Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8178
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorOliveira, Rodolfo Pimentel-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8700124601098316eng
dc.contributor.advisor1Oliveira, Leandro Gonçalves-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4995825091971711eng
dc.contributor.referee1Oliveira, Leandro Gonçalves-
dc.contributor.referee2Miziara, Fausto-
dc.contributor.referee3Paniago, Rosenilde Nogueira-
dc.date.accessioned2018-02-21T11:22:46Z-
dc.date.issued2017-07-06-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, R. P. Percepção ambiental: como os corpos d’água e a biodiversidade aquática são percebidos por jovens de ensino fundamental em Rio Verde – Goiás. 2017. 139 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.eng
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8178-
dc.description.resumoA humanidade passa por uma crise ambiental, a modernização da sociedade provocou mudanças profundas no comportamento de toda sociedade, houve intensificação dos impactos ambientais de modo sistêmico. A gravidade dos danos ainda não possui dimensão, porém certamente coloca em risco de extinção inúmeras espécies, sendo particularmente grave a situação do Cerrado, um Hotspot de biodiversidade que sofre impactos constantes de atividades agrícolas, especialmente os organismos aquáticos, que são pouco estudados. Com o intuito de preservar a qualidade do ambiente e garantir sobrevivência da biodiversidade, deve existir envolvimento da sociedade e o envolvimento só existe a partir do momento que os indivíduos percebem o meio. Logo, objetivou-se investigar as percepções de estudantes do ensino fundamental em uma escola do campo e uma da cidade, sobre biodiversidade aquática e sobre os corpos d’agua. O trabalho foi aplicado em Rio Verde – Goiás, através de questionários com os alunos, observações e entrevistas com os professores, gestores e coordenadores envolvidos. Foram questionados 140 estudantes de sexto e nono anos do ensino fundamental II e aplicadas 8 entrevistas. Como resultados, constatou-se que a percepção sobre biodiversidade aquática e também recursos hídricos é superficial e deficiente. Não percebem a riqueza da biodiversidade aquática e não dialogam sobre sua importância para o ecossistema. Possuem dificuldade para identificar impactos ambientais e sugerir medidas de mitigação. Não existe diferenças entre a percepção dos estudantes do campo e da cidade. Ainda foi possível detectar que os estudantes do campo possuem dificuldades teóricas, deixando de responder um grande número de questões. Conclui-se que não há diferenças entre a percepção ambiental sobre biodiversidade aquática entre o campo e a cidade, sendo necessário promover ações de Educação Ambiental condizentes com o contexto dos estudantes e que permitam a sensibilização dos estudantes, para que percebam a biodiversidade aquática e como ela está ligada as inúmeras atividades humanas.eng
dc.description.abstractHumanity goes through an environmental crisis, the modernization of society caused deep changes in the behavior of the whole society, there was intensification of environmental impacts in a systemic way, not restricted to the cities. The severity of the damage has not yet been dimension, but certainly, puts endangered numerous species, particularly serious situation of Cerrado, a biodiversity hotspot that is in constantly impact of agricultural activities, especially aquatic organisms, which are little studied. To preserve the quality of the environment and the survival of biodiversity, there must be involvement of society, for this, individuals have to realize, since the youth, the factors that build the environment. For this reason, was investigated in Rio Verde - Goiás, one of the largest producers of grains in the country, the perceptions of elementary school students in a countryside school and a city school about aquatic biodiversity, through questionnaires with students, observations and interviews with teachers, managers and coordinators involved. It was questioned 140 students in sixth and ninth years of elementary school II and applied 8 interviews. The results are, the perception of aquatic biodiversity and water resources is quite shallow, poor. They do not realize the wealth of aquatic biodiversity and not dialogue about their importance to the ecosystem. They have difficulty to identify environmental impacts and suggest mitigation measures. There is no difference between the perception of the students of the countryside and the city, going contrary to the social movements fighting for the identity of the camp residents. Worrying finding is that countryside students have serious theoretical difficulties, failing to answer a number of questions. We conclude that there’s no difference between the students from the countryside and the city, being need to promote environmental education consistent inside the context of students and allow the development of the awareness of students to understand the aquatic biodiversity and how it relate to many human activities.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2018-02-21T11:22:16Z No. of bitstreams: 2 Dissertação - Rodolfo Pimentel Oliveira - 2017.pdf: 2964926 bytes, checksum: 3395c6c43fe4cb29e14c8b47bf44b8fd (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5)eng
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2018-02-21T11:22:46Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertação - Rodolfo Pimentel Oliveira - 2017.pdf: 2964926 bytes, checksum: 3395c6c43fe4cb29e14c8b47bf44b8fd (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-02-21T11:22:46Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação - Rodolfo Pimentel Oliveira - 2017.pdf: 2964926 bytes, checksum: 3395c6c43fe4cb29e14c8b47bf44b8fd (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2017-07-06eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESeng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporeng
dc.publisherUniversidade Federal de Goiáseng
dc.publisher.departmentPró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)eng
dc.publisher.countryBrasileng
dc.publisher.initialsUFGeng
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG)eng
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectEducação ambientalpor
dc.subjectOrganismos aquáticospor
dc.subjectEnsino de ciênciaspor
dc.subjectEnvironmental educationeng
dc.subjectAquatic organismseng
dc.subjectScience teachingeng
dc.subject.cnpqECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMASeng
dc.titlePercepção ambiental: como os corpos d’água e a biodiversidade aquática são percebidos por jovens de ensino fundamental em Rio Verde – Goiáseng
dc.title.alternativeEnvironmental perception: how water bodies and aquatic biodiversity are perceived by youngsters of elementary education in Rio Verde - Goiáseng
dc.typeDissertaçãoeng
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Ambientais (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Rodolfo Pimentel Oliveira - 2017.pdf2,9 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons