Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8352
Tipo do documento: Dissertação
Título: Empresas familiares x não familiares: impactos das aquisições corporativas no desempenho da empresa e na remuneração dos executivos
Título(s) alternativo(s): Family and non-family firms: impacts of corporate acquisitions on company performance and remuneration of executives
Autor: Oliveira, Rafael Manoel de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3955859376049524
Primeiro orientador: Pimenta, Daiana Paula
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9039708494014835
Primeiro membro da banca: Pimenta, Daiana Paula
Segundo membro da banca: Cunha, Moisés Ferreira da
Terceiro membro da banca: Porto, Rafael Barreiros
Resumo: Este estudo buscou verificar se as aquisições realizadas por empresas familiares geram melhor desempenho do que aquelas realizadas por empresas não familiares, e se existe diferença entre a remuneração pós-aquisição de executivos de empresas familiares e de executivos de empresas não familiares de companhias brasileiras listadas na B3, no período de 2009 a 2016. A pesquisa se suporta principalmente nas relações de agência e no alinhamento de interesses entre o principal e o agente, estudados pela Teoria da Agência. Os dados foram coletados por meio da Thomson Reuters Ikon e pelo formulário de referência das empresas. As empresas foram classificadas como familiares ou não familiares por meio das abordagens de componente de envolvimento e abordagem essencial. Para cumprir os objetivos, foram estimadas três regressões múltiplas: duas referentes ao desempenho de aquisições, com dados empilhados e amostra de 244 aquisições (86 empresas), e uma referente à remuneração dos executivos, com uma amostra de 96 empresas, com dados em painel não balanceado. Os resultados indicaram que: i) as empresas brasileiras familiares tendem a ter desempenho superior com eventos de aquisições corporativas em relação às não familiares; e ii) as aquisições corporativas têm um maior impacto positivo na remuneração total dos executivos de empresas não familiares do que na de empresas familiares. Os resultados são consistentes com a Teoria da Agência, que diz que distanciamento entre a propriedade e o controle gera conflitos de agência e oferece maiores oportunidades de expropriação por parte dos gestores.
Abstract: This study aimed to verify if the acquisitions made by family companies generate better performance than those performed by non-family companies, and if there is a difference between the post-acquisition compensation of executives of family companies and executives from non- family companies of Brazilian companies listed in B3 in the period from 2009 to 2016. The research is supported mainly in the agency relations and the alignment of interests between the principal and the agent, studied by the Agency Theory. Data were collected through Thomson Reuters Ikon and the company reference form. Enterprises were classified as familiar or unfamiliar through the involvement and essential approaches. To achieve the objectives, three multiple regressions were estimated: two related to the performance of acquisitions, with data stacked and a sample of 244 acquisitions (86 companies), and one referring to executive compensation, with a sample of 96 companies with panel data not balanced. The results indicated that: i) Brazilian family firms tend to perform better with corporate acquisitions events compared to non-family acquisitions; and (ii) corporate acquisitions have a greater positive impact on the total remuneration of non-family business executives than on family firms. The results are consistent with the Agency Theory, which says that the gap between ownership and control creates agency conflicts and offers greater opportunities for expropriation by managers.
Palavras-chave: Aquisições corporativas
Fusões e aquisições
Remuneração de executivos
Empresas familiares
Corporate acquisitions
Merges and acquisitions
Executive compensations
Family firms
Área(s) do CNPq: ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Contábeis (FACE)
Citação: OLIVEIRA, Rafael. Empresas familiares x não familiares: impactos das aquisições corporativas no desempenho da empresa e na remuneração dos executivos. 2018. 59 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis ) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8352
Data de defesa: 27-Mar-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Contábeis (FACE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Rafel Manoel de Oliveira - 2018.pdf1,72 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons