Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8879
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sobre produção de mulheres negras nas ciências: uma proposta para a implementação da lei 10.639/03 no ensino de química
Título(s) alternativo(s): About the production of black women in science: a proposal for the implementation of law 10.639/03 in chemistry teaching
Autor: Vargas, Regina Nobre
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0624022034330544
Primeiro orientador: Benite, Anna Maria Canavarro
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8433607360245647
Primeiro membro da banca: Benite, Anna Maria Canavarro
Segundo membro da banca: Silva, José Antônio Novaes da
Terceiro membro da banca: Pereira, Elcimar Dias
Resumo: A história das mulheres negras sempre foi contada pelo ponto de vista de homens brancos. Assim, elas se veem vinculadas às representações da escravizada, da mãe preta e da mulata e a elas se destinavam como função e representação o servir. Compreendendo como a mulher negra está presente na história, podemos entender sua invisibilidade como sujeito, cidadã e, em especial, como protagonista e agente de sua própria história na sociedade brasileira. Essa invisibilidade atinge o campo das Ciências, ainda relacionado com o rigor científico, a centralidade da matemática na formulação das leis da natureza e aos conceitos de universalidade, neutralidade e objetividade sob os quais não há espaços para abarcar discussões de raça ou gênero. Nas ciências da natureza e tecnológicas, assim como em outros setores de investigação, a mulher negra não constitui o sujeito do qual e para o qual se fala, pois ao se mencionar os negros tais áreas se referem ao homem negro e ao se mencionar as mulheres, se referem à mulher branca. Desta forma, em 2015 no Brasil, onde a maioria da população se autodeclara preta e parta, apenas 7% das pesquisadoras com bolsa de Produtividade em pesquisa do CNPq eram negras. A baixa representatividade de mulheres negras na atividade científica denuncia a confluência do racismo e sexismo. Esta investigação se configura como uma pesquisa participante, a qual busca a participação da comunidade e na qual a relação tradicional de sujeito-objeto é convertida em uma relação sujeito-sujeito, e objetiva dar visibilidade à contribuição de pesquisadoras negras contemporâneas na construção do conhecimento (apresentando a trajetória e discutindo a construção da subalternidade), desmistificando as ciências como uma atividade unicamente masculina, branca e de laboratório. Apresentamos a análise de duas intervenções pedagógicas desenvolvidas com alunas do Ensino Médio de um Colégio Estadual da Região Oeste de Goiânia, configurando a importância da discussão sobre os conceitos de gênero e raça pelas professoras de Química, contribuindo para a desconstrução da ciência como unicamente masculina e branca. Consideramos que o desenvolvimento dessas intervenções representam o contato consciente e a apresentação de uma ciência não hegemônica e não eurocêntrica para uma sociedade multicultural como é a sociedade brasileira.
Abstract: The history of black women has always been told from the point of view of white men. Thus, these women are linked to the representations of the enslaved, the black mother and the mulatto and received the function and representation to serve. Understanding how the black woman is present in history, we can understand her invisibility as a subject, a citizen and, especially, as protagonist and agent of her own history in Brazilian society. This invisibility reaches the field of sciences, still related to scientific rigor, the centrality of mathematics in the formulation of the laws of nature and the concepts of universality, neutrality and objectivity under which there is no space to hold discussions of race or gender. In the natural and technological sciences, as well as in other research sectors, the black woman is not the subject of which and to which one talks to, because when mentioning the blacks such areas refer to the black man and when mentioning women, refer to the white woman. Thus, in 2015 in Brazil, where the majority of the population declares to be black and brown, only 7% of the researchers with a Research Productivity fellowship from CNPq were black. The low representativeness of black women in scientific activity denounces the confluence of racism and sexism. This is a participatory research, which seeks the participation of the community and in which the traditional subject-object relationship is converted into a subject-subject relationship and aims to give visibility to the contribution of contemporary black women researchers in the construction of knowledge (presenting the trajectory and discussing the construction of subalternity), demystifying the sciences as a uniquely masculine, white and laboratory activity. We present the analysis of two pedagogical interventions developed with high school students of a State College of the Western Region of Goiânia, configuring the importance of the discussion about the concepts of gender and race by the teachers of Chemistry, contributing to the deconstruction of science as solely masculine and white. We consider that the development of these interventions represents the conscious contact and presentation of a non-hegemonic and non-Eurocentric science for a multicultural society such as the Brazilian society.
Palavras-chave: Ensino de química
Lei 10.639/03
Mulheres negras
Ciência
Chemistry teaching
Law 10.639/03
Black women
Science
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Química - IQ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Química (IQ)
Citação: VARGAS, R. N. Sobre produção de mulheres negras nas ciências: uma proposta para a implementação da lei 10.639/03 no ensino de química. 2018. 91 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8879
Data de defesa: 31-Mai-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Química (IQ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Regina Nobre Vargas - 2018.pdf2,51 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons