling value was higher in the NC, but both did not present statistically significant differences (P> 0.05). The values of HR, PCOC and PD did not show significant differences between the treatments (P> 0.05). In conclusion, it was obtained that the use of the immunocast changed only the carcass yield and thigh perimeter characteristics, the other productive performance characteristics as well as the morphometric characteristics were not statistically different, as well as none of the carcass characteristics evaluated. For the meat quality, it was found that the immunoassay vaccine did not influence meat tenderness or water loss by thawing and cooking, demonstrating the need for further studies using the efficiency and economic values of this technique in animals in this age group.
Palavras-chave: Bos taurus
Bos indicus
Castração química
Confinamento
Imunocastrador
Vacina
Vaccine
Chemical castration
Confinement
Immunocast
Área(s) do CNPq: ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Zootecnia (EVZ)
Citação: RIBEIRO, R. V. Imunocastração em bovinos mestiços sobre o desempenho, características da carcaça e qualidade da carne. 2017. 59 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7734
Data de defesa: 9-Ago-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Zootecnia (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Renata Vaz Ribeiro - 2017.pdf2,2 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons