Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9081
Tipo do documento: Tese
Título: Utilização do extrato etanólico de jabuticaba (Myrciaria cauliflora) no controle de Salmonella Heidelberg na produção de frangos de corte
Título(s) alternativo(s): Use of ethanolic extract of jabuticaba (Myrciaria cauliflora) in the control of Salmonella Heidelberg in broiler chicken production
Autor: Leonídio, Angélica Ribeiro Araújo
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2281672994242598
Primeiro orientador: Andrade, Maria Auxiliadora
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9441751521255467
Primeiro coorientador: Pôrto, Regiani Nascimento Gagno
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/6367040339353532
Primeiro membro da banca: Andrade, Maria Auxiliadora
Segundo membro da banca: Moraes, Dunya Mara Cardoso
Terceiro membro da banca: Leite, Paulo Ricardo de Sá da Costa
Quarto membro da banca: Brainer, Mônica Maria de Almeida
Quinto membro da banca: Carvalho, Fabyola Barros
Resumo: Objetivou-se com este estudo avaliar o uso do extrato etanólico de cascas e sementes de Myrciaria cauliflora na incubação de ovos férteis e na alimentação de frangos de corte inoculados com Salmonella Heidelberg, observando possíveis efeitos benéficos e/ou protetores do extrato sobre a saúde das aves. Foram conduzidos quatro experimentos no Núcleo Experimental de Doenças de Aves e Laboratório de Bacteriologia do Departamento de Medicina Veterinária da Escola de Veterinária e Zootecnia da Universidade Federal de Goiás. No primeiro experimento foi avaliada a atividade antimicrobiana in vitro e a concentração inibitória mínima do extrato sobre sorovares de Salmonella. No segundo experimento foram utilizados 320 ovos férteis distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso em quatro tratamentos com 10 repetições cada: CN – grupo controle negativo; EJ – grupo que recebeu apenas o extrato na casca; SH – grupo que recebeu apenas o inóculo bacteriano na casca; e SH + EJ – grupo que recebeu o inóculo bacteriano e o extrato na casca. Os ovos incubados não eclodidos ao final da incubação foram submetidos ao embriodiagnóstico e processados para pesquisa de Salmonella. Os pintos nascidos foram alojados até os 10 dias de idade, período em que se realizou a coleta de amostras para pesquisa de Salmonella, bioquímica sérica e hemograma. No terceiro e quarto experimentos foram utilizados 336 pintos machos de um dia de idade distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso em quatro tratamentos com sete repetições cada: CN – grupo controle negativo; EJ – grupo que recebeu apenas o extrato na ração; SH – grupo que recebeu o inóculo bacteriano via inglúvio; e SH + EJ – grupo que recebeu o inóculo bacteriano via inglúvio e o extrato na ração. Foram avaliados o desempenho, excreção fecal e presença de Salmonella em órgãos, biometria de órgãos, histomorfometria intestinal, contagem de células caliciformes e células imunológicas em órgãos e no sangue. No primeiro experimento, o extrato apresentou fraca ação inibitória sobre Salmonella enterica, Salmonella Typhi, Salmonella Heidelberg e Salmonella Typhimurium. No segundo experimento verificou-se que o extrato promoveu menor eclodibilidade e maior mortalidade embrionária. O isolamento de Salmonella foi maior nas amostras de embriões e mecônio do grupo que recebeu o extrato. Aos 10 dias de idade o extrato reduziu o hematócrito, o nível de colesterol sérico e a excreção e colonização dos órgãos. No terceiro experimento verificou-se que a suplementação com o extrato não influenciou o desempenho, aumentou a excreção de Salmonella nas aves inoculadas e reduziu o número de linfócitos no sangue das aves. Conclui-se que o uso do extrato etanólico de M. cauliflora apresentou fraca atividade antimicrobiana in vitro nas cepas de Salmonella testadas. Nos ovos embrionados o seu uso não é viável, entretanto quando acrescentado na ração, pode estimular a produção de linfócitos em órgãos linfoides.
Abstract: The objective of the present study was to evaluate the use of the ethanolic extract of of bark and seeds of Myrciaria cauliflora in the incubation of fertile eggs and in the feeding of broilers inoculated with Salmonella Heidelberg, observing possible beneficial and or protective effects of this phytogenic on health systemic effects of birds. Three experiments were carried out at the Experimental Center for Bird Diseases and Laboratory of Bacteriology of the Department of Veterinary Medicine of the Veterinary and Zootechnical School of the Federal University of Goiás. In the first experiment was evaluated the antimicrobial in vitro activity was evaluated and the minimum inhibitory concentration of ethanolic extract of M. cauliflora on Salmonella enterica different strains. In the second experiment, 320 fertile eggs distributed in randomized design were used in four treatments with 10 replicates each: CN - negative control group; EJ - group that received only the extract in the shell; SH - group that received only the bacterial inoculum in the shell; and SH + EJ - group that received the bacterial inoculum and the extract in the shell. The eggs incubated non-hatched were submitted to embryodiagnosis and processed for Salmonella in the embryos. The chicks born were housed until 10 days of age, during which time the collection and processing of samples for Salmonella research, serum biochemistry and hemogram were performed. In the third experiment, 336 one - day - old male chicks were distributed in randomized design in four treatments with seven replicates each: CN - negative control group; EJ - group that received only the vegetal extract in the diet; SH - group that received the inoculum bacterial in crop; and SH + EJ - group that received the bacterial inoculum in crop and the extract in the diet. Performance indexes, fecal excretion and presence of Salmonella in organs, organ biometry, intestinal histomorphometry, goblet cell counts and immune cells in organs and blood were evaluated. In the first experiment, the extract presented low inhibitory action on the strains of Salmonella enterica,, Salmonella Typhi, Salmonella Heidelberg and Salmonella Typhimurium. In the second experiment it was verified that the extract promoted less hatchability and higher embryonic mortality. The Salmonella isolation was higher in the embryo and meconium samples of the group that received the extract. At 10 days of age the extract reduced the excretion and colonization of the organs by Salmonella and the hematocrit and serum cholesterol level. In the third experiment it was verified that the extract increased the excretion of Salmonella in the inoculated birds and reduced the number of lymphocytes in the blood. It is concluded that the use of the ethanolic extract of bark and seeds of M. cauliflora presented weak antimicrobial activity in vitro for the strains of Salmonella enterica tested. In embryonated eggs its use is not feasible, however when added in the diet, it can stimulate the production of lymphocytes in lymphoid organs.
Palavras-chave: Aditivos
Histomorfometria
Imunidade
Salmonelose
Aditives
Histomorphometry
Immunity
Performance
Salmonellosis
Desempenho
Área(s) do CNPq: MEDICINA VETERINARIA PREVENTIVA::SAUDE ANIMAL (PROGRAMAS SANITARIOS)
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: ARAÚJO-LEONÍDIO, A. R. Utilização do extrato etanólico de jabuticaba (Myrciaria cauliflora) no controle de Salmonella Heidelberg na produção de frangos de corte. 2018. 115 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9081
Data de defesa: 23-Mai-2018
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Angélica Ribeiro Araújo Leonídio - 2018.pdf2,02 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons