Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9712
Tipo do documento: Dissertação
Título: Análise da retenção de caixa e alavancagem financeira como recursos complementares ou substitutos nas empresas brasileiras de capital aberto
Título(s) alternativo(s): Analysis of cash holdings and financial leverage as complementary or substitute resources in brazilian open capital companies
Autor: Ferreira , Marília Paranaíba
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1572438601241956
Primeiro orientador: Zanolla, Ercilio
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2535424071298626
Primeiro membro da banca: Zanolla, Ercilio
Segundo membro da banca: Machado, Michele Rílany Rodrigues
Terceiro membro da banca: Silva, César Augusto Tibúrcio
Resumo: Esta pesquisa investigou se as empresas brasileiras de capital aberto classificadas em financeiramente restritas e irrestritas utilizaram as reservas de caixa e a alavancagem financeira de forma complementar ou substituta e se as empresas financeiramente restritas mantiveram mais caixa do que as irrestritas no período entre janeiro de 2010 e dezembro de 2016. Os dados foram coletados por trimestre na base da Economatica® e a técnica de análise fatorial por componentes principais foi adotada para classificar as empresas em restritas e irrestritas. A amostra com 108 empresas, 55 restritas e 53 irrestritas, foi analisada por meio de regressões múltiplas com dados em painel não balanceado e os resultados indicaram que 1) nas empresas financeiramente restritas as reservas de caixa e a alavancagem financeira são fontes de financiamento complementares; 2) as reservas de caixa e a alavancagem financeira são fontes de financiamento substitutas nas empresas financeiramente irrestritas e 3) as empresas brasileiras financeiramente restritas retiveram, em média, mais caixa do que as irrestritas. A contribuição teórica deste estudo foi a construção de uma perspectiva diferente das teorias Trade-Off e Pecking Order, no sentido de que a primeira trata os recursos como complementares e a segunda como substitutos, e a empírica foi a escolha do método utilizado para segregar as empresas em financeiramente restritas e irrestritas.
Abstract: This research investigated whether Brazilian publicly traded companies classified as financially restricted and unrestricted used cash holdings and financial leverage in a complementary or substitutive way, and if the financially restricted companies kept more cash than the unrestricted ones in the period between January 2010 and December 2016. The data were collected quarterly on the basis of Economatica® and the principal components factorial analysis technique was adopted to classify the companies in restricted and unrestricted. The sample with 108 companies, 55 restricted and 53 unrestricted, was analyzed through multiple regressions with unbalanced panel data and the results indicated that 1) in financially restricted companies, cash holdings and financial leverage are complementary sources of financing; 2) cash holdings and financial leverage are sources of substitute financing in financially unrestricted companies; and 3) financially restricted Brazilian companies retained, on average, more cash than unrestricted ones. The theoretical contribution of this study was the construction of a different perspective of the Trade-Off and Pecking Order theories, in the sense that the first treats the resources as complementary and the second as substitutes, and the empirical was the choice of the method used to segregate the companies in financially restricted and unrestricted.
Palavras-chave: Retenção de caixa
Alavancagem financeira
Restrições financeiras
Recursos complementares
Recursos substitutos
Cash holdings
Financial leverage
Financial restrictions
Complementary resources
Replacement resources
Área(s) do CNPq: ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis (FACE)
Citação: FERREIRA, Marília Paranaíba. Análise da retenção de caixa e alavancagem financeira como recursos complementares ou substitutos nas empresas brasileiras de capital aberto. 2018. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9712
Data de defesa: 20-Fev-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Contábeis (FACE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Marília Paranaíba Ferreira - 2018.pdf1,44 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons