Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8488
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os efeitos da concentração de propriedade e da estrutura do conselho de administração nos covenants de debêntures emitidas pelas empresas listadas na bolsa brasileira
Título(s) alternativo(s): The effects of the borrowers’ ownership and board structures on the covenants of debentures issued by the companies listed on the Brazilian stock exchange
Autor: Palhares, Cláudia Margareth Gomes
Currículo Lattes do Autor: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K8405122J6
Primeiro orientador: Carmo, Carlos Henrique Silva do
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4177319U9
Primeiro membro da banca: Carmo, Carlos Henrique Silva do
Segundo membro da banca: Beiruth, Aziz Xavier
Terceiro membro da banca: Silva, Júlio Orestes da
Resumo: Por meio de um banco de dados de 110 emissões de debêntures, realizadas entre os anos de 2011 e 2017 por empresas listadas na bolsa brasileira, buscou-se identificar fatores da governança corporativa dos mutuários que afetam a quantidade de covenants financeiros presentes no contratode debênture e a restrição advinda do covenant financeiro “Dívida Financeira Líquida/EBITDA”. Para o modelo referente ao número de covenants financeiros, foi estimada uma regressão pelo método de Mínimos Quadrados Ordinários. Os resultados indicam que as empresas com maior concentração de propriedade por parte do acionista controlador, com um maior tamanho do conselho de administração, são pertencentes aos setores de atividade econômica de minerais metálicos e da tecnologia da informação, as quais emitiram debêntures com menos covenants financeiros. Por outro lado, as debêntures emitidas por empresas de maior porte, pertencentes ao setor de locação de veículos e equipamentos e de telecomunicações e que emitiram debêntures no ano de 2011, apresentaram um número maior de covenants financeiros. O segundo modelo foi estimado através de regressão logística, e os resultados sugerem que empresas com maior concentração de propriedade, maior tamanho do conselho de administração, maior independência do conselho de administração, empresas de maior porte, mais alavancadas e pertencentes ao setor de utilidade pública apresentaram maior propensão a ter um covenant que permita um nível maior de endividamento. Já um prazo maior de vencimento da dívida parece levar as empresas a emitir debêntures com um covenant “Dívida financeira líquida/EBITDA”, que tolera um nível de endividamento menor. A pesquisa fornece apoio à literatura de que mecanismos internos de governança, como a concentração de propriedade, o tamanho e a independência do conselho de administração, afetam a quantidade de covenants financeiros e a restrição imposta pelo covenant de endividamento em contratos de debêntures de empresas que negociam na bolsa brasileira. Como contribuição prática, este estudo mostra que as empresas emissoras de debêntures podem procurar mecanismos substitutos à utilização e à restrição de covenants financeiros e, assim, evitar as restrições decorrentes dessas cláusulas contratuais.
Abstract: Using a database of 110 issues of debentures, conducted between 2011 and 2017 by companies listed on the Brazilian stock exchange, it was sought to identify factors of corporate governance of borrowers that affect the amount of financial covenants present in the debenture agreement and the restriction arising from the financial covenant "Net Financial Debt / EBITDA". For the model referring to the number of financial covenants, a regression was estimated by the Ordinary Least Squares method. The results indicate that the companies with greater concentration of ownership by the controlling shareholder, with a larger board of directors, companies belonging to sectors of economic activity of metallic minerals and information technology issued debentures with fewer financial covenants. On the other hand, debentures issued by larger companies, belonging to the leasing of vehicles and equipment and telecommunications and which issued debentures in 2011, presented a greater number of financial covenants. The second model was estimated through logistic regression and the results suggest that companies with greater concentration of ownership, greater size of the board of directors, greater independence of the board of directors, largercompanies, more leveraged and belonging to the public utility sector, were more likely to have a covenant that allows a higher level of indebtedness. The longer maturity of the debt seems to lead companies to issue debentures with a covenant "Net financial debt / EBITDA" that tolerates a lower level of indebtedness. The research provides support to the literature that internal governance mechanisms such as concentration of ownership, size and independence of the board of directors affect the amount of financial covenants and the constraint imposed by the covenant of indebtedness on contracts of debentures of companies that deal in the stock exchange Brazilian As a practical contribution, this study shows that companies issuing debentures may seek substitute mechanisms for the use and restriction of financial covenants and thus avoid the restrictions arising from these contractual clauses.
Palavras-chave: Covenants de contratos de dívida
Debêntures
Problemas de agência
Concentração de propriedade
Estrutura do conselho de administração
Debentures
Covenants of debt contracts
Agency problems
Borrowers’ ownership
Board structures
Área(s) do CNPq: ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis (FACE)
Citação: PALHARES, C. M. G. Os efeitos da concentração de propriedade e da estrutura do conselho de administração nos covenants de debêntures emitidas pelas empresas listadas na bolsa brasileira. 2018. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8488
Data de defesa: 16-Abr-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Contábeis (FACE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Cláudia Margareth Gomes Palhares - 2018.pdf1,85 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons