Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9645
Tipo do documento: Tese
Título: Juventudes e ensino médio: perspectivas formativas para o ensino médio em escolas públicas de Iporá, Goiás
Título(s) alternativo(s): Youth and high school: formative perspectives for youth/students in public schools in Iporá, Goiás
Autor: Barreto, Maria Olinda
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8706373884871275
Primeiro orientador: Oliveira, João Ferreira de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9753142663168623
Primeiro membro da banca: Santos, Catarina de Almeida
Segundo membro da banca: Oliveira , Valdirene Alves de
Terceiro membro da banca: Alves, Míriam Fábia
Quarto membro da banca: Barra, Valdeniza Maria Lopes da
Resumo: Esta investigação está inserida na linha de pesquisa Estado, Políticas e História da Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás e objetivou compreender as perspectivas formativas destinadas às juventudes no ensino médio, buscando compreender para além do legalmente instituído se, e como, essa etapa de ensino dialoga com as/os jovens, seus principais destinatários. Para alcançar os objetivos propostos, foram realizadas pesquisas bibliográfica, documental e, ainda, a pesquisa de campo, por meio de grupos focais com os estudantes e aplicação de questionários aos professores/gestores e jovens/estudantes em dois colégios estaduais que ofertam essa etapa de ensino no município de Iporá, Goiás: o Colégio Estadual Ariston Gomes da Silva e o Centro de Ensino em Período Integral (CEPI) Osório Raimundo de Lima, no ano de 2017. A abordagem da temática no tocante às juventudes tem como referência a perspectiva sócio-histórica e cultural e o ensino médio é analisado no bojo das disputas internas e externas dos campos econômico, político e educacional, visto que esses dois objetos trazem, em sua essência, projetos e concepções de sociedade conflitantes e em constantes disputas. Para responder ao questionamento inicial, buscamos compreender quem são os jovens que chegam ao ensino médio nessas duas unidades de ensino públicas estaduais, a origem social, os habitus constituídos, capital cultural, expectativas e perspectivas com relação ao ensino médio e como essas unidades de ensino apreendem esses agentes. A investigação apontou que a concepção dos professores/gestores das unidades de ensino, no que se refere às juventudes, está ancorada no critério etário, fase de transição, ignorando, por vezes, suas histórias e condição sociocultural, tanto na elaboração das propostas formativas quanto nas ações cotidianas. Nesse sentido, o PPP é quase sempre um documento formal que reproduz o que propõe a Secretaria de Estado da Educação para essa etapa da educação básica. Essa percepção de juventudes, o não reconhecimento das trajetórias vivenciadas por esses agentes em outros espaços formativos, a rigidez das aulas e das normas, a dificuldade em integrar as tecnologias no cotidiano escolar são fatores que contribuem para gerar conflitos e culpabilização mútua entre professores/gestores e os jovens/estudantes. Apesar dos tensionamentos, os estudantes demonstraram expectativa com relação ao potencial transformador do ensino médio nas trajetórias de vida, inclusive a possibilidade de ascensão social. Destarte, um dos grandes desafios dessa etapa da educação consiste em construir um processo formativo que reconheça e integre, na proposta pedagógica e nas ações cotidianas, as experiências advindas da condição sociocultural, os valores e o habitus dos jovens/estudantes, contribuindo, dessa forma, para diversificar e elevar o capital cultural e superar a mera apropriação de elementos da cultura dominante.
Abstract: This study is part of the line of research State, Politics and History of Education of the Graduate Program in Education of the Federal University of Goiás. It was aimed to understand the formative prospects directed at the youths in high school, seeking to understand beyond the legally established if, and how, this stage of education dialogues with the youth, its main recipients. In order to achieve the presented goals, the study was carried out through bibliographical research, documental analysis and field research through focus groups with students and questionnaires to teachers/education administrators and youth/students in two state schools that offer secondary education in Iporá - Goiás: State School Ariston Gomes da Silva and the fulltime school, Centro de Ensino em Período Integral (CEPI) in Portuguese, Osório Raimundo de Lima, in 2017.The approach of the theme with regard to youth, is based on socio-historical and cultural perspective. High school is analyzed in the context of internal and external disputes in the economic, political and educational fields, since these two realities bring in their essence conflicting designs and conceptions of society in constant disputes. In order to respond to the initial questioning, it was sought to understand who are the young people who go to high school in these two state education units, social origin, constituted habitus, cultural capital, expectations and perspectives with regard to high school and how these schools involve the young learners. The study suggested that the conception of teachers/education administrators of both schools, regarding to youths, is anchored in the age criterion and transition phase, sometimes ignoring their backgrounds and socio-cultural condition both in the elaboration of the formative proposals and in taking actions. In this sense, the PPP, Political Pedagogical Project, is almost always a formal document that reproduces what the board of education suggests to this stage of secondary education. This understanding of youths, the non-recognition of the trajectories experienced by these young students in other formative spaces, strict education and the difficulty of integrating technologies into the school daily life are factors that contribute to generate conflicts and mutual blame among teachers/education administrators and young people/students. Despite tensions, the students showed a high expectation regarding the transformative potential of secondary education in life trajectories, including the possibility of social mobility. Thus, one of the greatest challenges of this stage of education is to build a formative process that recognizes and integrates, in the pedagogical proposal and in the daily actions, the experiences derived from the socio- cultural condition, the values, and the habitus, of the students/young people. Contributing, as a consequence, to diversify and raise cultural capital and overcome the mere appropriation of elements of the dominant culture.
Palavras-chave: Juventudes
Ensino médio
Projeto político-pedagógico
Colégio Estadual Ariston Gomes da Silva
CEPI Osório Raimundo de Lima
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação (FE)
Citação: BARRETO, Maria Olinda. Juventudes e ensino médio: perspectivas formativas para o ensino médio em escolas públicas de Iporá, Goiás. 2019. 236 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9645
Data de defesa: 26-Abr-2019
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Maria Olinda Barreto - 2019.pdf5,24 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons