Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8443
Tipo do documento: Dissertação
Título: A peregrinação a Meca em tempos de Cruzadas: o testemunho de Ibn Jubayr (século XII)
Título(s) alternativo(s): The pilgrimage to Mecca in times of Crusades: the testimony of Ibn Jubayr (12th century)
Autor: Milhomem, Thiago Damasceno Pinto
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2720320189936855
Primeiro orientador: Souza, Armênia Maria de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9441339482614419
Primeiro membro da banca: Souza, Armênia Maria de
Segundo membro da banca: Nascimento, Renata Cristina de Sousa
Terceiro membro da banca: Quintela, Antón Corbacho
Resumo: A peregrinação à cidade santa de Meca (ḥajj) é um dos pilares do Islã desde o século VII, época do advento da religião na Península Arábica, configurando como uma ordenação no Alcorão Sagrado e nos ditos e feitos do Profeta Muḥammad. Sendo essa peregrinação obrigatória para todo fiel adulto e são e em condições físicas e materiais para tal, diferentes personalidades do mundo islâmico realizaram a jornada sagrada em diversas épocas. Muitos deixaram seus testemunhos por escrito, legando à posteridade suas observações e impressões sobre sociedades e eventos históricos de domínios islâmicos e não islâmicos, influenciando assim no surgimento de um gênero literário específico da cultura árabe-islâmica, o relato de viagem (rihla). Um dos pioneiros do gênero foi Ibn Jubayr (1145-1217), muçulmano natural da cidade de Valência, escritor de um relato referente às suas viagens à região que hoje corresponde ao Oriente Médio, entre 1183 e 1185, período situado entre a Segunda e a Terceira Cruzada. Utilizamos o relato de viagens de Ibn Jubayr editado como A través del Oriente (Rihla), versão publicada pela editora Alianza Literaria em 2007 e que consiste em uma tradução do árabe para o espanhol feita por Felipe Maíllo Salgado. A partir desse testemunho, centrado no périplo religioso do viajante-escritor a Meca, analisaremos as possibilidades e condições sociais de realização do ḥajj em fins do século XII, contexto de Cruzadas, fenômeno histórico de longa duração permeado por importantes aspectos religiosos, políticos, econômicos, militares e culturais.
Abstract: Pilgrimage to the holy city of Mecca (ḥajj) has been one of the pillars of Islam since the seventh century, the time of the advent of the religion in the Arabian Peninsula, as an ordering in the Holy Qur'an and in the sayings and deeds of Prophet Muḥammad. Being this pilgrimage mandatory for all faithful adults in good enough physical and material conditions, different personalities of the Islamic world have realized the sacred journey in different times. Many have left their written testimonies, as a legacy of their observations and impressions on societies and historical events of Islamic and non-Islamic domains, thus influencing the emergence of a specific literary genre of Arab-Islamic culture, the travel journal (rihla). One of the pioneers of this genre was Ibn Jubayr (1145-1217), a Muslim from the city of Valencia, writer of a journal of his travels to the region that today corresponds to the Middle East, between 1183 and 1185, a period between the Second and the Third Crusade. We use Ibn Jubayr's travel journal edited as “Through the East (Rihla)”, a version published by Alianza Literaria in 2007, and which consists of a translation from Arabic into Spanish by Felipe Maíllo Salgado. From this testimony, centered on the religious journey of the writer-traveler to Mecca, we analyze the possibilities and social conditions of ḥajj at the end of the twelfth century, in the context of the Crusades, a long-lasting historical phenomenon permeated by important religious, political, economic, military and cultural aspects
Palavras-chave: Ibn Jubayr
Peregrinação (hajj)
Relato de viagem (rihla)
Cruzadas
Meca
Pilgrimage (ḥajj)
Travel journal (rihla)
Crusades
Mecca
Ibn Jubayr
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em História (FH)
Citação: DAMASCENO, Thiago P. M. A peregrinação a Meca em tempos de Cruzadas: o testemunho de Ibn Jubayr (século XII). 2018. 187 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8443
Data de defesa: 27-Fev-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Thiago Damasceno Pinto Milhomem - 2018.pdf13,96 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons