Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8578
Tipo do documento: Dissertação
Título: Projetos extraescolares do curso de Educação Intercultural e a educação escolar indígena: um olhar etnomatemático sobre os saberes e fazeres Javaé
Título(s) alternativo(s): Projetos extraescolares in the course of Intercultural Education and indigenous school education: an ethnomathematical look at the knowledge and practices Javaé
Autor: Silva, Vanessa Nascimento
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7734997796364869
Primeiro orientador: Ribeiro, José Pedro Machado
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1433861823493391
Primeiro membro da banca: Ribeiro, José Pedro Machado
Segundo membro da banca: Baumann, Ana Paula Purcina
Terceiro membro da banca: Nazareno, Elias
Resumo: O Brasil é uma sociedade plural, multiétnica e plurilíngue, concernente a educação escolar indígena, a Lei nº 9.394, de 1996, Art. 78, prevê que seja ofertado aos povos indígenas uma educação bilíngue e intercultural e para que isto ocorra, os indígenas vêm, cada vez mais, tentando ocupar seus lugares como professores em suas escolas. A pesquisa em questão, pretendeu lançar um olhar etnomatemático sobre os Projetos Extraescolares Javaé, produções que representam um requisito para a conclusão do curso de Educação Intercultural da Universidade Federal de Goiás (UFG). Os Projetos Extraescolares tratam de saberes e fazeres próprios, neste caso, especificamente dos Javaé. Neste contexto, a investigação identificou elementos dos conhecimentos Javaé presentes nos Projetos Extraescolares finalizados no âmbito da Educação Intercultural Indígena e seus impactos nas escolas indígenas e na comunidade. Objetivou-se, portanto, promover reflexões acerca desses trabalhos e os possíveis impactos da utilização desses conhecimentos próprios na escola indígena, de acordo com o olhar dos professores/autores Javaé. O presente trabalho trouxe à tona, narrativas que foram historicamente invisibilizadas pelo discurso Ocidental, possibilitando uma visão mais ampla e o diálogo com a temática indígena, viabilizando uma abertura a novos conhecimentos e a uma perspectiva epistemológica alternativa. Com esta perspectiva, para sustentação teórica da investigação, foi adotado como referencial teórico a etnomatemática, ecologia de saberes, interculturalidade crítica e decolonialidade. Para tanto, procedeu-se inicialmente com uma análise documental de todos os Projetos Extraescolares defendidos pelos Javaé até o presente momento, em seguida, a realização de entrevistas/conversas com os autores desses projetos que atuam como professores nas escolas indígenas, sendo que, a perspectiva decolonial perpassa por todas as instancias da investigação. Desse modo, observa-se que os Projetos extraescolares produzidos pelos Javaé abarcam uma diversidade de conhecimentos próprios e tem como elementos fundantes a valorização e fortalecimento dos seus saberes e fazeres, sendo a escola e a comunidade os vetores para alcançar esse objetivo. O conteúdo destes projetos rompe com a lógica disciplinar imposta pelo modo de pensar ocidental e se inserem no campo da transdisciplinaridade, ademais, os professores/autores elencam diversos benefícios e possibilidades de uso dos Projetos Extraescolares na escola indígena e comunidade, apontando para um posicionamento de resistência a imposições hegemônicas culturais. Além disso, sugerem a construção de novas concepções de educação escolar indígena, uma escola de caráter intercultural, com o protagonismo do povo em questão.
Abstract: Brazil is a pluralistic, multi-ethnic and multi-lingual society, concerning indigenous school education, Law number 9,394 of 1996, Art. 78, provides for bilingual and intercultural education for indigenous peoples and for this to happen indigenous people come, increasingly trying to occupy their places as teachers in these schools. The research in question, intends to launch an ethnomathematical look at Projetos Extraescolares Javaé, productions that represent a requirement for the conclusion of the Intercultural Education course at the Federal University of Goiás (UFG). The Projetos Extraescolares deal with their own knowledges and doings, in this case specifically Javaé. In this context, the research tries to identify elements of Java é knowledge present in the Projetos Extraescolares finalized in the scope of Indigenous Intercultural Education and its impacts on indigenous schools and the community. The objective is to promote reflections about these works and the possible impacts of the use of this knowledge in the indigenous school, according to the perspective of Javaé teachers / authors. And can bring to the fore, narratives that were historically invisibilized by the Western discourse, allowing a broader vision and dialogue with the indigenous theme, making possible an openness to new knowledge and an alternative epistemological perspective. From this perspective, ethnomathematics, ecology of knowledge, critical interculturality and decoloniality were adopted as a theoretical reference for the theoretical support of research. To do so, it is initially a documentary analysis of all Projetos Extraescolares defended by the Javaé, then the interviews / conversations with the authors of these projects that act as teachers in indigenous schools, being that, the decolonial perspective pervades all the instances of the investigation. In this way, it can be observed that the Projetos Extraescolares produced by the Javaé embrace a diversity of their own knowledge and have as base elements the valorisation and strengthening of their knowledge and actions, with school and community being the vectors to achieve this goal. The content of these projects breaks with the disciplinary logic imposed by the Western way of thinking and is inserted in the field of transdisciplinarity, in addition, teachers / authors list various benefits and possibilities of use of Projetos Extrescolares in the indigenous school and community, pointing to a positioning of resistance to cultural hegemonic impositions. In addition, they suggest the construction of new conceptions of indigenous school education, a school of intercultural character, with the protagonism of the group in question.
Palavras-chave: Escola indígena
Etnomatemática
Javaé
Projetos extraescolares
Saberes e fazeres
Indigenous school
Ethnomathematics
Javaé
Projetos extraescolares
Know and do
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::MATEMATICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática (PRPG)
Citação: SILVA, V. N. Projetos extraescolares do curso de Educação Intercultural e a educação escolar indígena: um olhar etnomatemático sobre os saberes e fazeres Javaé. 2018. 162 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8578
Data de defesa: 8-Jun-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Educação em Ciências e Matemática (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Vanessa Nascimento Silva - 2018.pdf3,22 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons