Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8494
Tipo do documento: Dissertação
Título: Movimento antiglobalização: juventude e utopia
Título(s) alternativo(s): Anti-globalization movement: youth and utopia
Autor: Santos, André de Melo
Currículo Lattes do Autor: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4272596P5
Primeiro orientador: Viana, Nildo Silva
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4721163D8
Primeiro membro da banca: Viana, Nildo Silva
Segundo membro da banca: Sofiati, Flávio Munhoz
Terceiro membro da banca: Reses, Erlando Silva
Resumo: A presente dissertação teve como objetivo realizar uma abordagem sociológica do movimento antiglobalização. Para tanto, partiu-se das análises de Karl Marx sobre a sociedade capitalista, considerando a atuação do movimento antiglobalização dentro dela, no sentido de busca reformas ou transformações sociais. Além disso, também discutimos o papel da juventude na sociedade moderna e sua participação nos movimentos sociais. O movimento antiglobalização iniciou-se no fim dos anos 1990, com protestos contra a Organização Mundial do Comércio. Após essa data, foram realizados vários protestos que caracterizaram o movimento antiglobalização. Nestes protestos, diferentes grupos, com tendências variadas, tentaram unificar o movimento com a criação do Fórum Social Mundial. Desta forma, analisamos o movimento antiglobalização como uma reemergência de tendências mais radicais, mas que teve um refluxo no espaço em que a esquerda partidária exerceu hegemonia, impedindo a conquista de algo mais concreto
Abstract: This dissertation contains a sociological approach to the anti-globalization movement. From the analysis of Marx's capitalist society and its contradictions where movements that question the society and seek to reform or transform this. We also discuss the role of youth in modern society and their participation in social movements. The ant globalization movement began in the late 1990s with protests against the World Trade Organization; thereafter several protests that characterized the anti-globalization movement were performed. These different groups with varied trends protests tried to unify the movement with the creation of the World Social Forum. Thus we analyzed the anti-globalization movement as the reemergence of radical trends and a space in which party left the hegemony exercised, resulting in reflux of movement as a whole without something concrete be achieved.
Palavras-chave: Movimentos Sociais
Juventude
Capitalismo
Globalização
Utopia
Youth
Capitalism
Globalization
Utopia
Social movement
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociologia (FCS)
Citação: SANTOS, A. M. Movimento antiglobalização: juventude e utopia. 2014. 113 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8494
Data de defesa: 26-Fev-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Sociologia (FCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - André de Melo Santos - 2014.pdf1,28 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons