Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9947
Tipo do documento: Tese
Título: A vida ribeirinha no lugar: da degradação do rio Cuiabá à introdução das peixarias em São Gonçalo Beira Rio e Bonsucesso - MT
Título(s) alternativo(s): Riverine life in place: from the degradation of the Cuiabá river to the introduction of fisheries in São Gonçalo Beira Rio and Bonsucesso - MT
Autor: Santos, Ingrid Regina da Silva
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2130340275726484
Primeiro orientador: Almeida, Maria Geralda de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4465452999284335
Primeiro membro da banca: Almeida, Maria Geralda de
Segundo membro da banca: Calaça, Manoel
Terceiro membro da banca: Oliveira, Ivanilton José de
Quarto membro da banca: Bordest, Suíse Monteiro Leon
Quinto membro da banca: Moretti, Edvaldo Cesar
Resumo: A presente tese de doutorado tem como objetivo investigar o lugar ribeirinho sob o contexto das peixarias, um tipo de estabelecimento que pode ser definido como um restaurante especializado em pratos regionais com peixe de água doce. Sendo a problemática levantada no sentido da necessidade de emancipação econômica e social destes homens e mulheres, eque os têm levado a uma transição gradual de modo de vida? Para isso foram selecionadas duas localidades. Elas estão nas margens do rio Cuiabá, uma no sitio da capital de Mato Grosso, e outra no município de Várzea Grande. Priorizou-se Bonsucesso por termos identificado como a primeira a oferecer o serviço, e São Gonçalo Beira Rio, devido à grande quantidade de estabelecimentos na atualidade. O aporte teórico está fundamentado na perspectiva da Geografia Humanista Cultural. Os procedimentos metodológicos utilizados foram: Etnogeografia e Cartografia Social, porque confluem para a compreensão mais aprofundada das dinâmicas que ocorreram nesse espaço. Por meio da investigação proposta, identificamos que o principal impulso a nova prática dos ribeirinhos foram as dificuldades ocasionadas devido à escassez da pesca com a degradação do rio Cuiabá, isso ainda na década de 1980. Com o sucesso dos estabelecimentos, houve a valorização ainda que intuitiva da comida como um símbolo da cultura e identidade do grupo. A nova compreensão dada aos hábitos alimentares dos ribeirinhos fez com que essas localidades fossem inseridas nas rotas de lazer da população da Baixada Cuiabana. O sucesso dos estabelecimentos pioneiros, em ambas comunidades, aguçou o interesse dos demais pescadores, ceramistas e agricultores, e os compeliu a abertura de novos estabelecimentos, aumentando assim o número de peixarias em um curto período. A inserção dessa nova atividade fez com que a organização socioespacial dos redutos de ribeirinhos fosse reelaborada, o que repercutiu no modo de vida dessas pessoas. Como exemplo da alteração é possível destacar refuncionalização das margens do rio, as residências, entre outros aspectos da culturais. Ainda que tenham ocorrido a ressignificação do espaço e de algumas práticas culturais, há na atualidade particularidades em relação a esses homens e mulheres que se destacam por conservar uma identidade ribeirinha, o sentido de lugar e a condição desviante, dentre eles a história, as pessoas, produção de rapadura e a cerâmica.
Abstract: This thesis aims to investigate the riverside place under the context of homespun beaneries, a type of establishment that can be defined as a restaurant specializing in regional dishes of freshwater fish. It is the problem raised in the sense of the need for economic and social emancipation of these men and women and which has led to a gradual transition of way of life? Therefore, two locations were selected. They are on the banks of the Cuiabá River, one on the site of the capital of Mato Grosso, and another in the municipality of Várzea Grande. The following research has prioritized Bonsucesso because we have noticed that it was the first to offer the service, and São Gonçalo Beira Rio, due to the large number of establishments nowadays. The theoretical contribution is based on the perspective of Humanist Cultural Geography. The methodological procedures used were: Ethnogeography and Social Cartography, because they converge to a more in-depth understanding of the dynamics that occurred in this space. Through the proposed research, we identified that the main impetus for the new practice of riparians was the difficulties caused due to the scarcity of fishing with the degradation of the Cuiabá river, this still in the decade of 1980. As an outcome from the success of the establishments, there has been an appreciation of this type of food as a symbol of the group's culture and identity. The new understanding given to the eating habits of the riverside inhabitants made these localities to be inserted in the leisure routes of the population of the Baixada Cuiabana. The success of the pioneer establishments in both communities sharpened the interest of other fishermen, potters and farmers, and compelled them to open new establishments, thus increasing the number of local beaneries in a short period. The insertion of this new activity made the socio-spatial organization of the riparian strongholds re-elaborated, which had repercussions on the way of life of these people. As an example of the alteration it is possible to highlight the refunctionalization of the river banks, residences, among other cultural aspects. Although there has been a re-signification of space and some cultural practices, there are at present particularities in relation to these men and women who stand out in order to preserve a riverside identity, the sense of place and the deviant condition, including their history, people, jaggery production and ceramics.
Palavras-chave: Geografia cultural
Identidade
Modo de vida
Comida
Sujeitos
Cultural geography
Identity
Way of life
Food
Subjects
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA)
Citação: SANTOS, I. R. S. A vida ribeirinha no lugar: da degradação do rio Cuiabá à introdução das peixarias em São Gonçalo Beira Rio e Bonsucesso - MT. 2019. 252 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9947
Data de defesa: 15-Abr-2019
Aparece nas coleções:Doutorado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Ingrid Regina da Silva Santos - 2019.pdf19,35 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons