Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8957
Tipo do documento: Tese
Título: Gel nutritivo e simbiótico para frangos de corte
Título(s) alternativo(s): Nutritive gel and synbiotic for broilers
Autor: Castejon, Fernanda Vieira
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9049129978579607
Primeiro orientador: Stringhini, José Henrique
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8505634095383289
Primeiro coorientador: Café, Marcos Barcellos
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/9860968235125158
Segundo Coorientador: Andrade, Maria Auxiliadora
Currículo Lattes do segundo coorientador: http://lattes.cnpq.br/9441751521255467
Primeiro membro da banca: Stringhini, José Henrique
Segundo membro da banca: Laboissière, Michele
Terceiro membro da banca: Rocha, Fernanda Rodrigues Taveira
Quarto membro da banca: Santos, Bruno Moreira dos
Quinto membro da banca: Pôrto, Regiani Nascimento Gagno
Resumo: Dois experimentos foram realizados com o objetivo de verificar os efeitos da associação entre um gel nutritivo fornecido no incubatório associado a um produto simbiótico frente às situações de desafios de manejo e sanitário. No primeiro experimento, avaliou-se a a suplementação de simbiótico associado ao gel nutritivo no desempenho de frangos de corte, metabolizabilidade, histomorfometria intestinal, bioquímica sanguínea, morfometria de órgãos e características de carcaça em pintos submetidos à jejum hídrico e alimentar no período pré-alojamento. Os tratamentos foram: CN – controle negativo; G – somente gel nutritivo no incubatório; GS – somente simbiótico dissolvido no gel nutritivo no incubatório; GSS - simbiótico dissolvido no gel nutritivo no incubatório e simbiótico ofertado na água de bebida, em dias específicos, e S – somente simbiótico, em dias específicos, na água dos animais. Diferenças significativas foram observadas no desempenho aos 7, 21, 28 e 35 dias de idade, em geral, com valores superiores para os tratamentos G, GS e GSS, assim como maiores valores de metabolizabilidade do extrato etéreo encontradas para os mesmos grupos. Não ocorreram diferenças no comprimento intestinal total ou segmentos, mas o peso relativo de alguns órgãos diferiram entre os tratamentos. As características de carcaça não foram influenciadas pelos tratamentos. No segundo experimento, objetivou-se avaliar a suplementação de simbiótico associado ao gel nutritivo comparados à salinomicina na mortalidade, escores de lesões, excreção de oocistos de Eimeria, qualidade da cama, desempenho zootécnico, histomorfometria intestinal e morfometria de órgãos em frangos desafiados com E. acervulina, E. tenella e E. maxima. Os tratamentos foram: CP - controle positivo; GSA – simbiótico dissolvido no gel nutritivo no incubatório e fornecimento, em dias específicos, de simbiótico na água; GSR – simbiótico dissolvido no gel nutritivo no incubatório associado ao uso contínuo de simbiótico na ração e SAL – anticoccidiano salinomicina adicionado na ração. Foi observado um aumento na mortalidade absoluta em todos os tratamentos na terceira semana experimental e maior mortalidade durante todo o período experimental no grupo CP. Não foram verificadas diferenças para lesões intestinais, excreção de oocistos, pH e matéria-seca da cama entre os tratamentos. Algumas diferenças foram encontradas entre peso relativo de órgãos nas idades avaliadas. Melhor desempenho zootécnico, de forma geral, foi observado no grupo SAL. Conclui-se que na situação de jejum pré-alojamento, a suplementação precoce de gel nutritivo associado ou não ao simbiótico pode estimular e/ou contribuir para o desenvolvimento funcional do trato-gastrintestinal, o que se refletiu em melhor desempenho e metabolizabilidade. Já nas condições do segundo experimento, os mesmos benefícios observados do uso do gel associado ou não ao simbiótico não foram observados, uma vez que não pôde ser verificado melhoria nos parâmetros avaliados, de forma que o uso de anticoccidiano na ração ainda deve ser recomendado.
Abstract: Two experiments aimed to evaluate the association between a nutritive gel and synbiotic, offered on different days and pharmaceutical formulations in face of the situations of pre-allotment fasting and sanitary challenge. At the first trial, the synbiotic supplementation associated to the nutritive gel were evaluated at the performance of broilers, nutrient metabolizability, intestinal histomorphometry, blood biochemistry, organ morphometry and carcass traits in chicks submitted to fasting. The treatments were: CN - negative control; G - nutritive gel in the hatchery; GS - synbiotic dissolved in the nutritive gel; GSS - synbiotic dissolved in the nutritive gel+synbiotic offered in drinking water on specific days and S - only synbiotic, on specific days, in the water. Significant differences were observed on 7, 21, 28 and 35 days of age, with higher values for the G, GS and GSS treatments, as well as higher metabolizable values for the ether extract. There were no differences of total intestinal length or segments, but the relative weight of some organs differed between treatments. Carcass yield were not influenced by the treatments. In the second experiment, the objective was to evaluate the synbiotic supplementation associated with nutritional gel in mortality, lesion scores, oocyst excretion, litter quality, zootechnical performance and organ morphometry in chickens challenged with E. acervulina, E tenella and E. maxima. The treatments were: CP - positive control; GSA - synbiotic dissolved in the nutritive gel in the hatchery and supply, of synbiotic in the water on specific days; GSR - synbiotic dissolved in the nutritive gel in the hatchery+ continuous use of synbiotic in the diet and SAL - anticoccidial salinomycin added in the diet. Higher absolute mortality in all treatments was observed in the third experimental week and higher total mortality was found in the CP group. No differences were found for intestinal lesions, oocyst excretion, pH and dry matter of the bed between treatments. Some differences were found between relative weight of organs at the ages evaluated. Better overall performance was observed in the SAL group. It is concluded that in the pre-accommodation fasting situation, the early supplementation of nutritive gel associated or not to the synbiotic can stimulate or contribute to the functional development of the gastrointestinal tract, which was reflected in better performance and metabolizability. Under the conditions of the second experiment, the same observed benefits of the use of the gel associated or not to the synbiotic were not observed, since no improvement could be verified in the evaluated parameters, so the use of anticoccidial in the diet should still be recommended.
Palavras-chave: Aditivos
Desafio
Hidratação
Microbiota
Nutrição pós-eclosão
Additives
Challenge
Hydratation
Microbiota
Post-hatching nutrition
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Zootecnia (EVZ)
Citação: CASTEJON, F. V. Gel nutritivo e simbiótico para frangos de corte. 2017. 82 f. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8957
Data de defesa: 15-Dez-2018
Aparece nas coleções:Doutorado em Zootecnia (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Fernanda Vieira Castejon - 2017.pdf1,6 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons