Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9242
Tipo do documento: Dissertação
Título: História, memória, fronteira e alteridade em Lavrinhas de São Sebastião nas “Cartas de Goiás” de Carlos Pereira de Magalhães (1919-1925)
Título(s) alternativo(s): History, memory, frontier and otherness in Lavrinhas de São Sebastião in the "Letters of Goiás" by Carlos Pereira de Magalhães (1919-1925)
Autor: Ferreira, Gleisson
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2133388832626669
Primeiro orientador: Araújo, Alexandre Martins de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/6195011167649888
Primeiro membro da banca: Araújo, Alexandre Martins de
Segundo membro da banca: Nazareno, Elias
Terceiro membro da banca: Lemke, Maria
Quarto membro da banca: Arantes Júnior, Edson
Resumo: O presente trabalho tem como objeto de estudo a memória de e sobre as comunidades quilombolas de Lavrinhas de São Sebastião a partir do conteúdo do livro “Cartas de Goiás no princípio do século XX”, de Carlos Pereira de Magalhães, e com base nos conceitos de história, memória, fronteira e alteridade, abordando as visões de mundo que estabelecem as diferenças, sobretudo culturais, entre indivíduos e sociedades. Buscamos, assim, discutir elementos de alteridade que possam ser verificados em visões do autor, que a obra em questão denota, em relação à sociedade goiana e, especificamente, à de Lavrinhas de São Sebastião. Trata-se de uma região que abriga comunidades remanescentes do ciclo do ouro e de quilombos. Essa afirmação é reforçada por depoimentos coletados in loco pelo autor no início do século XX e pelas entrevistas que realizamos para o desenvolvimento destadissertação, sendo a análise do conceito de memória imprescindível. Nas terras da antiga sesmaria de Lavrinhas de São Sebastião surgiram várias comunidades quilombolas, mas neste trabalho abordamos apenas a comunidade do povoado de Lavrinhas e a comunidade de Porto Leocárdio, distante de Lavrinhas três quilômetros aproximadamente. Fazemos uma análise a partir da perspectiva decolonial e buscamos uma historicidade que corrobora essa ancestralidade quilombola. Procuramos traçar um histórico da região desde o início da exploração das minas de ouro, com a numerosa escravaria, as fugas de escravos e a formação de quilombos, a expropriação das terras por grupos econômicos e a as formas de resistência da comunidade.
Abstract: The present work has as object of study the memory of and on the quilombola communities of Lavrinhas de São Sebastião from the contents of the book "Charts of Goiás in the beginning of the XXth century", by Carlos Pereira de Magalhães, and based on the concepts of history, memory, frontier and otherness, addressing the worldviews that establish the differences, especially cultural, between individuals and societies. We thus seek to discuss elements of alterity that can be verified in the author's views, which the work in question denotes, in relation to the society of Goiás in general, and specifically to that of Lavrinhas de São Sebastião. It is a region that houses communities remaining in the gold and quilombos cycle. This statement is reinforced by testimonies collected locally by the author in the early twentieth century, and by the interviews we conducted for the development of this dissertation, so the analysis of the concept of memory becomes here, essential. In the lands of this former Sesmaria de Lavrinhas de São Sebastião, several quilombola communities emerged, however, in this work we only approached the community of the village of Lavrinhas and the community of Porto Leocárdio, far from Lavrinhas three kilometers approximately. We make an analysis from the decolonial perspective we seek a historicity that corroborates this quilombola ancestrality. We sought to trace a history of the region from the beginning of the exploration of the gold mines, with the numerous slaves, the escapes of slaves and formation of quilombos, the expropriation of lands by economic groups and the forms of resistance of the community.
Palavras-chave: História
Memória
Fronteira
Alteridade
Quilombo
History
Memory
Frontier
Otherness
Quilombo
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em História (FH)
Citação: FERREIRA, G. História, memória, fronteira e alteridade em Lavrinhas de São Sebastião nas “Cartas de Goiás” de Carlos Pereira de Magalhães (1919-1925). 2018. 108 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9242
Data de defesa: 13-Dez-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Gleisson Ferreira - 2018.pdf2,54 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons