Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9400
Tipo do documento: Tese
Título: Entre o desterro dos judeus e o fechamento dos portos portugueses no reinado de D. Manuel I (1495 - 1521): os caminhos trilhados pelos cristãos-novos após o édito
Título(s) alternativo(s): Between the desterro of the jews and the closing of portuguese ports in the reign of D. Manuel I (1495 - 1521): the trails trilted by the new christians after the edit
Autor: Sousa, Cleusa Teixeira de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4271933301556713
Primeiro orientador: Souza, Armênia Maria de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9441339482614419
Primeiro membro da banca: Souza, Armênia Maria de
Segundo membro da banca: Gomes, Saul Antônio
Terceiro membro da banca: Feitler, Bruno Guilherme
Quarto membro da banca: Salomon, Marlon Jeison
Quinto membro da banca: Vidotte, Adriana
Resumo: A presente tese traça uma abordagem que perpassa a história dos judeus no medievo, perfazendo um longo percurso, de modo a analisar a mudança em seu estatuto para cristãos-novos e sua atuação como intérpretes de língua, diplomatas e comerciantes, no império português. A proposta deste estudo visou contribuir com a discussão historiográfica acerca do lugar dos judeus na sociedade lusitana medieval, de modo a perceber as motivações do monarca D. Manuel I em decretar o Édito de expulsão em 1496 e, posteriormente, os impelir a conversão compulsória em 1497. Deste modo, nos interessou ainda observar e analisar os caminhos trilhados pelos conversos após o batismo forçado e sua atuação no império português. Visto que, nesta investigação, demos destaque aos usos políticos e estratégicos da administração régia aos moldes de seu tempo - virada do século XV para o XVI - pautada na diplomacia manuelina para efetivar os interesses da Coroa portuguesa de alcançar os domínios comerciais e seu monopólio nas terras d’Além-mar. Para tanto, buscamos analisar as diversas medidas estratégicas de D. Manuel I relativas aos judeus e conversos, o qual desenvolveu uma política estrategista com as demais esferas de poder que se encontravam envolvidas nesta situação, quais sejam, a religiosa – Papado - e a política-administrativa do reino vizinho - Castela, Leão, Aragão -, que se entrecruzavam na consolidação dos interesses régios, que denominamos de “Projeto da Realeza”, cujo o objetivo principal era o de expandir o comércio e os domínios nas terras d’Além-mar. Assim, não tivemos aqui a pretensão de desmerecer os estudos anteriores, mas nossa intenção se centrou em lançar a luz de outras possibilidades para se pensar os fatores que tenham sido tão relevantes neste processo quanto às questões já apresentadas pelos autores que se dedicaram a pensar as políticas jurídicas e religiosas acerca de judeus medievais e dos cristãos-novos portugueses após a conversão forçada em terras lusitanas e naquelas relativas aos seus domínios.
Abstract: The present doctoral thesis draws an approach pass through the history of the Jews in the Middle Ages in a long way, in order to analyze the change in their status for New Christians and their role as language interpreters, diplomats and merchants in the Portuguese empire. The purpose of this study was to contribute to the historiographical discussion about the place of the Jews in medieval Lusitanian society, in order to perceive the motives of the monarch D. Manuel I to decree the Edict of expulsion in 1496 and later to impel the compulsory conversion in 1497, in this way, we were also interested in observing and analyzing the paths taken by the converts after forced baptism and their performance in the Portuguese empire. Since in this investigation we have highlighted the political and strategic uses of the royal administration along the lines of its time - from the 15th to the 16th century - based on Manueline diplomacy to effect the interests of the Portuguese Crown to reach the commercial domain and its monopoly on the lands from beyond the sea. In order to do so, we sought to analyze D. Manuel I 's various strategic measures concerning Jews and converts, which developed a strategist policy with the other spheres of power that were involved in this situation, namely the religious - Papacy - and politics which were intertwined in the consolidation of the royal interests, which we call the "Royal Design", whose main objective was to expand commerce and dominions in the lands of the Beyond- sea. Thus, we did not have the pretense of belittling previous studies, but our intention was focused on shedding light on other possibilities to think about the factors that have been as relevant in this process as the questions already presented by the authors who have been thinking the legal and religious policies concerning medieval Jews and the new Portuguese Christians after the forced conversion into Lusitanian lands and those relating to their dominions.
Palavras-chave: Judeus
Portugal
D. Manuel I
Cristãos-novos
Além-mar
Jews
Portugal
D. Manuel I
New-Christians
Overseas
Área(s) do CNPq: HISTORIA::HISTORIA ANTIGA E MEDIEVAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em História (FH)
Citação: SOUSA, C. T. Entre o desterro dos judeus e o fechamento dos portos portugueses no reinado de D. Manuel I (1495 - 1521): os caminhos trilhados pelos cristãos-novos após o édito. 2018. 443 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9400
Data de defesa: 14-Dez-2018
Aparece nas coleções:Doutorado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Cleusa Teixeira de Sousa - 2019.pdf8,13 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons