Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9623
Tipo do documento: Tese
Título: Protagonismo indígena na capitania de Goiás e suas estratégias e atuações frente às políticas indigenistas no século XVIII
Título(s) alternativo(s): Indigenous protagonism in the captaincy of Goiás and its strategies and actions against the indigenous policies in the eighteenth century
Autor: Nascimento, Patrícia Emanuelle
Currículo Lattes do Autor: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4770623T0
Primeiro orientador: Nazareno, Elias
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4797365Y6
Primeiro membro da banca: Baines, Stephen Grant
Segundo membro da banca: Langaro, Jiani Fernando
Terceiro membro da banca: Santos, Lilian Abram dos
Quarto membro da banca: Herbeta, Alexandre Ferraz
Quinto membro da banca: Nazareno, Elias
Resumo: Esta tese centrou esforços em analisar o protagonismo indígena em Goiás durante o século XVIII, por meio das estratégias variadas consubstanciadas em suas ações decoloniais. Nesse período, foram construídos os primeiros aldeamentos nesta capitania e, a partir do último quartel do XVIII, foram fundados os aldeamentos pombalinos. Procuramos compreender as relações interétnicas na capitania de Goiás, dentro e fora dos aldeamentos, a partir do enfoque enactivo e da interculturalidade crítica. Utilizamos na confecção deste trabalho a documentação oficial, a literatura especializada e a metodologia da conversação. Quanto à documentação oficial, concluímos que ela, para além de uma leitura colonial sobre as relações interétnicas em Goiás nos setecentos, nos permitiu observar, em seus interstícios, as ações decoloniais indígenas. Todavia, a viabilidade de um trabalho nos pressupostos da interculturalidade crítica nos foi possível por meio das narrativas e memórias dos indígenas contemporâneos (Karajá, Javaé, Xavante, Kayapó e Tapuia) acerca de suas histórias passadas de geração a geração. É imprescindível a necessidade de reescrever as histórias das relações de contato em Goiás para que se possa conferir visibilidade a produções de outras memórias que fixem a ruptura com a unilateralidade do pensamento colonialista e com a subalternização da apreensão do mundo vinculada ao projeto de dominação do par Modernidade/Colonialidade
Abstract: This doctoral thesis focused efforts on analyzing the indigenous protagonism in Goias during the eighteenth century, through the varied strategies consubstantiated in their decolonial actions. During this period, the first settlements were built in this captaincy, and from the last quarter of the eighteenth century, the Pombaline settlement villages were founded. We try to understand the interethnic relations in the captaincy of Goias, inside and outside the settlement villages, taking the enactive approach and the critical interculturality as a basis. We use the official documentation, the specialized literature and the methodology of the conversation in the preparation of this work. As for the official documentation, we concluded that it allowed us to observe, in its interstices, the decolonial indigenous actions, far beyond of a colonial reading of the interethnic relations in Goias in the 1700s. Nevertheless, the viability of a work on the assumptions of critical interculturality has been made possible by the narratives and memories of contemporary natives (Karajá, Javaé, Xavante, Kayapó, and Tapuia) about their past histories from generation to generation. It is essential to rewrite the stories of contact relations in Goias so that visibility can be given to productions of other memories that fix the rupture with the unilateralism of colonialist thought and with the subalternization of the apprehension of the world linked to the project of domination of the pair Modernity / Coloniality.
Palavras-chave: Relações interétnicas
Povos indígenas
Protagonismo
Aldeamentos em Goiás
Interethnic relations
Indigenous peoples
Protagonism
Village settlements in Goiás
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em História (RC)
Citação: NASCIMENTO, Patrícia Emanuelle. Protagonismo indígena na capitania de Goiás e suas estratégias e atuações frente às políticas indigenistas no século XVIII. 2019. 268 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9623
Data de defesa: 22-Abr-2019
Aparece nas coleções:Doutorado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Patrícia Emanuelle Nascimento - 2019.pdf4,87 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons