Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9571
Tipo do documento: Dissertação
Título: Corpos marcados: desamparo e angústia na clínica psicanalítica com adolescentes
Autor: Silva, Muriel Romeiro da Costa e
Currículo Lattes do Autor: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4295034A8
Primeiro orientador: Lima, Priscilla Melo Ribeiro de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4130611Z4
Primeiro membro da banca: Lima, Priscilla Melo Ribeiro de
Segundo membro da banca: Lazzarini, Eliana Rigotto
Terceiro membro da banca: Marques, Rodrigo Vieira
Resumo: Essa dissertação nasceu da inquietação a partir da experiência clínica com adolescentes que se escarificam. Atualmente tem-se observado que os jovens atravessados pela cultura contemporânea apresentam fragilidade e carência de vínculos afetivos estáveis, empobrecimento das experiências de vida, maior sensibilidade às frustrações, dificuldades pra falar de si e aparente perda de sentido em viver. Muitos se queixam de um mal-estar, de um vazio, de uma dor interna, não sabem localizar onde dói e tão pouco conseguem falar o que os incomoda. Uma das forma de apaziguar esse mal-estar é recorrer aos cortes no próprio corpo como maneira de descarregar a tensão que lhes causa sofrimento. Este trabalho teve como objetivo compreender o sentido da escarificação na adolescência à luz das narrativas de vida de duas adolescentes em acompanhamento em um Centro Atenção Psicossocial-CAPSinfantil de Anápolis. Recorremos às articulações de Freud (1095/1926/1927/1930) acerca da puberdade, da angústia e do desamparo para melhor compreendermos as narrativas dos adolescentes que se cortam. Além disso, utilizamos outros autores da psicanálise contemporânea para refletir sobre a adolescência e a escarificação, como meio de compreender a relação do adolescente com seu corpo. As narrativas de vida foram utilizadas como método de coleta dos fragmentos de histórias de vida das adolescentes, o desenho e a redação foram duas técnicas complementares que permitiram obter indícios psíquicos para a compreensão do ato escarificatório. Essa pesquisa permitiu concluir que a escarificação parece estar ligada a um sentimento de desamparo revivido na adolescência, que se manifesta como uma dor interior intensa, em que os cortes surgem como alívio ao excesso de angústia.
Abstract: This dissertation originates itself from a restlessness caused by clinical experience with adolescents that practice scarification. Nowadays, teenagers marked by contemporary culture present fragility and lack of stable affective bonds, impoverishment of life experiences, greater sensibility to frustrations, difficulties to talk about themselves and seem to have lost the meaning of life. Their complaints are malaise, emptiness and unbearable inner pain. They do not know where it hurts and do not realize how little they can speak about what bothers them. Thus, they resort to cut their own bodies as a way of relieving the tension that causes suffering. This work had as general objective to understand the meaning of scarification during adolescence based on life narratives of two adolescents treated in a Psychosocial Attention Centre for Children (Children’s CAPS) in Anápolis. To comprehend the narratives of these teenagers that cut themselves, we used Freud's conceptions (1905/1926/1927/1930) regarding puberty, anguish and helplessness. In addition to that, we recurred to other contemporary authors of psychoanalysis to reflect on adolescence and scarification as a means of understanding the relationship between teenagers and their bodies. Life narratives were used as method to collect the adolescents’ fragments of life stories. We used drawing and writing as complementary techniques in order to obtain psychic indications that contributed to understand the scarification act. This research allowed us to conclude that scarification might be related to a feeling of helplessness revived during adolescence which manifests itself as great inner pain, and the cuts appear as a relief to the excess of tension.
Palavras-chave: Adolescência
Escarificação
Desamparo
Narrativas de vida
Angústia
Adolescence
Scarification
Helplessness
Life stories
Anguish
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: SILVA, M. R. C. Corpos marcados: desamparo e angústia na clínica psicanalítica com adolescentes. 2019. 86 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9571
Data de defesa: 29-Mar-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Muriel Romeiro da Costa e Silva - 2019.pdf2,45 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons