Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8066
Tipo do documento: Dissertação
Título: Palimpsesto fílmico: ensaio, memória e montagem em Rocha que Voa
Título(s) alternativo(s): Palimpsest film: essay, memory and montage in Stones in the Sky
Autor: Oliveira, Jordana Albino
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0620684306920620
Primeiro orientador: Santos, Goiamérico Felício Carneiro dos
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4360025460772301
Primeiro membro da banca: Santos, Goiamérico Felício Carneiro dos
Segundo membro da banca: Gomes, Suely Henrique de Aquino
Terceiro membro da banca: Borges, Rafael de Almeida Tavares
Resumo: A pesquisa busca analisar o pensamento ensaístico, o gesto da operação da montagem e a produção de memória no filme-ensaio Rocha que Voa (2002), do cineasta brasileiro Eryk Rocha. Filme de montagem de elementos sonoros e imagéticos, simbióticos e amalgamados, que transitam entre temporalidades e localidades produzindo memória do cinema latino-americano dos anos das décadas de 60 e 70. Memória essa não apenas de um sujeito ou de um movimento todo, mas memória imemorial, absoluta e involuntária enquanto contato de um eu e de um mundo. No movimento de olhar o passado e com ele dialogar, os arquivos que constituem o filme se atualizam no presente. Arquivos de Havana, de Glauber Rocha, do cinema latino-americano, e de dimensões estéticas e políticas tensionadas e em relação com a linguagem cinematográfica e com os agenciamentos estabelecidos com o mundo. A partir da pesquisa bibliográfica e de uma análise fílmica ensaística, buscamos compreender como a forma do filme-ensaio é modulada e como os vestígios de imagens são mobilizados pela experiência fílmica do cineasta. A princípio, buscamos contextualizar o filme no âmbito do documentário contemporâneo brasileiro e aproximá-lo do conceito de filme-ensaio, percebendo seus contornos e camadas que se formam ao conceber o pensamento ensaístico como o norteador de nosso processo de análise fílmica. Em seguida, discutimos a as relações imbrincadas das imagens com a memória e a história possibilitadas pela montagem. A operação poética-construtiva da montagem marcada pela heterogeneidade de materiais e correspondências ganha destaque na figura do palimpsesto que convoca em forma e gesto a aporia de um passado que não foi, mas que é, e que continua se atualizando no presente.
Abstract: The research seeks to analyze the essayist thought, the gesture of montage and the production of memory on the film-essay Rocha que Voa (2002) by the brazilian filmmaker Eryk Rocha. Film of assembly of sonic and imaginary elements, symbiotic and amalgamated, that transit between temporalities and localities producing memory of the latin american cinema of the years of the 60s and 70s. Memory that is not a subject or a whole movement, but immemorial, absolute and involuntary as the contact of a self and a world. In the movement of looking at the past and dialoguing with it, the files that constitute the film are updated in the present. Archives of Havana, Glauber Rocha, Latin American cinema, and aesthetic and political dimensions tensioned and in relation to the cinematographic language and with the established settlements with the world. Through bibliographical research and a film analysis, we seek to understand how the traces of images (visual and sound) are mobilized by the experience of the filmmaker and performed by the montage At first, we seek to contextualize the film within the context of Brazilian contemporary documentary and to approach it with the concept of filmessay, conceiving the essaistic gesture as the guide of our process of film analysis and bibliographic research. Next, we discuss the appropriation of archives and the unrelated relations of images with memory and history. The poetic-constructive operation of the montage marked by the heterogeneity of materials and their new combinations gains prominence in the figure of the palimpsest that summons in form and gesture the aporia of a past that is not over but still, and continues to be updated in the present.
Palavras-chave: Cinema
Rocha que Voa
Filme-ensaio
Memória
Montagem
Cinema
Rocha que Voa
Film-essay
Memory
Montage.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC)
Citação: OLIVEIRA, J. A. Palimpsesto fílmico: ensaio, memória e montagem em Rocha que Voa. 2017. 91 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8066
Data de defesa: 28-Jun-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Jordana Albino Oliveira - 2017.pdf3,08 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons