Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8493
Tipo do documento: Dissertação
Título: Lacunas de conservação de primatas na Amazônia brasileira
Título(s) alternativo(s): On the conservation gap analysis of brazilian Amazonia primates
Autor: Ferreira, Alexandre Mesak
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6544160895055927
Primeiro orientador: De Marco Júnior, Paulo
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2767494720646648
Primeiro membro da banca: De Marco Júnior, Paulo
Segundo membro da banca: Silva, Daniel de Brito Cândido
Terceiro membro da banca: Loyola, Rafael Dias
Quarto membro da banca: Anker, Arthur
Quinto membro da banca: Machado, Nathália
Resumo: A perda e fragmentação de habitat, mesmo em áreas potencialmente protegidas, vêm restringindo globalmente a distribuição geográfica de primatas que podem contribuir para a manutenção de ecossistemas tropicais e seus serviços. Na Amazônia, bioma com a maior diversidade de primatas, 16 táxons estão atualmente ameaçados de extinção. Analisamos a quantidade de área adequada a estes primatas que é perdida por desmatamento e o potencial espacial que Unidades de Conservação e Terras Indígenas teriam em sua conservação. Fizemos modelos de distribuição (distribuição potencial), estimamos a distribuição real (distribuição potencial menos o desmatamento atual), e a distribuição esperada (distribuição real menos o desmatamento esperado para o futuro). Realizamos uma análise de lacuna sobrepondo as três distribuições estimadas com as áreas de UCs e TIs em três cenários; (1) apenas com Unidades de Proteção Integral (PIs); (2) PIs + Unidades de Uso Sustentável (USs); e (3) PIs + USs + Terras Indígenas (TIs). Calculamos a quantidade de área de distribuição que deveria estar dentro dessas áreas (meta de conservação) e testamos o alcance das metas em cada cenário. Dois primatas não têm suas metas atingidas considerando PIs + US + TIs. Entretanto, considerando-se a distribuição real e esperada após o desmatamento futuro, USs aumenta em média o alcance das metas alcançadas por PIs em mais de 120%, e TIs aumentam o alcance das metas por PIs + USs em mais de 75%. Concluímos que USs e TIs sozinhas teriam um maior potencial em proteger os primatas ameaçados do que PIs (criadas exclusivamente para a preservação da biodiversidade), e que a inclusão de TIs como uma área de proteção da biodiversidade seria um grande avanço na conservação dos primata amazônicos ameaçados.
Abstract: Fragmentation and habitat loss threaten primate species, even in protected areas, all over the globe. In the most primate rich biome, the Brazilian Amazonia, there are currently 16 primates threatened by extinction. We measured how much suitable area these primates are losing due to deforestation, and the potential protection that Conservation Units (Brazilian official Protected Areas- PAs) and Indigenous Lands (ILs) may provide. We built distribution models and calculated established three distribution measures; the potential (the raw model), the real (potential – current deforested area), and the future (real – expected area to be deforested) distributions. We made a gap analysis overlapping these distributions with PAs and ILs in three scenarios; (1) Integral Protection Units (IPs) only; (2) IPs + Sustainable Use Units (SUs); and (3) IPs + SUs + ILs. We calculated the minimum primate area that should be overlapped with potential protected areas so species would be considered conserved (conservation goals) and tested each primate goal`s achievement in every scenario. Two primates do not reach their goals in scenario 3. However regarding real and future distributions, SUs increases the achieved goals by IPs in more than 120% in average. ILs increases the achieved goals by Pas in more than 75%. We conclude that SUs and ILs alone would be potentially better protection areas than IPs (which were designed specifically fore conservation purposes), and that including ILs in the official protected areas of Brazil would be a great advance on Amazonian threatened species conservation.
Palavras-chave: Vulnerabilidade
Platyrrhini
desmatamento
Terras indígenas
Amazônia
Vulnerability
Platyrrhini
Deforestation
Indigenous lands
Amazonia
Área(s) do CNPq: ZOOLOGIA APLICADA::CONSERVACAO DAS ESPECIES ANIMAIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Biodiversidade Animal (ICB)
Citação: FERREIRA, A. M. Lacunas de conservação de primatas na Amazônia brasileira. 2018. 52 f. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8493
Data de defesa: 29-Mar-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Biodiversidade Animal (ICB)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Alexandre Mesak Ferreira - 2018.pdf5,58 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons