Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8776
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os tempos sociais e a docência na educação básica em Goiás: A proeminência dos tempos de trabalho
Título(s) alternativo(s): Social times and teaching in basic education in Goiás: the prominence of working times
Autor: Luz, Luciene Correia Santos de Oliveira
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9361251934050369
Primeiro orientador: Freitas, Revalino Antonio de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8705661441925211
Primeiro membro da banca: Freitas, Revalino Antonio de
Segundo membro da banca: Junqueira, Ivanilda Aparecida Andrade
Terceiro membro da banca: Silva, Ileizi Luciana Fiorelli
Resumo: Variadas formas de precarização e de intensificação do trabalho têm sido identificadas nas pesquisas educacionais recentes sobre o trabalho docente na Educação Básica brasileira. Uma sobrecarga de trabalho e ritmos acelerados são vivenciados pelos/as docentes, além de uma situação de cansaço físico e mental e de adoecimento, de desvalorização salarial, de cobrança por resultados e de ampliação das responsabilidades. Diante de tais questões, esta dissertação é proveniente de uma pesquisa de Mestrado em Sociologia que teve o objetivo de investigar a docência na Educação Básica pública em Goiás abordando o trabalho escolar e extraescolar e as relações entre tempo de trabalho e tempo livre. Entre suas principais referências teóricas, estão as contribuições de Alvarenga, Codo, Costa, Dal Rosso, Dumazedier, Gorz, Harvey, Libâneo, Marx, Moraes Neto, Oliveira, Padilha, Paro, Pérez Gómez, Pronovost, Sagrillo e Sue, dentre outras/as, que proporcionaram reflexões sobre o trabalho, os tempos sociais, o tempo de trabalho, a intensificação do trabalho, trabalho imaterial, a educação escolar e os tempos de trabalho docente na Educação Básica. Guiada por uma metodologia qualitativa, as entrevistas constituiram-se na principal técnica de coleta de dados, sendo realizada com professores/as que possuíam, no mínimo, 10 anos de experiência na sala de aula no ano letivo de 2016 e já terem atuado no Ensino Fundamental (1° ao 5° ano) em escolas de ensino regular públicas no Estado de Goiás, especificamente nos municípios de Cachoeira Dourada, Itumbiara e Goiânia. Os dados obtidos propiciaram uma discussão sobre suas concepções sobre a docência, as atribuições desta profissão e o produto do trabalho, além das atividades realizadas durante o tempo de trabalho escolar e extraescolar, alcançando o tempo de não-trabalho (aos finais de semana, feriados e após as jornadas de trabalho). Concluiu-se o quanto o tempo livre destes/as docentes tem sido dedicado ao trabalho. O descanso, os cuidados pessoais e com a saúde, o lazer e a formação continuada tem passado, cada dia mais, por uma supressão. Como parte deste cenário, um quadro de adoecimento e sofrimento físico e psíquico também foi identificado nas falas dos/as professores/as entrevistados/as. O trabalho docente intensificado tem gerado as necessidades de reorganização e/ou redução do tempo livre, explicitando relações hierárquicas do trabalho em relação aos outros tempos sociais.
Abstract: Various forms of precariousness and intensification of work have been identified in recent educational researches on teaching work in Brazilian Basic Education. An overload of work and accelerated rhythms are experienced by teachers, as well as physical and mental fatigue and illness, salary devaluation, demand for results and expansion of responsibilities. Faced with such questions, this study comes from a Master's Degree in Sociology research that aimed to investigate teaching in Public Basic Education in Goiás, addressing the school and out-of-school work and the relationships between working time and free time. Among his main theoretical references are the contributions of Alvarenga, Codo, Costa, Dal Rosso, Dumazedier, Gorz, Harvey, Librane, Marx, Moraes Neto, Oliveira, Padilha, Paro, Pérez Gómez, Pronovost, Sagrillo and Sue, among others, which provided reflections on work, social times, working time, intensification of work, immaterial work, school education and the working time of teachers in Basic Education. Guided by a qualitative methodology, the interviews constituted the main data collection technique, being carried out with teachers who had at least 10 years of experience in the classroom in the academic year of 2016 and who have already acted in Teaching Fundamental (1st to 5th year) in public regular schools in the State of Goiás, specifically in the municipalities of Cachoeira Dourada, Itumbiara and Goiânia.l The data obtained provided a discussion about their conceptions about teaching, the attributions of this profession and the product of the work, in addition to the activities carried out during school and out-of-school time, reaching non-work time (at weekends, holidays and after working hours). It was concluded how much the free time of these teachers has been dedicated to the work. Rest, personal care and health, leisure and continuing education have been increasingly suppressed. As part of this scenario, a picture of illness and physical and mental suffering was also identified in the statements of the interviewed teachers. The intensified teaching work has generated the needs of reorganization and/or reduction of free time, explaining hierarchical relations of work in relation to other social times.
Palavras-chave: Trabalho docente
Intensificação do trabalho
Trabalho Extraclasse
Tempo livre
Teaching work
Intensification of work
Extraclass work
Ffree time
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociologia (FCS)
Citação: LUZ, Luciene Correia Santos de Oliveira. Os tempos sociais e a docência na educação básica em Goiás: A proeminência dos tempos de trabalho. 2017. 189 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8776
Data de defesa: 5-Set-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Sociologia (FCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Luciene Correia Santos de Oliveira Luz - 2017.pdf1,77 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons