Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9707
Tipo do documento: Dissertação
Título: Prevalência e fatores associados à infecção pelo HIV em gestantes e parturientes
Título(s) alternativo(s): Prevalence and factors associated with HIV infection in pregnant and parents
Autor: Porto, Maria Laura de Almeida
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6995526574276029
Primeiro orientador: Amaral, Waldemar Naves do
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4092560599116579
Primeiro membro da banca: Amaral, Waldemar Naves do
Segundo membro da banca: Sousa, Juarez Antônio de
Terceiro membro da banca: Franco, Glaucimeire Marquez
Quarto membro da banca: Almeida, Suzy Darlen Soares de
Resumo: Introdução: O aumento de heterossexuais portadores do HIV e a consequente contaminação de mulheres em idade reprodutiva, conduz a uma maior ocorrência da transmissão vertical. Portanto, é relevante avaliar os fatores de risco associados à infecção pelo HIV. Objetivos: Fazer um artigo original para avaliar a prevalência no teste rápido para HIV nas gestantes internadas na urgência obstétrica (partos e abortamentos). Fazer um artigo original para avaliar a prevalência da infecção pelo HIV no pré-natal de baixo e alto risco e definir os fatores associados à infecção pelo HIV em gestantes e parturientes em uma maternidade de Goiânia. Metodologia: Estudo transversal, caso-controle. O grupo caso constituiu-se de 15 pacientes portadoras do HIV que aceitaram participar do estudo, para as quais foi traçado o perfil epidemiológico. O grupo controle constitui-se de uma amostra de 60 pacientes não portadoras do HIV, para as quais foi traçado o mesmo perfil do grupo caso. Foram recrutadas para a entrevista pacientes atendidas no pré-natal e na urgência do Hospital e Maternidade Dona Iris em Goiânia-Goiás, entre 01.08.2015 e 30.03.2017; e avaliadas as prevalências. Resultados: O N amostral constituiu-se de 10.822 pacientes, 617 do pré-natal de baixo risco, 754 do alto risco e 9.451 da urgência. Deste total 25 apresentaram sorologia positiva para HIV. A prevalência geral de pacientes portadoras do HIV foi de 0,23% e apresentaram idade média de 25 a 29 anos, a maioria delas vivendo em união estável, com número pregresso de parceiros > 10, escolaridade até o ensino médio completo, raça parda, evangélicas e empregadas no período da entrevista, com renda familiar entre 1 e 2 salários mínimos. Conclusão: Conclui-se no artigo 1: A prevalência de gestantes portadoras do HIV, internadas na urgência obstétrica nas quais foi realizado o teste rápido foi de 0,11%. Conclui-se no artigo 2: A soroprevalência da infecção por HIV no pré-natal de baixo risco foi de 0,32%. A soroprevalência no pré-natal de alto risco foi de 1,72%. O perfil epidemiológico foi semelhante nos dois grupos e dentre os fatores associados à infecção pelo HIV, duas foram as variáveis significativas quando comparadas ao grupo não infectado: idade média das pacientes (25 a 29 anos) e número de parceiros anteriores à gestação atual (> 10), que foram maiores no grupo de portadoras do HIV.
Abstract: Introduction: The increase in HIV-positive heterosexuals and the consequent contamination of women of reproductive age leads to a higher occurrence of vertical transmission. Therefore, it is relevant to assess the risk factors associated with HIV infection. Objectives: To make an original article to evaluate the prevalence in the rapid test for HIV in pregnant women hospitalized for obstetric emergencies (births and abortions). Make an original article to evaluate the prevalence of HIV infection in low- and high-risk prenatal care and to define the factors associated with HIV infection in pregnant women and parturients in a maternity hospital in Goiânia. Methodology: Cross-sectional study, case-control. The case group consisted of 15 HIV-positive patients who agreed to participate in the study, for which the epidemiological profile was drawn. The control group consists of a sample of 60 non-HIV patients, for whom the same profile of the case group was drawn. Patients attended during the prenatal care and in the emergency of the Dona Iris Hospital and Maternity Unit in Goiânia-Goiás, between 08/01/2015 and 03/30/2017 were recruited for the interview; and prevalences were assessed. Results: The sample N consisted of 10,822 patients, 617 of low risk prenatal care, 754 of high risk and 9,451 of urgency. Of these, 25 had positive serology for HIV. The overall prevalence of HIV-positive patients was 0.23% and they had a mean age of 25 to 29 years, most of them living in a stable union, with a previous number of partners > 10, schooling until high school, evangelicals and employed in the interview period, with family income between 1 and 2 minimum wages. Conclusion: The article 1 concludes: The prevalence of HIV-positive pregnant women admitted to the obstetric emergency in which the rapid test was performed was 0.11%. We conclude in article 2: The seroprevalence of HIV infection in low prenatal care was 0.32%. Seroprevalence in high-risk prenatal care was 1.72%. The epidemiological profile was similar in both groups and among the factors associated with HIV infection, two were the significant variables when compared to the non-infected group: mean age of the patients (25 to 29 years) and number of partners previous to the current gestation (> 10), which were higher in the group of people living with HIV.
Palavras-chave: HIV
Gestação
Epidemiologia
Brasil
Gestation
Epidemiology
Brazil
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Medicina - FM (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM)
Citação: PORTO, Maria Laura de Almeida. Prevalência e fatores associados à infecção pelo HIV em gestantes e parturientes. 2017. 42 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9707
Data de defesa: 7-Out-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Saúde (FM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Maria Laura de Almeida Porto - 2017.pdf1,07 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons