Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9616
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeitos metabólicos e reprodutivos da sobrenutrição pós-natal precoce em ratas Wistar provenientes da redução de ninhada durante a lactação: consequências na primeira e segunda geração
Título(s) alternativo(s): Metabolic and reproductive effects of early postnatal overnutrition in Wistar rats from small litter during lactation: consequences in the first and second generation
Autor: Amaral, Keytiane de Jesus Viana
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0142582608980229
Primeiro orientador: Gomes, Rodrigo Mello
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3121095341590269
Primeiro coorientador: Cost, Renata Mazaro e
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/5625298314637434
Primeiro membro da banca: Gomes, Rodrigo Mello
Segundo membro da banca: Costa, Renata Mazaro e
Terceiro membro da banca: Corgosinho, Flávia Campos
Quarto membro da banca: Lima, Veridiana Mota Moreira
Resumo: Os insultos nutricionais e ambientais no período perinatal produzem alterações endócrinas, funcionais e comportamentais na vida adulta. Assim, é necessário avaliar o impacto da alimentação infantil no aumento do risco de obesidade e outras doenças associadas, inclusive nas gerações subsequentes. O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos metabólicos e reprodutivos da sobrenutrição pós-natal precoce durante a lactação em ratas Wistar e as consequências na segunda geração. Ratas Wistar prenhes (geração F0) foram distribuídas em dois grupos experimentais: ninhada normal (NL, 9 filhotes, n=11) e ninhada reduzida (SL, 3 filhotes, n=11) durante todo o período de lactação. No 3º dia pós-natal (PN3), as ninhadas SL foram reduzidas para 3 filhotes/mãe. Após o desmame (PN21), as fêmeas F1 (NLF1 e SLF1) foram alimentadas com água e ração à vontade e os parâmetros metabólicos e reprodutivos foram analisados nas fases adulta (nulípara), gestação e lactação. Na prole da geração F1 (geração F2 – GCF2 e GOF2) foram avaliados parâmetros físicos e sensório-motor, metabólicos e reprodutivos. Em comparação com o grupo NLF1, o grupo SLF1 mostrou: aumento de massa significante a partir do PN7, o qual se manteve durante a fase adulta, no final da gestação e da lactação; aumento da ingestão alimentar durante o PN21 a PN70, sem diferença significativa nas fases gestacional e lactacional; aumento nas massas de gorduras nas fases adulta, gestacional e lactacional; aumento nas massas do fígado na fase lactação e do pâncreas em todas as fases; antecipação da instalação da puberdade e menor número de estros; menor desempenho no comportamento sexual; redução no número de corpos lúteos, sem alteração no percentual de pré-implantação, perdas pós-implantação e no número de fetos vivos machos e fêmeas; menor número de filhotes nascidos vivos machos e fêmeas; maior cuidado materno; redução da concentração sérica de estradiol; aumento das concentrações séricas de triglicérides e redução do colesterol HDL na gestação e lactação, sem alteração nas dosagens de colesterol total; aumento da glicemia na fase adulta. Nas análises histopatológicas também houve aumento da área dos adipócitos e da espessura da camada adiposa das glândulas mamárias; redução do número de folículos em crescimento e aumento do número de folículos císticos e atrésicos em ovários; glândulas endometriais com células inflamatórias e em degeneração no útero. A prole GOF2, comparada com a prole GCF2, apresentou maior massa corporal desde o nascimento até o PN21, assim como maior ingestão de leite no PN8. Na avaliação do desenvolvimento físico e sensório-motor, a prole GOF2 apresentou antecipação dos parâmetros sensório-motores (reflexo postural, geotaxia negativa, esquiva ao abismo) em machos e fêmeas. Todavia o reflexo de sobressalto auditivo foi mais tardio em machos e fêmeas, não tendo diferença significativa nos parâmetros de olfato e queda livre. Quanto aos parâmetros físicos, a erupção dos dentes incisivos foi antecipada e a abertura dos olhos, atrasada, sem diferença significativa no desdobramento das orelhas. A instalação da puberdade foi antecipada nos machos e fêmeas. Concluindo, a sobrenutrição pós-natal precoce, atuando como fator de programação metabólica, promoveu obesidade, alterações metabólicas e reprodutivas em ratas da geração F1 e, consequentemente, também promoveu alterações metabólicas, reprodutivas e no desenvolvimento físico e sensório-motor da prole F2.
Abstract: Nutritional and environmental insults during perinatal period induces endocrine, functional and behavioral disorders in adulthood. Thus, it is necessary to assess the impact of infant feeding on the increased risk of obesity and other associated diseases, including in subsequent generations. The objective of the present study was to evaluate the metabolic and reproductive effects of early postnatal overnutrition in Wistar during lactation and the consequences in the second generation. Female Wistar rats (F0 generation) were distributed in two experimental groups: normal litter (NL, 9 pups, n=11) and reduced litter (SL, 3 pups, n=11) throughout the lactation period. On the 3rd postnatal day (PN3), litters SL were reduced to 3 pups/dam. After weaning (PN21), F1 females (NLF1 and SLF1) were fed with water and feed at will, and metabolic and reproductive parameters were analyzed in the adult (nulliparous), pregnancy and lactation phases. In the offspring of the F1 generation (F2 generation – GCF2 and GOF2), physical and sensory-motor, metabolic and reproductive parameters. In comparison to the NLF1 group, the SLF1 generation F1 group showed: a significant increase body weight in PN7, which was maintained during the adult phase, at the end of gestation and lactation; increased food intake during PN21 to PN70, without significant difference in the pregnancy and lactation phases; increase in the fat masses in the adult, pregnancy and lactation phases; increase in the masses of the liver in the lactation phase and of the pancreas in all phases; early of the onset of puberty and lower numbers of estrus; lower performance in sexual behavior; reduction in the number of corpus luteum, with no change in pre-implantation percentage, post-implantation losses and number of live male and female fetuses; fewer live births, both male and female; greater maternal care; reduction of serum estradiol concentration; increase in serum triglyceride concentrations and reduction of HDL cholesterol in pregnancy and lactation, with no change in total cholesterol levels; increase in adult glucose. In the histopathological analyzes there was also an increase in the area of adipocytes and the thickness of the adipose layer of the mammary glands; reduction in the number of growing follicles and increase in the number of cystic and atretic follicles in ovaries; endometrial glands with inflammatory cells and degenerating in the uterus. The GOF2 offspring, compared to the GCF2 offspring, presented higher body weight from birth to PN21, as well as higher milk intake in PN8. In the evaluation of the physical and sensory-motor development, the GOF2 offspring presented advance of the sensory-motor parameters (righting reflex, negative geotaxis, cliff avoidance) in males and females. However, the auditory startle reflex was later in males and females, with no significant difference in smell and free-fall righting parameters. Regarding the physical parameters, the eruption of the incisors was anticipated and the opening of the eyes delayed, without significant difference in the unfolding of the ears. The onset of puberty was anticipated in males and females. In conclusion, early postnatal overnutrition, acting as a factor of metabolic programming, promoted obesity, metabolic and reproductive changes in F1 generation rats and, consequently, also promoted metabolic and reproductive changes and in the physical and sensory-motor development of F2 offspring.
Palavras-chave: Obesidade
Reprodução
Programação metabólica
Ninhada reduzida
Desenvolvimento físico e sensório-motor
Puberdade
Obesity
Reproduction
Metabolic programming
Reduced litter
Physical and sensory-motor development
Ovulation
Puberty
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas (ICB)
Citação: AMARAL, K. J. V. Efeitos metabólicos e reprodutivos da sobrenutrição pós-natal precoce em ratas Wistar provenientes da redução de ninhada durante a lactação: consequências na primeira e segunda geração. 2019. 119 f. Dissertação (Mestrado Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9616
Data de defesa: 17-Abr-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Biológicas (ICB)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Keytiane de Jesus Viana Amaral - 2019.pdf5,11 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons